quinta-feira, 1 de fevereiro de 2018

As atuações de Müller nos quatro grandes paulistas

Por Lucas Paes


O atacante Luiz Antônio Correia da Costa, conhecido como Müller foi mais um da coleção dos brilhantes jogadores ofensivos que jogaram no futebol brasileiro nos anos 1990. Ídolo absoluto no São Paulo, ele é um dos jogadores que passou pelos quatro grandes times de São Paulo. 

Em 1984, ele chegou aos profissionais do São Paulo. O ótimo futebol apresentado o levou à Copa do Mundo de 1986, com apenas 20 anos. Acabou despertando a atenção de diversos clubes da Europa e foi vendido ao Torino, de uma Liga Italiana que era na época o Olimpo do futebol mundial. 

Retornou em 1991 para sua segunda passagem no Morumbi, onde se garantiria de vez na história do clube. Fez parte do melhor time da história do São Paulo e marcou o gol do segundo titulo mundial, já no finalzinho do duelo contra o Milan. Nesse meio tempo, foi campeão da Copa do Mundo com a Seleção Brasileira em 1994. Deixou o Tricolor ao fim daquele ano para jogar no Japão. 

Depois de apenas seis meses, voltou para o Brasil, indo ao Palmeiras. No Alviverde Imponente ganhou fama de garçom pelas assistências. Fez parte do timaço campeão paulista em 1996, do ataque dos 100 gols, ao lado de nomes como Djalminha e Rivaldo.  Na metade daquele ano, retornou para sua terceira passagem pelo São Paulo. Teve pouco destaque naquele time. Apesar disso, Müller é o sétimo maior artilheiro da história são-paulina, com 160 gols. 

No ano seguinte, chegou ao Santos. Ao lado de Zetti, Macedo e Jamelli, foi artilheiro do time no Brasileirão de 1997 com nove gols. Mesmo sem ganhar o título, ficou na memória da torcida santista e levou a Bola de Prata. Anos depois, declarou que a passagem no Alvinegro Praiano foi o momento mais feliz de sua carreira. Saiu do Peixe em 1998.

Depois de três anos no Cruzeiro, onde ganhou a Copa do Brasil, Muller teve uma curta e apagada passagem no Corinthians em 2001, que não ficou na memória da Fiel. Foram 13 jogos e três gols. Ainda naquele ano foi para o São Caetano. 

Ainda vestiria a camisa da Lusa antes da aposentadoria. Retornou ao futebol em 2015, jogando pelo Fernandópolis, na Bezinha, onde marcou um gol. Sua rapidez e os bons passes ficarão na memória de quem o viu jogar, seja de qual dos quatro grandes seja o torcedor.
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

O Curioso do Futebol

O Curioso do Futebol
Site do jornalista Victor de Andrade e colaboradores com curiosidades, histórias e outras informações do mundo do futebol. Entre em contato conosco: victorcuriosofutebol@gmail.com

Facebook

Twitter

YouTube

Aceisp

Total de visualizações