terça-feira, 27 de fevereiro de 2018

Chapecoense vence prêmio Laureus de “Momento Esportivo do Ano”

Jakson Follman representou a Chapecoense na entrega da premiação (foto: Sebastien Nogier/EFE)

Depois da tragédia, a recuperação! Assim foi o ano da Chapecoense em 2017, que teve que praticamente se remontar depois tragédia aérea que vitimou sua equipe, nas vésperas da disputa da final da Copa Sul-Americana de 2016, contra o Atlético Nacional. A volta por cima da Chape foi mais uma vez premiada: o clube venceu o Prêmio Laureus, o "Oscar do Esporte", na categoria Momento Esportivo do Ano. A cerimônia de anúncio foi realizada nesta terça-feira, dia 27, em Mônaco.

Durante a votação, diversas personalidades divulgaram vídeo onde pediam a votação para a Chapecoense. O clube catarinense derrotou outros cinco candidatos, que foram escolhidos também através de votação mundial ocorrida nos últimos cinco meses. A Chape superou o The Iowa Hawkeyes e seus torcedores da "Kinnick Wave"; Bradley Lowery, o torcedor de futebol de seis anos e sua amizade com o atacante inglês Jermain Defoe; Kimi Räikkönen e seu fã de 6 anos Thomas Danel; e o piloto de automobilismo Billy Monger, de 18 anos. 

Esta é a única categoria do prêmio em que a escolha é decidida pelo voto popular. A Chapecoense não estava entre os primeiros a poucos dias do fim da apuração, que foi nesta segunda-feira. Porém, nas últimas horas, a Chape virou o marcador e conquistou mais um prêmio, e mais uma vez foi merecido.

Neto e Jakson Follman sobreviveram após o acidente

O prêmio foi dado pela forma com que o clube catarinense se reergueu após a tragédia ocorrida no dia 29 de novembro de 2016, quando 71 pessoas morreram e apenas três atletas sobreviveram, casos de Alan Ruschel, Neto e Jakson Folmann, que representou o clube na premiação. O clube foi citado como exemplo de inspiração para, através do esporte, superar as adversidades. O Laureus ainda destacou o retorno do lateral Alan Ruschel aos gramados, no dia 7 de agosto do ano passado, na partida amistosa contra o Barcelona, no Camp Nou. Ruschel jogou os primeiros 35 minutos do jogo.

Jakson Follmann, embaixador da Chapecoense, sobrevivente do acidente e representante do clube em Mônaco, agradeceu a mobilização de todos para que a equipe alviverde chegasse às primeiras posições. "Para nós é um motivo de muita satisfação. Sabemos que passamos por momentos complicados e não podemos esquecer disso jamais. O povo que votou na gente sabe a o que passamos e eu quero agradecer muito pelo carinho e também a atenção que nos dão", destacou.
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

O Curioso do Futebol

O Curioso do Futebol
Site do jornalista Victor de Andrade e colaboradores com curiosidades, histórias e outras informações do mundo do futebol. Entre em contato conosco: victorcuriosofutebol@gmail.com

Facebook

Instagram

Twitter

YouTube

Aceisp

Total de visualizações