segunda-feira, 18 de junho de 2018

Favorita à conquista do título, Bélgica bate o Panamá

Por Felipe Saúda
Fotos: Getty Images.com/Fifa.com

Lukaku fez uma boa estreia, marcando em duas oportunidades

Para muitos, favorita à conquista da Copa do Mundo, a Seleção Belga, repleta de vários valores técnicos, fez sua estreia oficial no início da tarde (no horário de Brasília) desta segunda-feira, dia 18, no Fisht Stadium, em Sochi, contra o fraco Panamá. A expectativa, é claro, era de uma grande apresentação por parte dos grandes craques dos diabos vermelhos, Kevin De Bruyne, do Machester City e Eden Hazard, do Chelsea. 

Os Belgas começaram pressionando o time panamenho, que visivelmente ficou emocionado na hora do hino, logo aos seis minutos, após bela arrancada de Hazard, por dentro, o camisa 10 serviu, Mertens, que mandou uma bomba para boa defesa do goleiro Penedo. A Bélgica era toda ataque. Aos 11, Mertens lançou Hazard, Roman Torres se antecipou mas fez uma lambança ao recuar curto demais para o goleiro Penedo, Hazard quase aproveitou! 

Aos 17, De Bruyne cobrou escanteio curto, dentro da área, para Mertens, que finalizou na rede pelo lado de fora. Aos 20, De Bruyne foi no fundo e bateu para a pequena área, Torres se antecipou a Lukaku e colocou para escanteio, na cobrança, nova jogada ensaiada, De Bruyne recebeu na entrada da área e mandou uma bomba por cima.

A Seleção Panamenha conseguiu segurar os belgas no primeiro tempo

A Bélgica seguia pressionando, mas esbarrava na forte marcação panamenha. Preso entre os zagueiros, Lukaku era figura apagada no jogo. Aos 37 a Bélgica voltou a assustar na genialidade de Hazard que arrancou por dentro e chutou forte para boa defesa de Penedo. Dois minutos depois, Mertens enfiou rasteiro para Lukaku, mas o goleiro Penedo saiu bem no carrinho para cortar. Fim de um primeiro tempo morno, em que a Bélgica, pouco criativa, não conseguiu furar a retranca adversaria. 

O segundo tempo veio e os belgas voltaram com tudo, logo a um minuto, Mertens pegou o rebote da zaga e de primeira, sem deixar a bola cair, marcou um golaço: 1 a 0 Bélgica!

A pintura do camisa 14, animou o time que se manteve no ataque em busca de mais tentos. Aos seis, De Bruyne bateu falta que passou perto da trave de Penedo. Aos nove o Panamá assustou, Murillo foi lançado e sozinho, cara a cara, acabou esbarrando em grande defesa do goleiro Courtois.

Ao final, um fácil 3 a 0

O tempo passava e a Bélgica sofria com os erros de passe, principalmente de De Bruyne, que fazia uma partida, até então, abaixo da critica. Mas com um jogador deste nível não se pode brincar. Aos 23, o camisa 7 costurou por dentro e cruzou linda bola de três dedos para Lukaku cabecear firme para o fundo do gol, 2 a 0! 

Aos 29, contra-ataque belga. Hazard arrancou e serviu Lukaku que mano a mano com o goleiro demonstrou muita frieza para dar uma cavadinha e marcar 3 a 0! 

Aos 43, o Panamá buscou o gol de honra. Escobar soltou a bomba e Courtois encaixou firme. Foi o último lance de emoção de um jogo em que a Bélgica não foi brilhante, mas conseguiu impor a sua superioridade técnica para cima de uma das piores seleções desta Copa do Mundo.
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

O Curioso do Futebol

O Curioso do Futebol
Site do jornalista Victor de Andrade e colaboradores com curiosidades, histórias e outras informações do mundo do futebol. Entre em contato conosco: victorcuriosofutebol@gmail.com

Facebook

Twitter

YouTube

Aceisp

Total de visualizações