quinta-feira, 14 de dezembro de 2017

Mundial e Copa do Brasil de 1992: duas decisões no mesmo dia

Por Lucas Paes


13 de Dezembro de 1992: há 25 anos, quando começava a madrugada, no Brasil, a torcida do São Paulo já vivia o sofrimento da decisão do Mundial Interclubes contra o Barcelona, o que na época era um titulo inédito para ambos. Do outro lado do mundo, torcedores de Inter e Fluminense dormiam aguardando a finalíssima da Copa do Brasil, que seria a tarde. Um dia de enorme tensão para torcidas de três gigantes brasileiros.

Comumente, a Copa do Brasil era disputada no primeiro semestre do ano. A de 1992 configurou uma das poucas exceções à regra antes da mudança do regulamento em 2013. Naquele ano, o calendário do futebol brasileiro estava invertido: Brasileirão no primeiro semestre e estaduais e Copa do Brasil no segundo. Porém, a decisão da competição mata-mata nunca havia acontecido literalmente no mesmo dia do Mundial Interclubes e nunca mais ocorreu.

Raí foi o grande nome no jogo contra o Barcelona

O Mundial entre São Paulo e Barça não é uma história exatamente pouco conhecida. Depois de Stoichkov botar os Culés na frente, o Tricolor passou a jogar bem, de igual para igual (melhor em alguns momentos e foi buscar a virada. Em partida abençoada e histórica, Raí marcou dois gols e deu o primeiro mundial aos são paulina. A festa varou a madrugada na Capital Paulista. 

Enquanto o assunto maior do dia ainda era o título tricolor, Porto Alegre começava a viver o clima de uma final de Copa do Brasil. O Inter ainda gozava o rival Grêmio, que naquele ano havia disputado a Série B e, assim que conseguiu o acesso, desistiu, literalmente, da disputa do título (e isto é tema para um outro artigo). Já o Fluminense, que vivia tempos de fila (seu último título havia sido em 1985), passaria poucos anos depois pelos piores momentos de sua história. 

O Tricolor Carioca trazia a vantagem de uma vitória por 2 a 1 nas laranjeiras, três dias antes. O Inter teria de buscará virada no Beira Rio para sair campeão. Aquele jogo teria uma das arbitragens mais polêmicas da Copa do Brasil.

Inter fez o gol no fim e derrotou o Flu

Até o finalzinho do segundo tempo, o título estava com os cariocas, que seguravam o 0 a 0. Até que o juiz José Aparecido de Oliveira deu um polêmico pênalti para o Inter e Célio Silva marcou, aos 43', o gol do inédito título colorado. Ao fim do jogo, os jogadores tricolores até foram para cima do arbitro, iniciando uma pequena confusão com os policiais, mas já não adiantava, a taça era colorada.

A comemoração da torcida do Inter atravessou a madrugada de Porto Alegre, pintando as ruas de vermelho. No Rio Grande do Sul ninguém se importava com o título mundial do São Paulo. Agora que a Copa do Brasil envolve os times da Libertadores, dando inclusive a chance de uma conquista dupla, é impossível que as finais voltem a ocorrer no mesmo dia. Aquele dia de 1992 segue como episódio único e provavelmente será assim para sempre.
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

O Curioso do Futebol

O Curioso do Futebol
Site do jornalista Victor de Andrade e colaboradores com curiosidades, histórias e outras informações do mundo do futebol. Entre em contato conosco: victorcuriosofutebol@gmail.com

Facebook

Instagram

Twitter

YouTube

Aceisp

Total de visualizações