domingo, 27 de maio de 2018

Cruzeiro vence o Santos e Jair Ventura fica na "corda bamba"

Diego Pituca disputa bola pelo alto: Santos perdeu mais uma no Brasileirão
(foto: Ivan Storti/SFC)

O Santos Futebol Clube recebeu na tarde deste domingo (27), no Pacaembu, a equipe do Cruzeiro, em partida válida pela 7ª rodada do Campeonato Brasileiro, e foi derrotado pelo placar de 1 a 0, gol de Bruno Silva, no segundo tempo. O resultado aumentou o drama do técnico Jair Ventura, que já estava com o cargo ameaçado por causa do desempenho da equipe nos últimos jogos.

Classificados como campeões de seus respectivos grupos na Conmebol Libertadores, seria comum imaginar que Santos Futebol Clube e Cruzeiro começassem a partida se estudando. Mas foi exatamente o oposto que ocorreu: logo nos minutos iniciais o Peixe buscou ditar o ritmo do jogo, com investidas frequentes no seu campo de ataque. As melhores chances dos primeiros minutos saíram dos pés de Jean Mota, que concluiu sem muita força cruzamento recebido pela esquerda, e de Gabriel, que aproveitou bobeira da zaga celeste para finalizar forte, obrigando Fábio a fazer boa defesa.

O Cruzeiro buscou em algumas ocasiões articular jogadas pelas laterais ao longo da primeira etapa, no entanto, Daniel Guedes e Dodô, com atuações seguras, dificultaram a criação adversária. Sobrou tentar algo pelo meio, de onde acabou surgindo a chance mais perigosa dos mineiros: aos 28 minutos, Rafael Sobis chutou forte, fazendo com que Vanderlei protagonizasse grande defesa.

Poucos minutos depois o Peixe respondeu: Gabriel recebeu boa bola de Rodrygo pelo meio, mas, na hora a conclusão, foi travado por Dedé, mudando a rota do chute. Já perto do final da primeira etapa, o Santos FC teve outra grande chance: Daniel Guedes deu um drible seco em Egídio pela direita e armou cruzamento, mas Fabio chegou antes de Gabriel para a conclusão da jogada.

A segunda etapa começou travada, marcada por muito perde e ganha no meio de campo. Gustavo Henrique teve boa chance aos 18 minutos, após receber bola pelo alto de Jean Mota, mas desperdiçou cabeceando por cima do gol de Fábio. Pouco tempo depois Jean Mota é quem teve a oportunidade em cobrança de falta, mas Fábio novamente apareceu para fazer boa defesa.

Finalmente recuperado e muito pedido pela torcida presente no Pacaembu, Bruno Henrique entrou aos 23 minutos no lugar de Diego Pituca. E em seu primeiro lance no jogo assustou: ele recebeu pelo meio, avançou, mas na hora da conclusão foi interceptado. Poucos minutos depois, no entanto, após grande defesa de Vanderlei em chute de Robinho, o Cruzeiro abriu o placar com Bruno Silva, que aproveitou casquinha de Raniel após cobrança de escanteio: 1 a 0 para a Raposa.

O próximo desafio do Peixe, que está perto da zona de rebaixamento no Brasileirão, será contra o Atlético-PR, quinta-feira, dia 31, às 21 horas, na Arena da Baixada. Já o Cruzeiro joga novamente na quarta-feira, dia 30, às 21h45, no Mineirão, contra o Palmeiras.
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

O Curioso do Futebol

O Curioso do Futebol
Site do jornalista Victor de Andrade e colaboradores com curiosidades, histórias e outras informações do mundo do futebol. Entre em contato conosco: victorcuriosofutebol@gmail.com

Facebook

Instagram

Twitter

YouTube

Aceisp

Total de visualizações