sexta-feira, 9 de março de 2018

Itumbiara - Campeão goiano de 2008

Por Victor de Andrade

Um time bem montado que bateu as grandes forças do estado: o Itumbiara campeão de 2008

Nascido em 9 de março de 1970, da junção de dois clubes profissionais da cidade, o Nacional e o Goiás, o Itumbiara tornou-se logo em seu nascimento, uma das maiores forças do interior do futebol goiano. Mas a maior glória do clube em seus 48 anos de história foi conseguido em 2008, quando Gigante do Vale desbancou as maiores forças do Estado e conquistou o Campeonato Goiano.

Para a disputa da competição, o clube, com apoio da cidade, investiu bastante, trazendo nomes de peso para a montagem do elenco. Vieram para o Itumbiara o goleiro Sérgio, os meias Wellington Saci e Caíco, além dos atacantes Landu e Basílio. Para comandar a equipe, a diretoria buscou PC Gusmão, ex-auxiliar de Vanderlei Luxemburgo e que já havia passando por clubes de expressão.

A equipe campeã goiana de 2008

O Campeonato Goiano de 2018 contou com 12 equipes, divididas em dois grupos. No A, estavam Atlético, Vila Nova, Anápolis, Mineiros, CRAC e Canedense. No Grupo B, além do Itumbiara, estavam Goiás, Anapolina, Trindade, Jataiense e Novo Horizonte. Os clubes enfrentavam os times do outro grupo em duas oportunidades e da mesma chave uma vez. Após 17 rodadas, as duas primeiras colocadas de cada chave avançavam às semifinais.

O Itumbiara estreou vencendo o Vila Nova por 3 a 1, em casa, e depois bateu o Canedense por 2 a 0 fora de casa. Depois de um triunfo contra o Atlético, o Gigante do Vale foi derrotado pela primeira vez na quarta rodada, quando levou 3 a 2 do Mineiros. Em seguida, outra derrota, em seus domínios, por 2 a 0 para o CRAC.

A recuperação da equipe veio com a vitória contra o Anápolis, por 2 a 0. Depois o time enfrentou o Vila Nova (derrota por 1 a 0), Canedense (goleada por 6 a 0), Atlético (triunfo por 2 a 1), Mineiros (1 a 1), CRAC (0 a 0), Anápolis (derrota por 2 a 0) e Trindade (vitória por 2 a 1).

Basílio foi o grande destaque

No turno  m que os times do mesmo grupo se enfrentavam, o Itumbiara venceu o Goiás, por 3 a 2, empates com a Anapolina (2 a 2) e Novo Horizonte (0 a 0), e encerrou a primeira fase vencendo o Jataiaense por 2 a 0. Com isto, o Gigante do Vale garantiu vaga na semifinal como segundo no grupo B, logo atrás do Goiás.

Nas semifinais, o Itumbiara encarou o Atlético, que era o favorito. Porém, o Gigante do Vale mandou o favoritismo para as cucuias e com duas vitórias (1 a 0 em casa e 3 a 2 em Goiânia), garantiu seu lugar na decisão, onde encararia o Goiás.

O Verde Esmeraldino era favorito. O time, comandado por Caio Júnior, tinha nomes como Harlei, Paulo Baier e Schwenk. Porém, no primeiro jogo, realizado no JK, em Itumbiara, o Gigante do Vale venceu por 1 a 0, com um belo gol de Basílio, de sem pulo.

Vídeo em comemoração ao título

No dia 4 de maio de 2008, o Serra Dourada estava lotado, onde todos esperavam uma virada do Goiás. Porém, o Itumbiara não deu sopa para o azar e logo aos 4 minutos, Landu abriu o marcador. O time verde foi para cima e deixou o contra-ataque para o Gigante do Vale, que ampliou aos 16', com Basílio. Na segunda etapa, o mesmo Basílio fez o terceiro e garantiu o título da equipe, que fez uma grande festa em Goiânia.

No ano seguinte, o Itumbiara tentou repetir a dose, mantendo Caíco e Landu e trazendo nomes como Ávalos, Denilson e Túlio Maravilha. Porém, o máximo que a equipe conseguiu em 2009 foi ser o adversário do Corinthians na estreia do Ronaldo.
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

O Curioso do Futebol

O Curioso do Futebol
Site do jornalista Victor de Andrade e colaboradores com curiosidades, histórias e outras informações do mundo do futebol. Entre em contato conosco: victorcuriosofutebol@gmail.com

Facebook

Instagram

Twitter

YouTube

Aceisp

Total de visualizações