segunda-feira, 23 de julho de 2018

Jair Ventura sai do Santos e é o sexto técnico a 'cair' no Brasileirão

Por Lula Terras

Jair Ventura deixou o comando do Santos FC nesta segunda-feira (foto: divulgação SFC)

O treinador Jair Ventura foi demitido e não dirige mais o Santos, ao menos durante um bom tempo, confirmando, uma outra rotina que rege no futebol brasileiro que é a já conhecida dança das cadeiras. Só nesta edição do Campeonato Brasileiro da Série A, já haviam sido demitidos outros cinco treinadores, e nada nem ninguém garante, que ficará por aí. Foram demitidos: Paulo César Carpegiani, pelo Flamengo, em março; Dorival Júnior, pelo São Paulo, em março; Wagner Lopes, pelo Paraná Clube, em fevereiro; Felipe Conceição, pelo Botafogo, em fevereiro; e Oswaldo de Oliveira, em fevereiro. 

O treinador que é filho de Jairzinho, artilheiro e tri-campeão Mundial em 70, no México e fez um bom trabalho, como treinador no Botafogo, no Rio de Janeiro, cujo ponto alto foi conduzir o time carioca até às quartas-de-final da Libertadores da América. Infelizmente não conseguiu repetir o sucesso, na equipe de Vila Belmiro, desde quando chegou, no início de janeiro deste ano, até o último jogo, no domingo, dia 22, quando ficou no empate em 0 a 0, contra a Chapecoense, numa das piores exibições da equipe santista em toda a temporada. 

Foram 39 jogos no comando da equipe, com 15 derrotas, 14 vitórias e 10 empates, com o aproveitamento de cerca de 44%. A posição do Santos no Brasileirão é complicada. Ocupa hoje, o 15° lugar, com 15 pontos ganhos, em 13 partidas realizadas, ou seja, apenas um ponto na frente do América Mineiro, que soma 14 pontos ganhos. O Santos ainda tem a ser favor, o fato de estar com um jogo a menos, contra o Vasco da Gama, válido pelo 1° Turno, mas nada garante que somaria pontos neste jogo, que deverá acontecer na Vila Belmiro. 

Um, dos trunfos que Jair Ventura tinha a seu favor é a classificação para a 2ª fase em competições de grande peso, como a Libertadores da América e Copa do Brasil. Só que poucos acreditavam na teoria do treinador e caso não houvesse a mudança de rumo na condução do time, restaria pouca chance de sucesso. Para se ter uma idéia, nas novas fases dessas competições, que é no sistema de mata-mata, o clube terá pela frente, na Libertadores da América, o Independiente, da Argentina, cujo primeiro jogo será dia 28 de agosto próximo, na Argentina. Pela Copa do Brasil, o adversário será Cruzeiro, de Belo Horizonte, com o primeiro jogo está previsto para o dia 1° de agosto, com mando de campo, do Santos. 

Situação definida de um lado resta agora a reposição do cargo de treinador, que é uma escolha que não pode ter erro, sob o risco da vaca ir para o brejo de vez. Vários nomes estão sendo cogitados, como os desempregados Abel Braga, ex-fluminenses; Zé Ricardo, ex-Vasco; Vanderlei Luxemburgo, ex-Sport Recife; Dorival Júnior, ex-São Paulo. A minha preferência é pela contratação de um treinador que venha do Exterior, talvez da Argentina, onde a escola de treinadores é bem mais evoluída do que a brasileira.

Confira a nota publicada pelo Santos FC confirmando a saída do técnico Jair Ventura:
A direção do Santos Futebol Clube comunica que Jair Ventura não é mais treinador da equipe profissional. O Clube agradece o profissionalismo do técnico durante o tempo em que aqui esteve no comando do Peixe.
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

O Curioso do Futebol

O Curioso do Futebol
Site do jornalista Victor de Andrade e colaboradores com curiosidades, histórias e outras informações do mundo do futebol. Entre em contato conosco: victorcuriosofutebol@gmail.com

Facebook

Instagram

Twitter

YouTube

Aceisp

Total de visualizações