sábado, 3 de novembro de 2018

Os gols de Gerd Müller em Copas do Mundo

Por Victor de Andrade

Gerd Müller foi um atacante com muito faro de gol, comprovando isto em Copas do Mundo
(foto: divulgação)

Um dos maiores jogadores da história, com um faro de gol sensacional, o alemão Gerd Müller ficou marcado, por muito tempo, por ser o maior artilheiro de todas as Copas do Mundo até ser superado por Ronaldo, em 2002, e depois Klose. Porém, os 14 gols marcados por ele em Mundiais continuam sendo uma incrível marca, tudo porque eles foram feitos em apenas 13 jogos.

O atacante, que nasceu em 3 de novembro de 1945, começou a sua carreira no Nördlingen 1861, em 1963. Depois de fazer gols em quantidades exorbitantes, o Bayern de Munique o contratou no ano seguinte. Seus gols chamaram a atenção de todos e ele chegou à Seleção da Alemanha Ocidental logo no primeiro jogo após à Copa do Mundo de 1966, quando sua equipe foi vice. A partir dali, virou o principal atacante do país.

Gerd Müller estreia em Copas do Mundo no dia 3 de junho de 1970, em León, no México, no jogo contra o Marrocos. Aliás, a equipe africana surpreendeu e saiu na frente ainda no primeiro tempo e os alemães ocidentais só empataram no início do segundo tempo. E o primeiro gol de Müller foi o da virada, aos 35' do segundo tempo.

Marcando na Copa de 1970: foram 10 gols

Já no segundo jogo, contra a Bulgária, também em León, no dia 7 de junho, Müller resolveu mostrar todo o seu poderio. A Alemanha Ocidental goleou por 5 a 2 e o atacante marcou três vezes. No dia 10, o adversário foi o Peru e seu time venceu pelo placar de 3 a 1, sendo que Gerd Müller marcou os três gols de sua equipe.

Nas quartas de final, a Alemanha Ocidental encarou a Inglaterra, no dia 14 de junho, também em León. Em um jogo complicado, onde os ingleses fizeram 2 a 0, os alemães buscaram o empate e, na prorrogação, Gerd Müller, mais uma vez, mostrou o seu faro de gol e marcou o tento da classificação. 

Nas semifinais, mesmo com a eliminação da Alemanha Ocidental para a Itália, na prorrogação (onde saíram cinco gols), no Azteca, em 17 de junho, o atacante marcou os dois gols de seu time na prorrogação. Porém, os italianos fizeram 4 a 3 no total e foram para a final, onde perderam para o Brasil. Na decisão de terceiro e quarto, a Alemanha venceu o Uruguai, por 1 a 0, gol de Overath.

Em 1974, marcou o gol do título

Depois de fazer 10 gols na Copa do Mundo de 1970, quatro anos depois, jogando em casa, Gerd Müller fez apenas um tento na primeira fase do Mundial, onde a Alemanha Ocidental jogou contra o Chile (vitória por 1 a 0), Austrália (triunfo por 3 a 0 e único gol de Müller na etapa inicial, fechando o marcador) e Alemanha Oriental (derrota por 1 a 0).

Na segunda fase, Gerd Müller marcou no primeiro jogo, contra a Iugoslávia, em 26 de junho, em Düsseldorf, fechando o placar em 2 a 0. Na vitória contra a Suécia, por 4 a 2, Müller passou em branco e voltou a marcar no jogo que garantiu os alemães na decisão: 1 a 0 contra a Polônia, no dia 3 de julho, em Frankfurt.

Na decisão, a Alemanha Ocidental encarou a Holanda, a grande sensação daquela Copa, no dia 7 de julho, no Estádio Olímpico de Munique. Os holandeses saíram na frente, mas os alemães empataram ainda no primeiro tempo. Coube a Gerd Müller, em seu último jogo em Copas do Mundo, aos 43 minutos, marcar o gol do título de sua equipe, encerrando seu ciclo em Mundiais com chave de ouro.
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

O Curioso do Futebol

O Curioso do Futebol
Site do jornalista Victor de Andrade e colaboradores com curiosidades, histórias e outras informações do mundo do futebol. Entre em contato conosco: victorcuriosofutebol@gmail.com

Facebook

Instagram

Twitter

YouTube

Aceisp

Total de visualizações