sexta-feira, 21 de setembro de 2018

Um primeiro tempo com 13 a 0 no placar no Paulista Sub-20 da Segunda Divisão

Por Victor de Andrade
Fotos: divulgação São José EC

O São José, de amarelo, não tomou conhecimento do Atlético Mogi

Um jogo que termine com 10 gols já é um fato raro. Agora, imagine uma partida em que aconteça 13 gols apenas no primeiro tempo. Foi o que aconteceu no embate entre São José e Atlético Mogi, válido pelo Campeonato Paulista Sub-20 da Segunda Divisão de 2018. A Águia do Vale fez 13 a 0 no adversário ainda na etapa inicial. O confronto foi encerrado aos 4 minutos da segunda etapa, porque o time de Mogi das Cruzes ficou com um número de atletas menor que o necessário para continuar com o jogo.

As duas equipes estão no Grupo 6 da competição. O São José ocupava, antes do início da rodada, a quinta colocação na chave, com 10 pontos ganhos. Já o Atlético Mogi ocupava a lanterna do grupo, que tem seis equipes. O detalhe é que o time azul de Mogi das Cruzes não fez ponto no torneio.

Para piorar a situação do Atlético Mogi, apesar de o clube apresentar na súmula 11 jogadores, apenas oito entraram em campo. E o São José aproveitou da maioridade numérica logo no início da partida para fazer um placar dilatado. Com 10 minutos de jogo, a Águia do Vale já ganhava por 4 a 0, gols de Lucas Guilherme, Paulo Santos, Lucas Xavier e Luan.

E o placar só foi aumentando. Lucas Xavier, aos 12', fez 5 a 0, e Paulo Santos, aos 23', fez o sexto. O Atlético Mogi conseguiu se segurar por oito minutos, mas Luís Felipe, aos 31' e 32', Paulo Santos, aos 33', e Gustavo Guedes, aos 35', fizeram incríveis 10 a 0 para o São José. Ainda teve tempo para ampliar o marcador na etapa inicial. Lucas Xavier, aos 38', Evair, aos 39', e Gustavo Guedes, aos 44', fecharam o placar em 13 a 0 para o São José. Apesar de não ter mais gols, a partida ainda teria algumas histórias.

O Atlético Mogi iniciou o jogo com apenas oito em campo

O Atlético Mogi, que havia começado o jogo com oito atletas, voltou para a etapa complementar com um a menos, já que o goleiro Victor Meneses saiu machucado. Abner, jogador de linha, foi para o gol. Mas o jogo durou apenas mais 4 minutos. Erick Santos também se lesionou e deixou o time de Mogi das Cruzes com apenas seis atletas em campo, o que não é permitido pela regra. Com isto, a árbitra Adeli Mara Monteiro teve que encerrar a partida.

O mais incrível é que apesar do placar impressionante no primeiro tempo, o resultado de 13 a 0 para o São José não deve ser confirmado. Como a partida não teve os 2/3 necessários para que o placar seja homologado, ela vai para julgamento, em data a ser confirmada. É bem provável que o Tribunal de Justiça Desportiva de São Paulo deva considerar a Águia do Vale como vitoriosa no confronto, mas com apenas um 3 a 0 no marcador, como se fosse um WO.
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

O Curioso do Futebol

O Curioso do Futebol
Site do jornalista Victor de Andrade e colaboradores com curiosidades, histórias e outras informações do mundo do futebol. Entre em contato conosco: victorcuriosofutebol@gmail.com

Facebook

Instagram

Twitter

YouTube

Aceisp

Total de visualizações