segunda-feira, 7 de maio de 2018

Afinal, a final

Por Fábio Lázaro

Mohamed Salah e Cristiano Ronaldo: os dois grandes nomes da final da Champions League

Na Real, creio que até os próprios madridistas estão cansados de final. Afinal, será o terceiro ano consecutivo no qual o time merengue decide a Champions League.

Enquanto isso, em outras ruas da Europa quatro novos personagens distintos voltam a atravessar uma avenida em Liverpool. 48 anos depois, Abbey Road dá lugar a Anfield Road e John, Paul, Ringo e George dão lugar a Mané, Salah, Firmino e Klopp.

Enquanto, de um lado os brancos espanhóis estão face a face com o tricampeonato, que significaria o 13º de sua história, os vermelhos ingleses estão de volta a uma decisão continental após dez anos. E sabe o que isso significa numa final? Absolutamente nada.

No mundo da bola, a terra da rainha se rende a coroa de quem é Real e realmente joga o melhor futebol do mundo nos últimos anos. Por outro lado, nesse mesmo mundo da bola, quem é rei também perde a majestade. E se quem tem reinado na Europa é um gajo português, em 2018 um discreto menino egípcio tem escrachado o seu “Eis me aqui”.

Então, nesse miscigenado mundo da bola, onde a Espanha é liderada por Portugal, numa aversão à Tordesilhas, e que a Inglaterra, civilização inventora do futebol, se rende a uma moderna cultura egípcia, podemos entender que não entendemos nada neste planeta, que também é redondo. Nos deixamos, então, apenas sentir, neste esporte sensitivo que nunca acaba. Nem na final. Que é o ponto final de uma infinita reticências.

Afinal, é final. Afinal, é futebol!
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

O Curioso do Futebol

O Curioso do Futebol
Site do jornalista Victor de Andrade e colaboradores com curiosidades, histórias e outras informações do mundo do futebol. Entre em contato conosco: victorcuriosofutebol@gmail.com

Facebook

Instagram

Twitter

YouTube

Aceisp

Total de visualizações