quarta-feira, 11 de julho de 2018

Na despedida do México, Santos empata sem gols com o Querétaro

O brasileiro Camilo Sanvezzo, que atua no Querétaro, tentando dar uma bicicleta
(foto: divulgação Querétaro)

Dois jogos, uma derrota, um empate e nenhum gol marcado: este é o saldo da excursão do Santos FC no México. Na noite desta terça-feira, dia 11, que adentrou na madrugada de quarta no Brasil, o Peixe encarou o Querétaro, no Estádio Corregidora, e não passou de um empate sem gols, apesar de ter dominado o jogo em alguns momentos, principalmente no início da partida.

O Santos FC aproveitou o final do recesso do Campeonato Brasileiro da Série A, por causa da Copa do Mundo Fifa Rússia 2018, para fazer dois amistosos no México. O primeiro deles foi na noite de sábado, dia 7, e o Peixe acabou derrotado pelo Monterrey pelo placar de 1 a 0. Por isto, a vitória contra o Querétaro deixaria o Alvinegro com uma imagem melhor no fim da excursão.

Em um estádio com vários espaços vazios, Querétaro e Santos fizeram um primeiro tempo com o Peixe mandando nas ações nos primeiros instantes. O primeiro lance foi com Diogo Pituca, aos 5 minutos, em chute de fora da área. Quem também assustou foi Rodrygo, que livre finalizou em cima do goleiro Volpi, aos 11'. Três minutos depois, Sasha teve incrível chance para abrir o marcador, mas bateu por cima do gol.

Após os 15 minutos, o time da casa equilibrou as ações. Com boas trocas de passes, os mexicanos passaram a rondar mais a área do Santos, que conseguia travar as jogadas. Porém, aos 41', houve um lance onde os jogadores do Querétaro reclamaram: Sanvezzo fez linda jogada pela direita e encobriu Vanderlei, mas Dodô tirou. Porém, a dúvida que ficou foi se o lateral do Peixe tirou a bola em cima da linha ou com ela tendo passado toda. Como o árbitro não deu, o primeiro tempo terminou com o placar de 0 a 0.

Ao fim, partida terminou com o placar em branco

Depois de um longo intervalo com música, danças, luzes no gramado e refletores apagados, o segundo tempo começou da mesma forma do início do jogo, com o Santos dominando o time mexicano. Porém, o Peixe não chegou a ter grandes chances como nos 45 minutos iniciais e, para piorar, o Querétaro foi melhorando com o passar do tempo.

No final da partida, o técnico Jair Ventura, ao contrário do jogo passado, contra o Monterrey, foi sacando os atacantes da partida e colocando meias, recuando o time. Isto chamou os mexicanos, que avançaram, mas não souberam aproveitar a oportunidade. Para piorar a situação do Alvinegro, Dodô foi expulso aos 41', por reclamação. Porém, o placar não foi alterado e a partida terminou com o placar de 0 a 0.

Depois de dois jogos no México, sendo uma derrota e um empate, sendo que não marcou um gol sequer, o Peixe volta as suas atenções para o Campeonato Brasileiro. Logo de cara, o Santos já tem o clássico contra o Palmeiras, que será realizado no dia 19 de julho, quinta-feira, às 20 horas no Pacaembu.
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

O Curioso do Futebol

O Curioso do Futebol
Site do jornalista Victor de Andrade e colaboradores com curiosidades, histórias e outras informações do mundo do futebol. Entre em contato conosco: victorcuriosofutebol@gmail.com

Facebook

Twitter

YouTube

Aceisp

Total de visualizações