quinta-feira, 2 de novembro de 2017

Gustavo Sotelo no Cruzeiro

Por Victor de Andrade


Contratar um jogador estrangeiro, neste caso paraguaio, que estava encostado acusado de ter feito corpo mole no maior clássico de seu país natal era uma aposta que tinha tudo para dar errado. Não é? Pois bem, o Cruzeiro fez isto em 1995, quando trouxe o meio-campista Gustavo Sotelo.

Nascido em Assunção, no Paraguai, em 16 de março de 1968, Ángel Gustavo Sotelo Mendonza começou a jogar no Cerro Porteño, onde estreou profissionalmente em 1985. Depois de uma passagem pelo Deportivo Cali, Sotelo foi defender o rival do Ciclón, o Olimpia, já em meados dos anos 90. E é aqui que começa a história em que o Cruzeiro entrou na história.

Em um clássico, o maior do Paraguai, Sotelo foi acusado pelos olimpistas de ter feito corpo mole e a diretoria afastou o talentoso meia. Sem praticamente jogar no primeiro semestre de 1995, o Cruzeiro acabou o contratando com um contrato onde o salário era de US$ 100 mil, valor alto para a época. O atleta acabou desembarcando na Toca da Raposa em maio de 1995.

Acima do peso, Sotelo demorou para estrear com a camisa do Cruzeiro. Isto aconteceu apenas em 6 de agosto, quase três meses depois de sua contratação, em uma partida amistosa contra o Botafogo, vencida pela Raposa por 1 a 0, entrando no lugar de Luiz Fernando no segundo tempo. Em 10 de agosto, foi titular em outro amistoso, desta vez contra o rival Atlético.

O único gol de Gustavo Sotelo pelo Cruzeiro

O paraguaio só voltou à campo no dia 19 de setembro, já pelo Campeonato Brasileiro. O adversário era o Paysandu, no Mangueirão. Sotelo entrou no decorrer da partida e marcou um dos gols da Raposa na vitória por 3 a 1. Este seria o seu único tento com a camisa do Cruzeiro.

O atleta até mostrava talento, mas sua forma física e um pouco de falta de garra fizeram com que ele fosse tendo menos oportunidades. Sotelo só foi atuar os 90 minutos de um jogo em um embate contra o União São João (vitória por 2 a 1), em 12 de novembro.

Assim, ao fim da campanha do Cruzeiro no Campeonato Brasileiro de 1995, onde caiu na semifinal para o Botafogo, que foi o campeão, o clube resolveu devolver o paraguaio para o Olimpia. Depois, ele rodou a América do Sul, chegando a passar pelo Santa Cruz, em 2000, e encerrou a carreira no Deportivo Recoleta, do Paraguai, em 2002. Após isso, iniciou a carreira de treinador.

No total, Gustavo Sotelo fez 15 jogos pela Raposa, marcando apenas um gol e conquistando a Copa Ouro Sul-Americana daquele ano, cujo título veio com uma vitória em cima do São Paulo, por 4 a 1 nos pênaltis, depois de um empate em 1 a 1 no tempo normal. Esta partida foi em 2 de novembro, no Pacaembu.
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

O Curioso do Futebol

O Curioso do Futebol
Site do jornalista Victor de Andrade e colaboradores com curiosidades, histórias e outras informações do mundo do futebol. Entre em contato conosco: victorcuriosofutebol@gmail.com

Facebook

Twitter

YouTube

Aceisp

Total de visualizações