sexta-feira, 21 de setembro de 2018

O primeiro titulo mundial sub-17 do Brasil

Lucas Paes

Jogadores comemoram o título, o primeiro Mundial Sub-17 do Brasil (foto: acervo FIFA)

Em um dia 21 de setembro como hoje, há 21 anos atrás, o Brasil conquistou o primeiro título mundial sub-17 de sua história. A vitória veio em vitória contra a seleção de Gana, no Estádio Internacional de Cairo, capital do Egito, onde era sediada a competição. Aquela conquista foi a primeira das três da Seleção Brasileira na competição.

No grupo com Omã, Estados Unidos e Áustria, o Brasil não teve grandes dificuldades para avançar de fase. Os europeus foram goleados impiedosamente por 7 a 0 pelos comandados de Carlos César, com direito a gol de um tal de Ronaldinho Gaúcho. Os Estados Unidos perderam por 3 a 0 e o Omã por 3 a 1. No mata-mata, vitórias contra a Argentina, por 2 a 0, nas quartas (dois gols de Fábio Pinto). Na semifinal, goleada pra cima da Alemanha por 4 a 0 até chegar a decisão.

Já os ganeses passaram em primeiro lugar num grupo com Argentina, Bahrein e Costa Rica, vencendo dois jogos e empatando com os argentinos. Nas quartas de final, goleada para cima do Omã, por 4 a 1 e vitória de 2 a 1 para cima da Espanha na semifinal. Assim, ficou consumada a decisão entre sul-americanos e africanos.

Para os Canarinhos, o jogo era a chance de vingança pela derrota de 1995. Mas o gol de Afriye, aos 39 minutos, deixou as pretensões brasileiras mais complicadas, com um primeiro tempo que terminou com derrota. Na etapa final, o volante Matuzalem deixou tudo igual no placar aos 18 minutos. O segundo gol veio já depois dos 40’, quando Ronaldinho Gaúcho, ainda um garoto na época, deixou Andrey de frente para o gol e ele deu uma cavadinha por cima do goleiro ganês e decretou o título brasileiro.

Ronaldinho Gaúcho foi o grande nome daquela equipe

A conquista foi a primeira das três que o Brasil teve até aqui na competição. A segunda viria em 1999 e a terceira em 2003. No time base brasileiro tínhamos o goleiro Fábio, ídolo da torcida do Cruzeiro, que na época era apenas um promissor arqueiro do União de Bandeirante. Além dele, tínhamos é claro Ronaldinho Gaúcho, que virou um dos maiores jogadores de futebol de toda a história, reconhecido hoje em qualquer canto do planeta, se não até em outros cantos deste universo. Matuzalem, volante, teve um relativo reconhecimento pelo Shakhtar Donetsk. Geovane, na época no Cruzeiro, e que jogou por clubes como Barcelona e Manchester City. Poucos, porém, foram as grandes revelações para o Brasil naquele mundial.

Porém, o mundial sub-17 de 1997 foi essencial para que Ronaldinho Gaúcho ganhasse mais espaço no Grêmio e passasse em pouco tempo à ser um dos principais jogadores do Brasil. Quem também deve agradecer pela conquista é Fábio, já que ali começou a caminhada que o levaria à uma boa passagem pelo Vasco e a se tornar um dos maiores ídolos da história cruzeirense.
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

O Curioso do Futebol

O Curioso do Futebol
Site do jornalista Victor de Andrade e colaboradores com curiosidades, histórias e outras informações do mundo do futebol. Entre em contato conosco: victorcuriosofutebol@gmail.com

Facebook

Instagram

Twitter

YouTube

Aceisp

Total de visualizações