sexta-feira, 10 de agosto de 2018

Primeira fase do Brasileirão Feminino entra na reta final

Com informações do site oficial da CBF

As Sereias da Vila têm a melhor campanha no Brasileirão Feminino até o momento
(foto: Pedro Ernesto Guerra Azevedo/Santos FC)

A primeira fase do Brasileirão Feminino está chegando ao fim. Nesta quinta-feira (9), a bola rolou pela última vez na 12ª rodada da competição e, agora, só restam mais duas rodadas desta primeira etapa. Oito equipes, quatro de cada grupo, se classificam para as Quartas de Final, mas seis delas já garantiram lugar no mata-mata antecipadamente. 

O primeiro clube a se classificar foi o Corinthians. Na décima rodada, o Timão derrotou o Kindermann-SC por 1 a 0 e garantiu vaga na próxima fase da competição com quatro rodadas de antecedência. Até o momento, a equipe ostenta uma campanha invicta. Em 12 jogos, soma dez vitórias, dois empates e nenhuma derrota, somando 32 pontos. Além disso, tem o segundo melhor ataque da competição: 34 gols balançaram as redes adversárias. Desse total, dez gols saíram dos pés de Maga, a vice-artilheira da competição. O Corinthians tem, ainda, a terceira defesa menos vazada do torneio – sofreu apenas sete gols. Finalista em 2017, a equipe paulista começou este ano buscando chegar novamente a grande final do Brasileirão Feminino.

Depois, foi a vez do atual campeão e melhor campanha da competição até aqui Santos. Com a vitória por 2 a 0 sobre o Vitória das Tabocas, a equipe paulista conquistou a classificação com três rodadas de antecedência. O Peixe é mais um time invicto do campeonato. Até aqui foram 12 jogos, sendo 11 vitórias e apenas um empate. O time da baixada santista é o dono do ataque mais eficiente do Brasileirão: 43 gols marcados. E na defesa os bons números não são diferentes. O time sofreu apenas seis gols e é o segundo menos vazado. No confronto direto com os classificados do Grupo 02, o retrospecto é favorável para a equipe alvinegra. Na primeira rodada, derrotou o Flamengo por 6 a 0. Depois, na quarta rodada, empatou em 1 a 1 com o Rio Preto, fora de casa.

Corinthians foi a primeira equipe a garantir a classificação
(foto: divulgação Corinthians)

A terceira vaga nas Quartas de Final do Brasileirão Feminino foi conquistada pelo Flamengo. Após derrotar o Foz Cataratas por 2 a 0 na 11ª rodada, o time garantiu seu lugar no mata-mata. Até agora, o Rubro-Negro vem fazendo uma campanha equilibrada. Em 12 jogos, foram sete vitórias, três empates e duas derrotas, sendo a última nesta rodada, quando foi derrotado por 3 a 1 pelo Rio Preto. Mas o Rubro-Negro não deixa nada a desejar. Tem o terceiro melhor ataque, 28 gols marcados, e a artilheira da competição, Dany Helena, que balançou as redes adversárias 11 vezes.

Outra equipe a se classificar com três rodadas de antecedência foi o Iranduba ao vencer o São Francisco por 6 a 0. A equipe amazonense tem o terceiro melhor ataque de seu grupo, o quinto da competição. Foram 24 gols anotados em sete vitórias, dois empates e três derrotas. Contra os adversários já classificados, venceu o Kindermann por 1 a 0 na estreia da competição e perdeu para o Corinthians por 2 a 1 na sexta rodada.

Os dois últimos classificados garantiram vaga nesta rodada. Primeiro, o Kindermann ao vencer o São Francisco por 3 a 0. A equipe catarinense é a vice-líder do Grupo 01 com 24 pontos conquistados em sete vitórias, três empates e duas derrotas. ​Além disso, o time é dono na defesa menos vazadas da competição. Em 12 jogos, sofreu apenas quatro gols. O último classificado foi o Rio Preto. O time paulista venceu o Flamengo por 3 a 1 e garantiu a terceira vaga do Grupo 02. O Rio Preto defende, junto com Santos e Corinthians, a invencibilidade no campeonato. Até o momento foram cinco vitórias, sete empates e nenhuma derrota sofrida. Nesses 12 jogos, marcou 20 gols e sofreu sete.

Vitória das Tabocas venceu a Lusa em jogo importante na luta contra o rebaixamento
(foto: Luciano Abreu/AD Vitória das Tabocas)

Matematicamente, restam ainda duas vagas para a próxima fase do Campeonato Brasileiro Feminino A-1. No Grupo 01, a briga é equilibrada: Ferroviária, com 17 pontos, São José, 16, e Sport, com 15, brigam para se classificarem. Já no Grupo 02, a situação é mais tranquila para a Ponte Preta, que com 16 pontos, se classifica com mais dois pontos. Porém, Foz Cataratas, com 11, e Audax, com 8, mas que ainda precisa confirmar mais um resultado e pode chegar a 11 (jogo contra a Portuguesa, no Canindé, não foi realizado por falta de policiamento, o que acarreta WO para o mandante, esperando a confirmação do STJD) ainda têm chances de avançar.

Rebaixamento - A equipe última colocada de cada chave será rebaixada para a Série A-2 de 2019. E a briga "lá embaixo" também está intensa. No Grupo 1, o Pinheirense, zerado em pontos, só escapa por um milagre. Precisa vencer os dois jogos, torcer por duas derrotas do São Francisco, que tem seis pontos, e ainda descontar uma diferença de 35 gols de saldo. Missão praticamente impossível do time paraense.

Já no Grupo 2, a briga é mais intensa. O Vitória das Tabocas venceu a Lusa na última rodada e deixou a adversária na lanterna da competição. O time pernambucano tem seis pontos, contra cinco da Portuguesa. O Audax, com oito pontos, mas esperando a confirmação do WO, como foi explicado acima, e o Foz Cataratas, com 11, ainda correm risco, mas é mínimo. Clique para conferir a tabela completa e a classificação de momento do Brasileirão Feminino A-1 2018!
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

O Curioso do Futebol

O Curioso do Futebol
Site do jornalista Victor de Andrade e colaboradores com curiosidades, histórias e outras informações do mundo do futebol. Entre em contato conosco: victorcuriosofutebol@gmail.com

Facebook

Instagram

Twitter

YouTube

Aceisp

Total de visualizações