sábado, 16 de junho de 2018

O choro de Rashid Yekini na Copa do Mundo de 1994

Por Victor de Andrade

Yekini chorando após marcar o primeiro gol nigeriano na história das Copas: cena imortalizada

O sonho da maioria das crianças que querem ser jogadoras de futebol é disputar uma Copa do Mundo. Porém, se você é de um país que nunca foi em um Mundial, este sonho fica mais distante. Mas, você já atleta, a Seleção consegue a vaga no torneio e logo aos 21 minutos de jogo você balança as redes. Isto aconteceu com o atacante nigeriano Rashid Yekini, em 1994.

No dia 21 de junho daquele ano, no Estádio Cotton Bowl, em Dallas, nos Estados Unidos, a Nigéria fazia o seu primeiro jogo na história das Copas do Mundo contra uma forte Bulgária de Hristo Stoichkov, que ficaria em quarto naquele Mundial. Tudo levava a crer que a equipe europeia seria a favorita naquele embate, mas não foi o que aconteceu.

Com seu futebol rápido e envolvente, rapidamente a Nigéria passou a dominar o jogo. Amunike, Amokachi e Yekini envolviam os jogadores búlgaros, que não esperavam um estreante em Copas vindo daquele jeito. Tudo bem que até ali, a Bulgária nunca tinha ganho um jogo em Mundiais, mas os africanos tomavam conta da 'peleja'.

Aos 21 minutos, refletindo o que estava acontecendo na partida, a Nigéria abriu o marcador. Depois de rápida jogada pela direita, a bola foi cruzada na área e passou por quase todo mundo, menos por Rashid Yekini, que foi oportunista e balançou as redes! Era o primeiro gol dos Super Eagles na história das Copas do Mundo.

O fato foi tão importante que Rashid Yekini se agarrou nas redes e começou a chorar. A emoção tomava conta do atacante nigeriano, que até então defendia o português Vitória de Setúbal. Perguntado o porque da ação, Yekini disse que era um sonho estar na Copa do Mundo e que isto parecia ser ilusão, pois a Nigéria, até então, nunca tinha se classificado para o evento e, por isto, se emocionou.

Os melhores momentos da partida

A imagem de Yekini chorando correu o mundo e até hoje reflete o que significa a Copa do Mundo para os amantes de futebol. O nigeriano estava transformando em realidade o sonho de muita, mas muita gente que joga sua bolinha todos os dias, ao redor de todo o planeta.

Voltando ao jogo, a Nigéria continuou dominando a partida e venceu por 3 a 0, com Amokachi, aos 41' do primeiro tempo, e Amonike, aos 10' da etapa final, completando o marcador. Depois, os nigerianos perderiam para a Argentina, por 2 a 1, e venceriam os gregos por 2 a 0, passando em primeiro no Grupo D da competição. Nas oitavas, em um jogo equilibrado, os africanos foram eliminados pela Itália, de virada, com Roberto Baggio decidindo o jogo na prorrogação.

Rashid Yekini ainda defenderia a Nigéria na Copa de 1998, na França, onde a Nigéria repetiria a campanha de quatro anos antes, caindo nas oitavas de final, mas desta vez para a Dinamarca. O atacante é até hoje o maior artilheiro dos Super Eagles, com 37 gols e 58 jogos. Porém, em 2012, aos 48 anos, Yekini veio a falecer por problemas neurológicos. Mas, seja por ser o maior artilheiro, seja por ter marcado o primeiro gol de seu país em Copas, Yekini estará para sempre na história do futebol nigeriano.
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

O Curioso do Futebol

O Curioso do Futebol
Site do jornalista Victor de Andrade e colaboradores com curiosidades, histórias e outras informações do mundo do futebol. Entre em contato conosco: victorcuriosofutebol@gmail.com

Facebook

Instagram

Twitter

YouTube

Aceisp

Total de visualizações