terça-feira, 17 de abril de 2018

1981: Olaria campeão da Taça de Bronze

Por Alexia Faria

O time do Olaria, posando com a foto no Arruda, em 1981: campeão da Taça de Bronze

Muitos não sabem, mas a primeira vez que o futebol brasileiro teve um terceiro estágio foi em 1981. Naquele ano, além das taças de Ouro e Prata, foi realizada a de Bronze, equivalente ao atual Campeonato Brasileiro da Série C. E o primeiro campeão da história da terceira divisão nacional foi o Olaria.

Naquele ano, a organização contou com 24 times e nas duas primeiras fases o que decidiu foi  famoso mata-mata em ida e volta. Já na terceira fase, dois grupos com três agremiações, onde as equipes se enfrentavam em turno e returno, dentro da própria chave. Os times finalistas foram os dois primeiros colocados de cada grupo.

O então governador de Pernambuco, Marco Maciel, entrega a taça

Com uma boa temporada, o Azulão da Bariri fez história e foi o primeiro campeão do Brasileirão da Série C. A estreia do Olaria foi contra o Colatina e uma vitória por 3 a 1, fora de casa, e um empate em 1 a 1 fizeram a equipe passar de fase. Na segunda etapa, os cariocas eliminaram o Paranavaí, com duas vitórias, 2 a 0 e 1 a 0.

Na fase semifinal, o Olaria caiu no Grupo A, ao lado do São Borja, do Rio Grande do Sul, e do cuiabano Dom Bosco. O Azulão estreou com derrota para os gaúchos, por 2 a 0, mas venceu as duas em casa (2 a 0 contra o Dom Bosco e 1 a 0 contra o São Borja) e o time se classificou para a final mesmo com a derrota de 1 a 0 para a equipe do Mato Grosso na última rodada.

Na decisão, o adversário foi o pernambucano Santo Amaro. A primeira partida aconteceu em Marechal Hermes, no Rio de Janeiro, no dia 25 de abril. Logo aos 13 minutos do primeiro tempo, o Alvianil abriu o placar com Chiquinho. O jogo seguiu assim, com um placar magro até o segundo tempo. O atacante Zé Ica ampliou aos 14 da segunda etapa. Leandro deixou o dele também, porém não parou por aí. Dois minutos depois ele marcou mais um e o Olaria venceu o Santo Amaro por 4 a 0, garantindo boa margem para o segundo jogo.

Jogadores levantam a taça de campeão

Na partida de volta, realizada no Mundão do Arruda, em Recife, no feriado de 1º de maio, o Santo Amaro foi para cima, mas não conseguia bater a defesa do Olaria. Aos 35' da segunda etapa, Derivaldo fez 1 a 0 para os pernambucanos, mas isto não foi o suficiente para tirar o título do Azulão da Bariri. O Olaria se sagrava campeão da Taça de Bronze, um título nacional.
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

O Curioso do Futebol

O Curioso do Futebol
Site do jornalista Victor de Andrade e colaboradores com curiosidades, histórias e outras informações do mundo do futebol. Entre em contato conosco: victorcuriosofutebol@gmail.com

Facebook

Instagram

Twitter

YouTube

Aceisp

Total de visualizações