segunda-feira, 25 de junho de 2018

E deu Uruguai! Com facilidade

Por Victor de Andrade
Fotos: Getty Images.com/Fifa.com

Luiz Suárez marcou o segundo gol dele no Mundial

Mais uma vez a escrita de que a Celeste Olímpica gosta mesmo de grandes desafios foi consolidada. Depois de vencer Egito e Arábia Saudita, ambas por 1 a 0, de maneira bem sonolenta, a Seleção Uruguaia mostrou que pode fazer mais e bateu a Rússia, seleção do país sede da Copa do Mundo, por 3 a 0. O jogo, realizado nesta segunda-feira, dia 25, na Arena Samara, fechou o Grupo A da primeira fase do torneio e colocou o Uruguai como primeiro colocado.

Depois das duas primeiras rodadas, o jogo que definiria o líder da chave tinha como favorita a Rússia. Tudo porque a seleção da cada tinha goleado a Arábia Saudita, por 5 a 0, e vencido bem o Egito, por 3 a 1, contra os dois magros triunfos do time sul-americano. Tá certo que os russos pouparam alguns titulares, mas quem viu as duas primeiras rodadas estava convicto que a Celeste teria dificuldades.

Mas, como abrimos este texto, em partidas mais difíceis, o Uruguai cresce. Isto é histórico e hoje não foi diferente! O time charrua parecia outro se comparado às duas primeiras partidas. E logo aos 10 minutos, a equipe sul-americana abria o marcador. O autor do gol foi nada mais, nada menos que Luiz Suárez, marcando o seu segundo tento no Mundial.

Smolnikov foi expulso e complicou ainda mais a situação da Rússia

A Rússia até tentava reagir, mas esbarrava na boa defesa uruguaia e na falta de precisão de seus atacantes. Aos 23 minutos, o artilheiro russo na Copa até aqui, Cheryshev, balançou as redes. Porém, não era o empate russo, pelo contrário. O meia jogou contra o próprio patrimônio, marcando os segundo gol dos uruguaios na partida. O time da casa já havia percebido que o dia não era deles.

Para piorar ainda mais a situação da Rússia, aos 39', Smolnikov parou um contra-ataque uruguaio dando um carrinho em Diego Laxalt. Como já tinha amarelo, o jogador russo acabou sendo expulso, facilitando ainda mais a situação do time adversário no jogo, que foi para o intervalo com o placar de 2 a 0 para o Uruguai.

Cavani deixou o dele

No segundo tempo, em alguns momentos, a equipe uruguaia claramente tirou o pé, vendo que a vitória já estava garantida. Aliás, a Celeste voltou a pressionar após as substituições. De Arrascaeta e Cristían Rodríguez deram um novo ânimo ao time, que voltou a pressionar. Aliás, o meia do Cruzeiro quase marcou um golaço olímpico, mas o goleiro Afinkeev faz uma magistral defesa.

Porém, o terceiro gol uruguaio voltou a amadurecer e aconteceu aos 45 minutos. Depois de cobrança de escanteio, a bola sobrou para Cavani, que marcou o seu primeiro gol na Copa: 3 a 0 para o Uruguai e a primeira colocação do Grupo A garantida para a Celeste Olímpica.

Uruguai e Rússia, que ficou com o segundo posto, esperam os jogos do Grupo B, que acontecerão às 15 horas do horário de Brasília, para saberem os respectivos confrontos das oitavas de final da Copa do Mundo 2018.
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

O Curioso do Futebol

O Curioso do Futebol
Site do jornalista Victor de Andrade e colaboradores com curiosidades, histórias e outras informações do mundo do futebol. Entre em contato conosco: victorcuriosofutebol@gmail.com

Facebook

Instagram

Twitter

YouTube

Aceisp

Total de visualizações