domingo, 1 de julho de 2018

A Dinamarca eliminando a Nigéria na Copa de 1998 com goleada

Por Victor de Andrade

Sand marcou o terceiro gol dinamarquês na vitória de 4 a 1 sobre a Nigéria em 1998

A Dinamarca disputa as oitavas de final da Copa do Mundo Rússia 2018, contra a Croácia, neste domingo, dia 1º de julho, às 15 horas, do horário de Brasília, em Nizhny Novgorod. Em uma situação muito similar, a um pouco mais de 20 anos, os dinamarqueses conseguiram passar por uma situação muito parecida, contra a Nigéria, na França.

Na Copa de 1998, a Dinamarca estava no Grupo C da primeira fase, ao lado da anfitriã França, África do Sul e Arábia Saudita. Os dinamarqueses passaram para as oitavas em segundo, com apenas quatro pontos (como agora, em 2018) vencendo os sauditas, por 1 a 0, empatando com os sul-africanos, em 1 a 1, e perdendo para a França, por 2 a 1.

Nas oitavas, a Dinamarca teria pela frente a Nigéria, que foi uma das grandes sensações da primeira fase da competição. Estrearam vencendo a Espanha, por 3 a 2, depois bateram a Bulgária, por 1 a 0, e quando já estavam com o primeiro lugar do Grupo D garantido, foram derrotados pelo Paraguai, poupando vários atletas, por 3 a 1.

Foi a melhor apresentação dinamarquesa na Copa de 1998

Apesar da derrota no jogo anterior, os nigerianos eram considerados os favoritos no confronto de oitavas contra a Dinamarca. Assim, no dia 28 de junho de 1998, no Stade de France, em Saint-Denis, nos arredores de Paris, tudo levava a crer que os africanos venceriam a equipe dos irmãos Laudrup. Mas não foi o que aconteceu.

Antes de falar do jogo, é bom lembrar que a Dinamarca sempre foi de pregar peças nas competições que disputa. Em 1986, na Copa do México, chegou surpreendendo o mundo, aplicando goleadas e caiu apenas nas oitavas sendo goleado pela Espanha, mas ganhando o apelido de Dinamáquina. Em 1992, ganharam uma vaga na Eurocopa por causa da guerra civil na Iugoslávia, surpreenderam e foram campeões.

Por tudo isto, sempre foi complicado descartar a Dinamarca em confrontos decisivos e foi o que aconteceu naquele 28 de junho de 1998. Logo aos 3 minutos, Moller abriu o placar para os dinamarqueses. O gol desnorteou o time da Nigéria e os europeus fizeram o segundo aos 12', com Brian Laudrup.

A Nigéria só conseguiu furar o bloqueio adversário quando já estava 4 a 0

Na segunda etapa, a Dinamarca continuou mandando no jogo e Sand, aos 15', e Helveg, aos 31', fizeram 4 a 0 para sua equipe, que naquele momento lembrava a famosa Dinamáquina de 1986. Babangida, aos 33', diminuiu para os nigerianos, mas a goleada da Dinamarca estava intacta: 4 a 1 e vaga nas quartas.

A Dinamarca ainda daria um enorme trabalho para o Brasil na fase seguinte, perdendo por 3 a 2, chegando a estar na frente do placar no início da partida. Portanto, neste domingo, apesar de a Croácia ser a favorita, por estar mostrando um belíssimo futebol, não se pode descartar os dinamarqueses, já que a história aponta que eles podem surpreender.
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

O Curioso do Futebol

O Curioso do Futebol
Site do jornalista Victor de Andrade e colaboradores com curiosidades, histórias e outras informações do mundo do futebol. Entre em contato conosco: victorcuriosofutebol@gmail.com

Facebook

Instagram

Twitter

YouTube

Aceisp

Total de visualizações