sábado, 21 de julho de 2018

O Fluminense campeão da Taça de Prata de 1970

Por Lucas Paes 

O time campeão da Taça de Prata de 1970, que depois foi reconhecido como Brasileirão

Um dos maiores e principais clubes do país, o Fluminense é considerado por muitos como tetra campeão brasileiro de futebol. Além das conquistas de 1984, 2010 e 2012, em 1970, ainda na era Taça de Prata/Roberto Gomes Pedrosa, o time das Laranjeiras conquistou o caneco. Aquela foi a primeira conquista do Tricolor Carioca, numa época em que Santos e Palmeiras lutavam pelas rédeas do futebol brasileiro. 

Eram dezessete times jogando a competição, divididos, para efeitos de classificação, em dois grupos, um com nove e outro com oito equipes. Na primeira fase, todos jogam contra todos em um turno único, cada time totalizava 16 jogos. As duas melhores equipes de cada grupo iam para a fase final, onde se enfrentavam também em turno único, de onde o melhor classificado era considerado o campeão da competição.

A final contra o Atlético Mineiro

O Fluminense pegou um grupo com Cruzeiro, Flamengo, Inter, Corinthians, Santa Cruz, Atlético Paranaense, Ponte Preta e Vasco da Gama. A estreia tricolor foi numa magra vitória diante do Corinthians, no Maraca, por 1 a 0, gol do artilheiro Flávio. Depois, vitórias contra Cruzeiro, Grêmio e América, todas no Maraca, também. A primeira derrota veio para o Bahia, no dia 14 de Outubro, em Aracaju. Depois, vitória fora contra o Santa Cruz, empate com o São Paulo em casa e derrota fora de casa para o Inter. 

Na segunda metade da primeira fase, o Flu venceu o clássico contra o Vasco da Gama, goleou a Ponte por 6 a 1 e triturou o Palmeiras por 3 a 0, fora de casa, em dia de atuação espetacular e tripleta do artilheiro Flávio. Ai veio um empate contra o Botafogo, derrota pra o Santos, de um tal de Pelé, outro empate diante do Flamengo, derrota pra o Atlético Mineiro, em jogo que teve um gol de Samarone, destaque do acesso da Briosa em 1964 que viraria ídolo no Tricolor das Laranjeiras e um empate com o Atlético Paranaense fora de casa. A parte final ruim na primeira fase fez com que o Flu ficasse um ponto atrás do Cruzeiro no grupo B, mas conseguisse a classificação. 

A fase final teve Fluminense, Palmeiras, Cruzeiro e Atlético Mineiro duelando pela taça. O Fluminense estreou com vitória magra e mínima diante do Palmeiras, gol de Mickey, que também fez o gol da vitória diante do Cruzeiro, em pleno Mineirão. Na última rodada, o empate por 1 a 1 diante do Galo garantiu o título tricolor, terminando com um ponto a mais que o Palmeiras, vice.

O gol do título do Fluminense

Aquela equipe contava com nomes como Félix, goleiro da Seleção Brasileira tri-campeã do mundo em 1970, Samarone, ídolo da Briosa e do Tricolor, Flávio, artilheiraço de grandes atuações na competição e 11 gols, um a menos que Tostão, artilheiro do campeonato. O treinador era Paulo Amaral. A campanha ficou para a história como a primeira grande aparição do time das Laranjeiras no cenário nacional, e o título veio com 10 vitórias, cinco empates e quatro derrotas, com 29 gols feitos e apenas 16 sofridos. 

No ano seguinte, o Fluminense sequer conseguiu classificar-se a fase final da competição. Na Libertadores, em sua primeira participação, o Tricolor caiu na primeira fase, num grupo que tinha Palmeiras, Deportivo Itália e Deportivo Galícia. Outra campanha do nível só viria em 1984, quando Romerito e cia. Levariam de novo a taça do Brasileirão para as Laranjeiras.
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

O Curioso do Futebol

O Curioso do Futebol
Site do jornalista Victor de Andrade e colaboradores com curiosidades, histórias e outras informações do mundo do futebol. Entre em contato conosco: victorcuriosofutebol@gmail.com

Facebook

Instagram

Twitter

YouTube

Aceisp

Total de visualizações