quinta-feira, 19 de julho de 2018

Alcindo e o primeiro gol da história da Copa do Brasil

Por Victor de Andrade

Alcindo marcou o primeiro gol da vitória do Flamengo e da história da competição

Com o fim dos Brasileirões com 40, 50 e até mais de 90 times, como aconteceu no final dos anos 70, a partir de 1987, o campeonato, que naquela época se chamava Copa União, ficou restrito aos times grandes dos centros mais fortes. Para trazer os outros estados para um torneio nacional, a CBF criou, em 1989, a Copa do Brasil, inspirada nas competições realizadas na Europa, como a Copa da Inglaterra e a Copa do Rei. O que pouca gente lembra é que o primeiro gol da história da Copa do Brasil foi feito por Alcindo.

Para iniciar a nova competição, que daria vaga para o campeão à Copa Libertadores, a CBF escolheu uma data nobre: 19 de julho, que é considerado o Dia do Futebol Brasileiro, pois foi quando, em 1900, o Esporte Clube Rio Grande foi fundado, a agremiação de futebol mais antiga do país. Era 32 equipes nas disputa, com todos os campeões estaduais profissionais e um segundo time dos 10 estados com maiores médias de público.

1989 foi o último ano de Zico pelo Flamengo

O sorteio apontou que na primeira fase, o Flamengo iria encarar o Paysandu, sendo que o primeiro jogo era mando do Rubro Negro. Os tempos eram outros e o time Carioca fez o jogo na Gávea e como lá não teve iluminação, a bola rolou a tarde, mesmo sendo em uma quarta-feira, tornando o primeiro embate da história do torneio.

A bola rolou e o Flamengo, que misturava jovens como Leonardo e Zinho, com veteranos consagrados como Leandro e Zico, passou a dominar a partida logo quando a bola rolou. Haviam dois destaques fora de campo: Júnior, que tinha recém acertado sua volta ao Rubro Negro, depois de passagem pela Europa, mas que não estava regularizado, e Bebeto, que negociava com o Vasco e não foi escalado (a negociação foi concretizada).

Reportagem sobre a partida

Aos 29 minutos de jogo, a bola balançava a rede pela primeira vez na história da competição. Depois de um bate-rebate na área, a bola caiu nos pés do Galinho de Quintino, que fazia sua última temporada pelo Flamengo. Zico dominou com categoria e com um leve tapa de direita deixou Alcindo livre. O atacante flamenguista ainda ajeitou a bola para marcar: 1 a 0 para o Flamengo.

No segundo tempo, o Flamengo ainda marcou o segundo, com Nando, após cobrança de escanteio. No final da partida, a torcida protestou pela saída de Bebeto, botando fogo em um boneco e quase causando um incêndio de grandes proporções, mas ninguém sem feriu. Porém, aquele 19 de julho de 1989 entrou para a história do futebol brasileiro.
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

O Curioso do Futebol

O Curioso do Futebol
Site do jornalista Victor de Andrade e colaboradores com curiosidades, histórias e outras informações do mundo do futebol. Entre em contato conosco: victorcuriosofutebol@gmail.com

Facebook

Instagram

Twitter

YouTube

Aceisp

Total de visualizações