segunda-feira, 22 de janeiro de 2018

Bragantino surpreende e vence Santos em plena Vila Belmiro

Por Victor de Andrade, direto da Vila Belmiro

Rodrigão teve a chance de empatar em pênalti nos acréscimos, mas desperdiçou a cobrança

E jogando pela primeira vez na Vila Belmiro em 2018, o Santos é derrotado. Em jogo realizado na noite desta segunda-feira, dia 22, o Peixe foi surpreendido pelo Bragantino, que venceu a partida pelo placar de 1 a 0. O gol do triunfo do Massa Bruta foi marcado pelo zagueiro Guilherme Mattis, aos 36 minutos da segunda etapa. Rodrigão ainda perdeu pênalti já nos acréscimos.

As duas equipes estrearam com o "pé direito" no Campeonato Paulista. O Santos foi até Lins e derrotou o Linense pelo placar de 3 a 0, com dois gols de Arthur Gomes e um de Rodrigão. Já o Bragantino jogou no Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista, e venceu o Botafogo de Ribeirão Preto por 2 a 0, com William e Matheus marcando para o Massa Bruta.

No primeiro lance do jogo, o Bragantino assustou a defesa do Santos. Fabiano fez boa jogada pela esquerda e cruzou. Matheus Peixoto fez o corta-luz e a bola sobrou para Léo Jaime, que finalizou à direita do gol defendido por Vanderlei. Aos 7 minutos, em jogada ensaiada de escanteio entre Vecchio e Arthur Gomes, o Peixe levou perigo.

O Santos não conseguiu transformar a posse de bola em vitória

Aos 24 minutos, o Alvinegro Praiano atacou novamente. Bela troca de passes entre Copete e Vecchio, que achou Rodrigão sozinho na entrada da área. O centroavante dominou, ajeitou a bola e bateu colocado, mas o goleiro Alex Alves, bem posicionado, fez boa defesa. Aos 33', Arthur Gomes cruzou para Rodrigão, que dominou e ajeitou para Copete bater rente à trave esquerda do Bragantino.

O Massa Bruta, depois da jogada inicial perigosa, só foi chegar ao ataque com algum objetivo apenas aos 41 minutos, em chute de fora da área arriscado por Léo Jaime, mas a bola saiu por cima do gol. Já o Santos quase marcou aos 43': depois de cruzamento de "três dedos de Vecchio", Rodrigão acertou uma bela cabeçada na bola, mas Alex Alves fez uma grande defesa, livrando o Bragantino de ter sua rede balançada. E ao fim do primeiro tempo, o placar apontava 0 a 0.

E o primeiro lance de perigo da etapa complementar foi do Bragantino. Depois de belo lançamento de Vitinho, Léo Jaime dominou a bola, invadiu a área, passou por Romário e bateu cruzado. Vanderlei não conseguiu fazer a defesa e, para a sorte do time da casa, a bola saiu pela linha de fundo, perto da trave.

Aos 3 minutos, a torcida do Peixe até gritou gol, em lance de Rodrigão, onde Arthur Gomes recebeu sozinho e balançou as redes. Porém, o assistente Bruno Salgado Rizo apontou impedimento e o árbitro Salim Fende Chavez confirmou, anulando o tento do Alvinegro Praiano, causando revolta do torcedor. Aos 8', em chute de fora da área, o centroavante do Bragantino, Matheus Peixoto, fez Vanderlei se esticar todo para fazer a defesa.

No intervalo, torcida abriu o bandeirão dentro de campo

O Santos voltou a chegar com perigo aos 18'. Arthur Gomes, pela esquerda, partiu pra cima da defesa do Bragantino, levou vantagem, invadiu a área e cruzou rasteiro para Rodrigão, que bateu girando, mas por cima do travessão. A pressão continuou e dois minutos depois, Renato acertou um chute forte, mas que foi para fora, depois de sobra da defesa do Massa Bruta.

Aos 27', Jean Mota, que havia entrado no lugar de Renato, arriscou chute forte de fora da área, obrigando ao goleiro Alex Alves a fazer grande defesa. No rebote, Arthur Gomes não aproveitou o lance. Três minutos depois, Vecchio achou Victor Ferraz sozinho pela direita, que cruzou na cabeça de Eduardo Sascha, que entrou no lugar de Romário e fazia sua estreia com a camisa do Peixe. Mas o ex-atacante o Internacional mandou a bola para fora.

Aos 36 minutos, o Bragantino abriu o marcador. Depois de sobra da defesa do Peixe, Gerley acertou um chutaço de primeira, de canhota, que explodiu na trave direita do goleiro Vanderlei. No rebote, a bola sobrou para o zagueiro Guilherme Mattis, que sozinho só teve o trabalho de balançar as redes da Vila Belmiro: 1 a 0 para o Massa Bruta.

Após o gol, o Peixe foi para a pressão, mas não conseguia finalizar as jogadas. Porém aos 49', após vacilo da defesa do Bragantino, Vecchio foi derrubado pelo goleiro Alex Alves: pênalti. Porém, a noite não era do Alvinegro Praiano. Rodrigão foi para a cobrança e o arqueiro do Massa Bruta fez a defesa, garantindo a vitória do time de Bragança Paulista.

O Santos, que estaciona nos três pontos, volta a jogar pelo Paulistão na próxima quinta-feira, dia 25, às 19h30, quando encara a Ponte Preta no Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas. Já o Bragantino , que está com 100% de aproveitamento, terá pela frente o São Bento, também na quinta-feira, só que às 18h30, no Estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista.

Ao final, a vitória ficou com o Bragantino: 1 a 0

Ficha Técnica
SANTOS FC 0 X 1 BRAGANTINO

Data: 22 de janeiro de 2018
Local: Vila Belmiro - Santos-SP
Público: 7.508
Renda: R$ 223.615,00
Árbitro: Salim Fende Chavez
Assistentes: Daniel Paulo Ziolli e Bruno Salgado Rizo

Cartões Amarelos
Santos FC: David Braz, Alison e Jean Mota
Bragantino: Fabiano e Bruno Sávio

Gol
Bragantino: Guilherme Mattis, aos 36' do segundo tempo

Santos FC: Vanderlei; Victor Ferraz, Luiz Felipe, David Braz e Romário (Eduardo Sascha); Alison, Renato (Jean Mota) e Emiliano Vecchio; Arthur Gomes (Rodrygo), Rodrigão e Copete - Técnico: Jair Ventura

Bragantino: Alex Alves; Ewerton (Diego Macedo), Lázaro, Guilherme Mattis e Fabiano; Adenilson, Evandro, Vitinho e Gerley (William Schuster); Léo Jaime (Bruno Sávio) e Matheus Peixoto - Técnico: Marcelo Veiga
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

O Curioso do Futebol

O Curioso do Futebol
Site do jornalista Victor de Andrade e colaboradores com curiosidades, histórias e outras informações do mundo do futebol. Entre em contato conosco: victorcuriosofutebol@gmail.com

Facebook

Twitter

YouTube

Aceisp

Total de visualizações