sábado, 10 de novembro de 2018

Molhou! Final entre Boca e River é adiada devido as chuvas

Por Lucas Paes

A final foi adiada devido as torrenciais chuvas na La Bombonera (Foto: AFP)

No mundo do futebol, na última semana, praticamente só um assunto dominava as discussões que iam desde as mesas de bar até os programas esportivos. O superclássico argentino, provavelmente a maior rivalidade da América do Sul (se não a maior, pelo menos a mais famosa) acontecerá pela primeira vez numa final de Libertadores da América, na verdade, todos os olhos do mundo do futebol estavam virados para a Bombonera neste sábado. Porém, a chuva, inapelável, impiedosa e vadia que é, resolveu dar as caras em Buenos Aires e "molhou" o primeiro jogo da final, que foi adiado para a tarde de domingo, as 16h (na hora local) e 17h no horário de verão de Brasília.

O fato é que chove forte já desde ontem em Buenos Aires. Só que a situação piorou muito na manhã deste sábado. As 11h, o estado do gramado de La Bombonera era lamentável e a final estava sob risco de não ocorrer, apesar da Conmebol dizer que a partida estava confirmada e do jornalista Fernando Laurengui dizer que "Aqui não se adia nada". Mas a preocupação começava a existir, já que as chuvas torrenciais vinham desde a madrugada.

Quando parou de chover, parecia que daria para ter jogo
(Foto: Reprodução Twitter do Boca Jrs.)

Porém, duas horas depois, a chuva parou e a exemplar drenagem da Bombonera deu otimismo a situação. O gramado parecia seco, só que a alegria durou pouco, já que meia hora depois as chuvas voltaram. A esta altura dos acontecimentos, já começavam a chegar os torcedores no palco xeneizie, que pouco depois começou a receber a torcida local. Porém, a água continuava castigando o gramado da Bombonera.

As 16h24 no horário de Brasília e 15h24 no horário local, a equipe de arbitragem subiu ao campo para verificar a situação do gramado e não demorou muito para chegar a um veredito. Tomou-se a decisão de suspender a partida e joga-la no dia seguinte, as 17h no horário de Brasília, 16h no local. O que provavelmente adiará a rodada do Campeonato Argentino. A expectativa pela final continuará por mais um dia, pelo menos.

A situação na verdade causa preocupação até para o domingo, já que não há previsão da melhora do tempo em Buenos Aires. Apesar da drenagem do estádio do Boca Juniors ser uma das mais espetaculares da América do Sul, é praticamente impossível que ela suporte os níveis de chuva que vem ocorrido nos últimos dias. Portanto, a ansiedade dos torcedores de Boca e River e até de qualquer admirador do futebol pode durar mais alguns dias.

A chuva adiou o duelo para domingo, pelo menos por enquanto
(Foto: Victor Canedo)

É um balde, na verdade uma tempestade de água fria (literalmente) em toda a expectativa que foi criada para cima do já histórico e colossal confronto desta final libertadora. O adiamento joga mais tempero na flamejante panela de pressão vivida nos últimos dias em toda a terra albiceleste e principalmente em sua capital. Corações millonarios e xeneizies seguem batendo em ritmos acelerados e a ansiedade segue em níveis colossais que apenas aumentam. Até o momento em que o árbitro dê-se por iniciada a maior batalha que a humanidade já viu desde a Segunda Guerra.

O mundo do futebol segue então aguardando que se dê inicio a o que é provavelmente a maior final de um torneio continental já vista neste planeta. Só São Pedro sabe quando nossos olhos poderão finalmente ver tal evento acontecendo, fato que ainda está decidido em reunião fechada com Zeus e Éolo em algum canto perdido do Olimpo. Até então, seguiremos nós, reles mortais, aguardando o rolar da redonda num provavelmente castigado gramado de uma cancha em La Boca.
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

O Curioso do Futebol

O Curioso do Futebol
Site do jornalista Victor de Andrade e colaboradores com curiosidades, histórias e outras informações do mundo do futebol. Entre em contato conosco: victorcuriosofutebol@gmail.com

Facebook

Instagram

Twitter

YouTube

Aceisp

Total de visualizações