terça-feira, 3 de abril de 2018

Colo-Colo de Ilhéus campeão baiano de 2006

Por Victor de Andrade

O Colo-Colo aproveitou a má fase da dupla Ba-Vi, surpreendeu e conquistou o Baiano de 2006

Completando 70 anos nesta quarta-feira, dia 3 de abril, o Colo-Colo de Futebol e Regatas, da cidade de Ilhéus, é um dos clubes mais tradicionais da Bahia. Em sua bela história, seu maior feito, com certeza, aconteceu em 2006, quando a equipe conquistou o campeonato estadual, quebrando uma longa hegemonia da dupla Bahia e Vitória.

No início da competição, era até esperado que o Colo-Colo fizesse uma boa campanha, sendo o favorito para ser o melhor entre os pequenos. Porém, ser campeão era algo longe do pensamento. É claro que ninguém entra em campo pensando em não conquistar a competição, mas eram 37 anos de domínio Ba-Vi (em 2002, o Palmeiras Nordeste, de Feira de Santana, havia conquistado o estadual. Porém, Bahia e Vitória não disputaram a competição, jogando apenas a Copa do Nordeste). Porém, vale lembrar que 2006 foi o ano que os dois grandes do futebol baiano jogaram o Campeonato Brasileiro da Série C.

O Colo-Colo estava no Grupo A, ao lado de Fluminense de Feira de Santana, Bahia, Catuense, Camaçari e Poções. No primeiro turno, as equipes jogavam contra os times da outra chave e a equipe de Ilhéu estreou empatando com o Vitória, em Salvador, em 1 a 1. Mas o time embalou e terminou a fase com 24 pontos, liderando sua chave.

A equipe campeã baiana de 2006

Naquele Campeonato Baiano, cada turno tinha o seu mata-mata e o Tigrão encarou nas quartas a Catuense, vencendo o primeiro jogo por 2 a 1 e perdendo o segundo por 3 a 2, passando por ter a melhor campanha. Na semifinal, foram dois empates com o Bahia (2 a 2 e 1 a 1) e novamente a melhor campanha colocou o time de Ilhéus na decisão. O Colo-Colo encarou o Vitória nas finais e após um empate em 1 a 1, o Tigrão venceu o segundo jogo por 2 a 1 e conquistou o primeiro turno, já se garantindo nas finais.

Porém, se alguma equipe vencesse os dois turnos, era campeão direto. E o Colo-Colo conseguiu uma grande proeza. Iniciou o segundo turno vencendo o Fluminense de Feira por 3 a 1. E assim como foi na primeira metade da competição, o Tigrão foi fazendo grande campanha e liderou a sua chave com 18 pontos.

Mais um mata-mata e o Colo-Colo foi soberano, primeiro passando pelo Fluminense de Feira após resultado igual. Na semifinal, o Ipitanga foi a vítima, com o time de Ilhéus vencendo o segundo jogo por 3 a 2, após empata em 1 a 1 no primeiro embate. Como campeão do primeiro turno, se o Tigrão vencesse o Vitória na final do segundo, já conquistaria o título.

Confira a final do segundo turno, que garantiu o título ao Colo-Colo

E foi exatamente o que aconteceu. O Colo-Colo, no primeiro jogo, impôs o seu ritmo, surpreendeu o Leão e venceu por 4 a 3. Na segunda partida, no Barradão, o Tigrão saiu perdendo, mas surpreendeu e com gols de Ednei e Gil (dois cada) virou o jogo para 4 a 2, conquistando o segundo turno e, em consequência, o Campeonato Baiano de 2006.

O último time a conquistar o Campeonato Baiano sem ser Bahia e Vitória e com eles na competição tinha sido o Fluminense de Feira, em 1969. O Bahia de Feira de Santana repetiu o feito em 2011, sendo o último 'pequeno' a conquistar o estadual.
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

O Curioso do Futebol

O Curioso do Futebol
Site do jornalista Victor de Andrade e colaboradores com curiosidades, histórias e outras informações do mundo do futebol. Entre em contato conosco: victorcuriosofutebol@gmail.com

Facebook

Twitter

YouTube

Aceisp

Total de visualizações