domingo, 1 de outubro de 2017

George Weah nos gramados de Belo Horizonte em 1997

Por Victor de Andrade

É isso mesmo: George Weah, pelo Milan, enfrentando o América no Independência antigo

O liberiano George Weah foi um dos melhores jogadores africanos da história, o único do continente a conquistar o prêmio de melhor do mundo, em 1995. Weah fez vibrar as torcidas de Mighty Barrole e Invencible Eleven, de seu país, Africa Sports (Costa do Marfim), Tonnerre Yaoundé (Camarões), Monaco, Paris Saint-Germain, Milan, Chelsea, Manchester City, Olympique de Marseille e Al-Jazira, dos Emirados Árabes.

Porém, o atacante nascido em Monróvia, no dia 1º de outubro de 196, pôde mostrar o seu talento, no auge de sua forma física e técnica, por gramados brasileiros, mais precisamente em Minas Gerais. No mês de agosto de 1997, pelo Milan, Weah disputou a Copa Centenário de Belo Horizonte, atuando no Mineirão e no Independência.

Comemorando com os companheiros o segundo gol contra o Galo

Para comemorar os 100 anos de fundação de Belo Horizonte, este torneio foi organizado na cidade. Para a disputa, os três grandes clubes do município (América, Atlético e Cruzeiro), os dois times de maior torcida do Brasil (Flamengo e Corinthians) e três convidados internacionais: o já citado Milan, o português Benfica e o paraguaio Olimpia.

O Milan, de George Weah, ficou no Grupo A, ao lado de Atlético, América e Corinthians. A estreia d Rossonero foi em 2 de agosto, contra o Galo, no Mineirão. O jogo marcava a despedida de Toninho Cerezo do futebol, mas quem roubou a cena foi o liberiano. Com um golaço aos 17', fazendo fila na defesa atleticana, e mais um tento aos 32', o jogador deixou seu time vencendo por 2 a 0. Porém, a equipe da casa reagiu no finalzinho da partida e empatou em 2 a 2.

Atlético 2 x 2 Milan

Dois dias depois, Weah e seus companheiros de Milan entravam novamente no gramado do Mineirão para encararem o Corinthians. Um jogo em dia de semana, à tarde, e contra um time que não era da cidade foi um fracasso de público: apenas 300 pessoas viram o empate sem gols entre as duas equipes. Porém, o liberiano, apesar de ter passado em branco, foi o jogador mais perigoso da partida.

Em 6 de agosto, o Milan fazia sua última partida em Belo Horizonte. O palco desta vez era o Estádio Independência e o adversário o América. No início da partida, aos 4 minutos, os rossoneros abriram o placar com novamente um gol de George Weah. O América empatou nos acréscimos da etapa complementar, tirando o que seria a única vitória do Milan na competição.

América 1 x 1 Milan

Se para o time italiano, a passagem por Belo Horizonte não foi muito boa, já que acabou não vencendo, o mesmo não se pode dizer de George Weah: todos os três gols da equipe no torneio foram marcados por ele, além de várias jogadas de efeito, que encheram os olhos do torcedor. Já a competição foi vencida pelo Atlético Mineiro, que bateu o rival Cruzeiro na final.
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

O Curioso do Futebol

O Curioso do Futebol
Site do jornalista Victor de Andrade e colaboradores com curiosidades, histórias e outras informações do mundo do futebol. Entre em contato conosco: victorcuriosofutebol@gmail.com

Facebook

Twitter

YouTube

Aceisp

Total de visualizações