domingo, 18 de março de 2018

Briosa bate Desportivo Brasil e segue na liderança do Paulista da A-3

Por Victor de Andrade, direto do Estádio Ulrico Mursa
Fotos: Flavio Hopp

Carlos Alberto, Léo Gonçalves e Rômulo comemoram o primeiro gol da partida

A Portuguesa Santista segue fazendo um grande Campeonato Paulista da Série A-3 de 2018. Jogando no Estádio Ulrico Mursa, em Santos, na manhã deste domingo, dia 18, a Briosa derrotou mais um rival que briga na parte de cima da tabela da competição, o Desportivo Brasil, pelo placar de 2 a 0. Os gols foram marcados por Willian, contra, no primeiro tempo, e Anderson Magrão, na etapa complementar.

Antes de iniciar a rodada, a Portuguesa Santista era a líder da competição, com apenas uma derrota em 16 jogos. Na última rodada, a Briosa venceu o Capivariano, fora de casa, por 2 a 1, com todos os gols da partida saindo depois dos 35 minutos do segundo tempo. Já o Despotivo Brasil, com 30 pontos, ocupava a quarta colocação e na última partida venceu o União Barbarense por 3 a 2 como visitante.

E quem começou o jogo na pressão foi o Desportivo Brasil. O time de Porto Feliz adiantou o time nos primeiros minutos e tentava triangular para passar pela defesa da Briosa. Aos 5 minutos, Marlon fez boa jogada dentro da área, passou por Dema e bateu forte, rasteiro, mas o goleiro da Portuguesa Santista, Cleyton, fez boa defesa.

A Portuguesa, que sentiu a pressão inicial do time de Porto Feliz, finalizou pela primeira vez aos 9 minutos, em cobrança de falta de Gustavo Henrique. E o Desportivo Brasil respondeu em seguida e quase abriu o marcador. Em cruzamento de Michel, pela direita, Thalis entrou na área entre os dois zagueiro e sozinho cabeceou para o gol, mas Cleyton fez grande defesa e salvou o time da casa.

Diego Palhinha entrou no início e foi bem na partida

Aos 17', Carlos Alberto fez boa jogada pela esquerda, tentou cruzar, a zaga do Desportivo Brasil cortou e a bola sobrou para ele mesmo, que invadiu a área e finalizou para a defesa de Douglas. Dois minutos depois, a Briosa abriu o marcador: Rômulo tabelou com Diego Palhinha, que tinha acabado  de entrar no lugar de Wendell, que saiu machucado. O lateral-esquerdo foi até a linha de fundo e cruzou rasteiro. A bola passou pelo zagueiro Glauco, pelo goleiro Douglas e o lateral esquerdo Willian foi tentar cortar e mandou contra o próprio patrimônio: 1 a 0 para a Portuguesa Santista.

Aos 26', Willian cobrou falta perigosa para o Desportivo Brasil, pela direita, de canhota, com a bola passando perto da trave defendida por Cleyton. Aos 29', Thalis arriscou de fora da área, mas Tufa conseguiu prensar o chute e facilitou a defesa do goleiro da Portuguesa Santista. Aos 34', em escanteio cobrado por Carlos Alberto pela esquerda, a bola bateu na zaga do DB e sobrou para Dema, que cabeceou para fora.

Antes do fim do primeiro tempo, a Briosa ainda chegou duas vezes com perigo. Aos 45', Carlos Alberto recebeu a bola na intermediária e arriscou um belo chute, em que a bola passou raspando o travessão. Três minutos depois, Em cruzamento na área, a bola bateu na mão do lateral Michel, mas o árbitro mandou seguir e Carlos Alberto ajeitou para Léo Gonçalves, que bateu cruzado, mas Anderson Magrão não alcançou. E assim, o jogo foi para o intervalo com o placar de 1 a 0 para o time Rubro Verde.

