sexta-feira, 8 de junho de 2018

Onde será a sede da Copa Libertadores Feminina de 2018?

Por Victor de Andrade

São Paulo, Manaus e Santa Cruz de la Sierra estão na briga para sediar o evento

Na próxima segunda-feira, dia 11, a Conmebol deve anunciar a sede da Copa Libertadores Feminina de 2018, a 10ª edição do evento, que está programado para acontecer em dezembro. Com duas equipes brasileiras confirmadas na edição, o Santos, atual campeão brasileiro, e o Audax, que em parceria com o Corinthians conquistou a última edição da competição, a dúvida é qual lugar vai receber o evento: São Paulo, Manaus ou a cidade boliviana de Santa Cruz de la Sierra.

Uma das concorrentes é a cidade de São Paulo, sob organização do Corinthians. Caso a cidade seja escolhida, as Mosqueteiras participariam da competição. Vale ressaltar que apesar da parceria entre Audax e Timão, o time de Osasco era quem oficialmente jogava o torneio do ano passado e, por isto, tem a vaga garantida para a edição de 2018.

A promessa do Corinthians seria utilizar a sua arena, o Pacaembu e o Canindé como estádios para a competição. E ficaria óbvia a formação dos grupos, com o Timão sendo o cabeça de chave em sua casa, o Santos no Municipal e o Audax no campo da Portuguesa.

Manaus também está no páreo para sediar a competição, através do Iranduba. Jogam a favor da capital amazonense a boa média de público que o Hulk tem no futebol feminino, disparadamente a melhor de toda a América do Sul, e o fato de colocar mais um evento na grande e imponente, mas ociosa Arena da Amazônia. Além disso, o Estádio da Colina, que também foi reconstruído antes da Copa do Mundo de 2014, e o Estádio Carlos Zamith, também construído para a estrutura do Mundial, receberia partidas.

Por fim, quem está na briga para receber o evento é a cidade boliviana de Santa Cruz de la Sierra. A federação do país está por trás da possível organização. A cidade não tem o problema da altitude e se ela for escolhida, evita de o torneio ser realizado no Brasil, o que aconteceu entre 2009 e 2014. Além disso, a Bolívia teria um segundo time na competição, tirando a possibilidade de ter três equipes brasileiras jogando.

E agora? Quem será a sede da Copa Libertadores Feminina de 2018? Todas as candidatas têm pontos positivos e negativos e sabemos que por causa do argumento da questão do desenvolvimento da modalidade para as mulheres no continente, nem sempre a melhor sede deve ganhar. Então é esperar a próxima segunda-feira.
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

O Curioso do Futebol

O Curioso do Futebol
Site do jornalista Victor de Andrade e colaboradores com curiosidades, histórias e outras informações do mundo do futebol. Entre em contato conosco: victorcuriosofutebol@gmail.com

Facebook

Twitter

YouTube

Aceisp

Total de visualizações