sexta-feira, 6 de julho de 2018

Em 2002, Brasil sofreu e contou com “ajudinha” para eliminar Bélgica

Por Lucas Paes 

Wilmots marcou de cabeça, amas a arbitragem anulou o lance erroneamente

O pentacampeonato da Seleção Brasileira em 2002 é, com justiça, uma das campanhas mais lembradas da história canarinha. A seleção que chegou ao Mundial questionada, com o povo ainda clamando e reclamando da não convocação de Romário, superou as dúvidas e levou a taça para as terras tupiniquins pela quinta vez. Mas a campanha brasuca quase acabou cedo, quando os belgas complicaram muito o jogo, num distante 16 de junho de 2002, em Kobe, no Japão. 

Diante de uma Bélgica onde a camisa vermelha era quase laranja, o Brasil até começou pressionando, oferecendo perigo com Ronaldo e Rivaldo, que tentou de bicicleta. Depois foi a vez de Wilmots tentar a jogada e também jogar longe do gol. O lance chave do jogo veio quando Wilmots disputou bola aérea com Roque Junior e acertou uma cabeçada mortal nas redes brasileiras. Porém, o jamaicano Peter Prendergast anulou a jogada alegando falta do jogador belga, numa das decisões mais polêmicas daquela Copa do Mundo.

Rivaldo abriu o marcador com um chute de fora da área

O gol anulado não desanimou completamente o time da Bélgica que continuou jogando em cima, apesar disso foi Ronaldo que chegou mais perto de marcar no primeiro tempo, em lance que o Fenômeno chegou batendo após passe de Juninho na pequena área por cima da meta.

Já no segundo tempo, Wilmots, que não parecia em dia de sorte, acertou um baita chute rasteiro e Marcos, o Santo, fez uma defesaça. A Bélgica continuou pressionando e chegou com muito perigo com o sempre perigoso Wilmots, que obrigou São Marcos a operar mais um milagre em belíssimo chute colocado. Porém, quem não faz leva e, em 2002, deixar Rivaldo com liberdade para o chute era uma insanidade equivalente a permitir os cortes para a direita de Coutinho que assombram o planeta Terra. O camisa 10 brasileiro dominou uma bola pelo alto, girou e acertou um chutaço, que foi as redes e transformou o jogo em Kobe.

Ronaldo fez o segundo em jogada de Kleberson

A partida continuou difícil até os 42 do segundo tempo. Em um contra-ataque que não parece muito diferente de algo do naipe do que fariam Paulinho, Willian ou Douglas Costa, Kleberson, destaque jovem daquele Brasil, saiu do banco de reservas para puxar um contra ataque com velocidade de invejar a Vanderlei Cordeiro de Lima e tocou para o Umbabarauma, o homem gol, o Fenômeno, Ronaldo, que finalizou para as redes e pregou o caixão da valente Bélgica. O lance fez com que o volante, então no Atlético Paranaense, virasse titular nas partidas seguintes.

16 anos separam os duelos. Neste meio tempo o Brasil passou pela sua maior humilhação dentro de seus próprios domínios e foi resgatado por um gaúcho que é adorado do Oiapoque ao Chuí. A Bélgica, depois de anos em um eterno banho-maria tem sua melhor geração, porém não ofereceu resistência a Argentina em 2014 e decepcionou na Euro, além disso, a defesa preocupa. O duelo desta sexta é tão aberto quanto foi aquele cardíaco confronto de 2002, que quase levou ao óbito um time que seria destinado à glória. Em tempos de VAR, só Deus sabe o que ocorreria caso o gol de Wilmots fosse validado. 

Melhores momentos da partida

O jogo desta sexta bota a frente dois favoritos ao título mundial, e é uma prova de fogo para ambos os lados, para a Bélgica que tenta acabar com a aura de “time mediano” e pulverizar o local histórico de Scifo e Celeumans e para o Brasil, que tenta um título redentor que terminaria de resgatar o respeito que é recuperado aos poucos. Qualquer previsão sobre o duelo de amanhã é plausível (com exceção talvez de goleadas absurdas) e tudo pode acontecer. Preparem os marca-passos porque para ambos, ainda podem vir os sedentos franceses na semifinal, numa Copa em que a final parece menos “perigosa” que a caminhada até ela, pelo menos para Diabos e Canários.
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

O Curioso do Futebol

O Curioso do Futebol
Site do jornalista Victor de Andrade e colaboradores com curiosidades, histórias e outras informações do mundo do futebol. Entre em contato conosco: victorcuriosofutebol@gmail.com

Facebook

Twitter

YouTube

Aceisp

Total de visualizações