Anderson Magrão marcou o segundo gol da Briosa

E a Briosa voltou com tudo na segunda etapa. Logo no primeiro lance, Carlos Alberto lançou Diego Palhinha na direita, que cortou para dentro, passou por dois marcadores e da entrada da área bateu forte, mas a bola saiu pela linha de fundo. Aos 3', foi a vez de Tufa arriscar de fora da área, após passe de Diego Palhinha, mas a bola saiu por cima do travessão.

Aos 6', Diogo Lopes recebeu a bola na entrada da área, após linha de passe entre os jogadores da Portuguesa e arriscou o chute, que foi para fora. Em seguida, o Desportivo chegou com perigo em cabeçada do centroavante Marlon, mas a 'pelota' saiu pela linha de fundo. Aos 17', Marlon teve outra boa chance, mas a bola foi nas mãos de Cleyton. Em seguida, Emerson Guioto bateu de fora da área, em contra-ataque Rubro Verde, mas o chute passou longe do gol.

O jogo foi realizado sob forte calor e, por isso, ao passar do tempo, o jogo foi diminuindo de ritmo. Porém, a Briosa chegou ao segundo gol aos 34 minutos. Diego Palhinha, em jogada individual, passou por dois marcadores e deu um passe preciso para Anderson Magrão, que só deu um leve toque, tirando do goleiro Douglas, para marcar 2 a 0 para a Portuguesa Santista, fazendo a festa dos torcedores em Ulrico Mursa.

E a Portuguesa aproveitou o desânimo do Desportivo Brasil para tentar fazer o terceiro. Aos 39', Carlos Alberto cobrou escanteio venenoso e a bola passou por tudo mundo e raspou a trave defendida pelo goleiro Douglas. Aos 44', em bela jogada, trabalhada de pé em pé, Rafael Ferro invadiu a área e bateu cruzado, mas Anderson Magrão não alcançou a bola. Em seguida, o Desportivo Brasil teve chance de diminuir com Marquinhos, mas Cleyton fez bela defesa. O time de Porto Feliz ainda teve outra chance com Renato, em jogada individual, mas o arqueiro Rubro Verde manteve o placar de 2 a 0.

Na próxima rodada, a penúltima da primeira fase da competição, os dois times jogam no mesmo dia e horário: quarta-feira, dia 21, às 15 horas. A Portuguesa Santista terá pela frente o Taboão Serra, no Estádio Ulrico Mursa, em Santos. Já o Desportivo Brasil recebe o Barretos no Estádio Ernesto Rocco, em Porto Feliz.

Kauê Ramos, que entrou no segundo tempo, passa pela marcação

Ficha Técnica
PORTUGUESA SANTISTA 2 X 0 DESPORTIVO BRASIL

Data: 18 de março de 2018
Local: Estádio Ulrico Mursa - Santos-SP
Público: 1.950 pagantes
Renda: R$ 25.520,00
Árbitro: Kleber Canto dos Santos
Assistentes: Leandro Alves de Souza e Orlando Coelho Junior

Cartões Amarelos
Portuguesa Santista: Gustavo Henrique, Carlos Alberto e Rafael Ferro
Desportivo Brasil: Thalis e Douglas Santos

Gols
Portuguesa Santista: Willian (contra), aos 19' do primeiro tempo. Anderson Magrão, aos 34' do segundo tempo.

Portuguesa Santista: Cleyton; Rafael Ferro, Dema, Gustavo Henrique e Rômulo; Diogo Lopes, Tufa, Carlos Alberto (Kauê Ramos) e Léo Gonçalves (Emerson Guioto); Wendell (Diego Palhinha) e Anderson Magrão - Técnico: Sérgio Guedes

Desportivo Brasil: Douglas; Michel, Diego Landes, Glauco (Lima) e Willian; Tiago Silva (Renato), Thiaguinho, Thalis e Edson Pio; Marlon e Douglas Santos (Marquinhos) - Técnico: Caio Zanardi
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

O Curioso do Futebol

O Curioso do Futebol
Site do jornalista Victor de Andrade e colaboradores com curiosidades, histórias e outras informações do mundo do futebol. Entre em contato conosco: victorcuriosofutebol@gmail.com

Facebook

Instagram

Twitter

YouTube

Aceisp

Total de visualizações