quinta-feira, 1 de março de 2018

Santos estreia mal na Libertadores e é derrotado pelo Real Garcilaso

Por Lucas Paes

O Santos foi derrotado na estreia da Libertadores (Foto: Eduardo Meija/AP)

O Santos não teve a estreia na Copa Libertadores de 2018 como o torcedor esperava. O Peixe não jogou bem e acabou derrotado por 2 a 0 pelo Real Garcilaso, gols de Vidales e Ramúa. O jogo ocorreu no Estádio Inca Garciliaso de La Vega, em Cuzco, no Peru. Na primeira rodada, a possível "zebra" começa na liderança do Grupo 6 da competição.

O Santos vinha de vitória no Campeonato Paulista pra cima do Santo André, por 2 a 0, completando o seu quarto jogo sem derrota na competição. Já os peruanos vinham de derrota por 2 a 0 para a Academia Cantolao, no Campeonato Peruano. Porém, haviam jogado com o time reserva, poupando atletas para o primeiro jogo na principal competição de clubes da América do Sul.

Gabigol perde chance clara para o Santos 
(Foto: Leonardo Lourenço)

Jogando na altitude, apesar de equilibrar o duelo no começo, o Alvinegro Praiano não demorou muito a levar o primeiro gol, em jogada pela lateral, Santillán cruzou rasteiro e Vidales bateu para o gol vazio para colocar a Maquina Celeste na frente. A partir dai, o time da casa passou a pressionar e empurrar os santistas para a defesa.

Aos 15 minutos, o Peixe quase chegou ao empate, em rápida jogada de ataque, Sasha tocou para Gabigol que chutou e o zagueiro peruano tirou em cima da linha. Pouco depois, Copete cruzou da esquerda, mas o goleiro Morales defendeu bem e evitou problemas maiores. Aos 22', Ramúa bateu falta com força e Vanderlei teve dificuldades para defender. Na sequência, no escanteio, Dulanto cabeceou com muito perigo.

A partir dai, os celestes voltaram a pressionar. Ramúa bateu falta para a área e Vidales desperdiçou chance ótima de frente com Vanderlei. Usando da altitude, o time peruano finalizava muito de longe, aos 31', Ramúa acertou um chute venenoso de muito longe e Vanderlei mandou para escanteio. Na cobrança, o próprio Ramúa cruzou na cabeça de Oscar Franco, porém ele cabeceou em cima do goleiro santista.

O Garcilaso terminou o primeiro tempo a frente 
(Foto: Leonardo Lourenço)

O Garcilaso seguiu tendo mais a bola e pressionando. Já aos 43', Ramúa, melhor da partida até ali, fez ótima jogada e bateu para boa defesa de Vanderlei, evitando o segundo gol peruano. Pouco depois, após um contra ataque, em cobrança de falta ensaiada, Vecchio rolou e Jean Motta bateu com muita força, a redonda passou muito perto do gol. Foi a última chance alvinegra antes do fim do primeiro tempo.

A etapa final voltou do mesmo jeito da inicial. Logo no primeiro minuto, Ramúa apareceu de novo, chutando com muito perigo e obrigando Vanderlei a fazer outra defesaça. Aos 8', o Peixe mostrou reação, outra vez Sasha fez boa jogada pela linha de fundo, tocou para trás e Vecchio chutou por cima.

Jogadores do Santos reclamam com a arbitragem no gol de Ramúa
(Foto: Leonardo Lourenço)

Depois da partida ficar um pouco mais travada, o time da Vila Belmiro passou a ter mais algum controle sobre o jogo, chegando bastante ao ataque e criando chances. Aos 21', Gabigol desviou um lançamento de Braz e quase empatou o jogo para os santistas. Aos 28', o Garcilaso voltou a chegar com Archimbaud, que chutou de muito longe e Vanderlei defendeu.

Os santistas até tentaram pressionar e foram para cima, sem conseguir criar muitas chances perigosas. Já aos 43', quando parecia que o jogo ficaria 1 a 0, Ramúa foi premiado pela partidaça que fez e acertou um chutaço, a bola tocou na trave e entrou, saindo depois do gol, mas não havia dúvidas de que a pelota havia entrado. Fim de jogo e vitória peruana.

O próximo jogo do Peixe é o clássico diante do Corinthians, no domingo, dia 4 de Março, no Pacaembu. Na Libertadores, a próxima partida do Alvinegro Praiano será no dia 15 de Março, diante do Nacional, do Uruguai, também no Pacaembu. Já os peruanos terão o Sport Huancayo, fora de casa, no Campeonato Peruano, no sábado e jogam no dia 14 de Março (quarta-feira), contra o Estudiantes, na Argentina, na Libertadores.

Partida do Santos foi abaixo do esperado (Foto: Eduardo Meija/AP)

Ficha Técnica
REAL GARCILASO 2 x 0 SANTOS

Data: 01 de Março de 2018
Local: Estádio Inca Garciliaso de La Vega - Cuzco/Peru
Árbitro: Gery Vargas
Assistentes: José Antelo e Juan Montaño

Cartões Amarelos
Real Garciliaso: Dulanto
Santos: Vecchio, Lucas Veríssimo, Vitor Bueno

Gols
Real Garciliaso: Vidales, aos 7' do primeiro tempo e Ramúa, aos 43' do segundo tempo

Real Garciliaso: 
Diego Morales, Santillán, Dulanto, Kontogiannis, Arismendi; Garcia (Archimbaud), Álvarez; Vidales (Pérez), Ramúa, Landauri (Cossio); Oscar Franco - Técnico: Oscar Ibañez

Santos: Vanderlei, Daniel Guedes, Lucas Veríssimo, David Braz e Jean Mota (Arthur Gomes); Alison; Renato, Vecchio (Vitor Bueno); Eduardo Sasha (Rodrygo Goes), Copete, Gabigol - Técnico: Jair Ventura
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

O Curioso do Futebol

O Curioso do Futebol
Site do jornalista Victor de Andrade e colaboradores com curiosidades, histórias e outras informações do mundo do futebol. Entre em contato conosco: victorcuriosofutebol@gmail.com

Facebook

Twitter

YouTube

Aceisp

Total de visualizações