domingo, 24 de junho de 2018

1962 - A primeira Copa do Mundo da Colômbia

Por Victor de Andrade

Os colombianos surpreenderam quando conseguiram a vaga para a Copa do Mundo de 1962

A Colômbia tem, atualmente, uma das seleções mais respeitadas do futebol sul-americano. Capaz de produzir jogadores da qualidade de James Rodriguez, Cuadrado e Falcão Garcia, ou Asprilla, Rincón e Valderrama em um passado não tão distante, o país passou a ter este status a partir do final da década de 80, com a geração que foi a Copa do Mundo três vezes consecutiva (1990, 1994 e 1998). Porém, o cenário antes disso era totalmente diferente e a classificação do time cafeteiro para o Mundial de 1962 foi uma grande surpresa.

A Federação Colombiana de Futebol foi fundada apenas no final da década de 30 e a seleção do país só foi tentar uma vaga em Copa do Mundo apenas para 1954, onde não logrou exito. Depois de falhar também em 1958, a vaga para 1962 tinha um caminho mais curto, tudo porque o evento era no Chile e o Brasil havia conquistado o título do torneio anterior. Com duas seleções sul-americanas confirmadas na Copa, a concorrência diminuiu e o sorteio apontou que os colombianos iriam disputar a vaga no Mundial com o Peru.

Em 30 de abril de 1961, a Colômbia recebeu o Peru em Bogotá e venceu por 1 a 0. A heroica classificação veio em Lima, com o empate em 1 a 1. Os cafeteiros estavam no Mundial pela primeira vez na história.

No sorteio, a Colômbia caiu no Grupo A, ao lado de Uruguai, que voltava ao Mundial depois de ficar de fora em 1958, a União Soviética, do grande goleiro Yashin, e a sempre forte Iugoslávia. As partidas da chave foram realizadas em Arica e na estreia, no dia 30 de maio, a Colômbia encarou a Celeste e saiu na frente aos 19 minutos, com Zuluaga, de pênalti. Era o primeiro gol da equipe na história das Copas. Porém, na segunda etapa veio o balde de água fria: Sacía e Cubilla viraram o jogo para os uruguaios.

O 4 a 4 contra a Rússia foi o maior feito da equipe naquele Mundial

Em 3 de junho, a Colômbia voltava a campo, desta vez para encarar a União Soviética e, neste dia, a equipe realizaria seu maior feito na competição. O time soviético começou com tudo e abriu 3 a 0 em 11 minutos, com dois de Ivanov e outro de Chislenko. Aos 2', Aceros diminuiu. Aos 11' da segunda etapa, Ponedelnik fazia 4 a 1 para o time vermelho. Porém, os colombianos, com uma certa ajuda da arbitragem do brasileiro Etzel Filho, que chegou a declarar depois que prejudicou os comunistas de propósito, buscaram o empate com Coll, marcando olímpico aos 23', Rada, aos 27', e Kilinger, aos 41'.

O empate em 4 a 4 contra a forte União Soviética fez com que a Colômbia chegasse à última rodada precisando de uma vitória sobre a Iugoslávia para chegar à segunda fase da competição. Porém, o time não rendeu nem perto do esperado e foi goleado por 5 a 0 pelo time que ficaria em quarto naquela Copa: Galic e Jerkovic, duas vezes cada, e Melic marcaram os gols iugoslavos.

Depois da Copa de 1962, que foi ganha pelo Brasil, a Colômbia ficaria 28 anos sem participar de uma Copa do Mundo, voltando a disputar o torneio apenas em 1990, quando conseguiu, inclusive, passar pela fase de grupos, conseguindo sua primeira vitória em Copas, sobre os Emirados Árabes, e conseguindo um empate com a poderosa Alemanha Ocidental.
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

O Curioso do Futebol

O Curioso do Futebol
Site do jornalista Victor de Andrade e colaboradores com curiosidades, histórias e outras informações do mundo do futebol. Entre em contato conosco: victorcuriosofutebol@gmail.com

Facebook

Twitter

YouTube

Aceisp

Total de visualizações