segunda-feira, 20 de novembro de 2017

♩♪♫♬ És a Fita Azul em Rubro Verde do Brasil ♩♪♫♬

Por Lucas Paes

Em pé: Carlito, Perinho, Raul, Pixú, Jorge, Nivaldo e Filpo Núñez
Agachados: Nicola Gravina, Gonçalo, Guilherme, Grillo e Valdo
Este é o time que conquistou a Fita Azul

A Fita Azul era uma premiação dada inicialmente pela CBD e depois pelo jornal Gazeta Esportiva aos times que faziam excursões invictas fora do Brasil. A agora centenária Portuguesa Santista conquistou tal honraria em 1959, na África do Sul. Inclusive, em seu hino cita a conquista:


♩♪♫♬ És a Fita Azul
Em Rubro Verde do Brasil ♩♪♫♬

A excursão que a Briosa fez infelizmente não ficou só conhecida pelas vitórias. Foi nesta mesma viagem que os rubro-verdes se recusaram a entrar em campo quando tentaram impedir que seus jogadores negros jogassem. A África do Sul vivia o regime do Apartheid. O episódio está melhor detalhado em uma matéria no site. 

A campanha da Fita Azul começa em 16 de abril, com goleada de 5 x 0 para cima da Seleção de Lourenço Marques. Depois vitórias de 8 a 0 para cima do Ferroviário de Maputo e 5 a 0 para cima do Desportivo de Lourenço Marques.

No navio que levou o time à África

Na quarta partida, a Briosa finalmente levou gols, mas venceu outra vez a Seleção de Lourenço Marques por 4 a 2. Depois de dois jogos a mesma seleção ainda apanhou de 9 a 1. No segundo confronto, o Ferroviário também perdeu de novo, agora por 3 a 0. 

Até então todos os adversários eram times Moçambicanos. A última equipe do país a enfrentar a Briosa foi a Seleção da Beira, que perdeu de 2 a 0. Então começaram os confrontos com os sul-africanos. Goleadas por 5 a 1 para cima das Seleções do Transvaal e da África do Sul. Acabaram sendo apenas dois jogos contra equipes daquele país.

Os últimos adversários da passagem vitoriosa foram angolanos. Primeiro 7 a 1 pra cima do Ferroviário de Angola. Depois 3 a 0 na Seleção de Hulia, 6 a 1 sobre a de Luanda, 4 a 1 no Selecionado de Benquela. As últimas partidas foram diante do Ambaca (3x0) e 6 a 2 no selecionado de Huambo.

Foram 15 jogos, 15 vitórias, 75 gols feitos e apenas dez sofridos. A artilharia ficou por conta de Grilo, com 20 gols marcados durante a excursão. A equipe da Briosa foi recebida com festa em Santos e desfilou em carro de bombeiros.

Uma multidão foi receber a equipe na volta da viagem

Campanha da Briosa: 

16/04 – Portuguesa Santista 5 x 0 Seleção de Lourenço Marques (MOC)
18/04 – Portuguesa Santista 8 x 0 Ferróvairo de Moçambique  (MOC)
19/04 – Portuguesa Santista 5 x 0 Desportivo Lourenço Marques  (MOC)
26/04 – Portuguesa Santista 4 x 2 Seleção de Lourenço Marques  (MOC)
30/04 – Portuguesa Santista 3 x 0 Ferróviário de Moçambique  (MOC)
03/05 – Portuguesa Santista 2 x 0 Seleção da Beira  (MOC)
09/05 – Portuguesa Santista 9 x 1 Seleção de Lourenço Marques  (MOC)
10/05 – Portuguesa Santista 5 x 1 Seleção de Transvaal (AFS)
16/05 – Portuguesa Santista 5 x 1 Seleção da África do Sul
17/05 – Portuguesa Santista 7 x 1 Ferroviário da Angola (ANG)
19/05 – Portuguesa Santista 3 x 0 Seleção de Huíla  (ANG)
21/05 – Portuguesa Santista 6 x 1 Seleção de Luanda (ANG)
23/05 – Portuguesa Santista 4 x 1 Seleção de Benquela  (ANG)
24/05 – Portuguesa Santista 3 x 0 Ambaca  (ANG)
28/05 – Portuguesa Santista 6 x 2 Seleção de Huambo  (ANG)
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

O Curioso do Futebol

O Curioso do Futebol
Site do jornalista Victor de Andrade e colaboradores com curiosidades, histórias e outras informações do mundo do futebol. Entre em contato conosco: victorcuriosofutebol@gmail.com

Facebook

Twitter

YouTube

Aceisp

Total de visualizações