sábado, 28 de outubro de 2017

Garrincha no Olaria em 1972


Neste 28 de outubro, Manuel Francisco do Santos, conhecido mundialmente por Mané Garrincha, completaria 84 anos se estivesse vivo. Talvez o maior driblador de todos os tempos do futebol, Garrincha foi ídolo no Botafogo e na Seleção Brasileira. Mas aqui vamos recordar o seu fim de carreira, para ser mais preciso o seu último clube, o Olaria em 1972.

Garrincha fez parte do grande esquadrão da Estrela Solitária entre os anos 1953 e 1965, conquistando títulos, fama e vaga na Seleção Brasileira, onde foi campeão do mundo em 1958 e 1962. Porém, o craque tinha um problema sério com o álcool, o que passou atrapalhar seu rendimento em campo depois da Copa do Mundo do Chile.

Garrincha, o primeiro agachado, com o Olaria

Apesar disso, em 1965, ele foi negociado com o Corinthians, na então maior transação do futebol brasileiro. Não foi bem no Timão e depois tentou jogar no Vasco (conheça a história) e Flamengo (aqui relato da passagem dele pelo Rubro Negro), sem sucesso. No final de 1969, após exibições pelo Novo Hamburgo, do Rio Grande do Sul, Garrincha parou de jogar.

Porém, em 1972, deram, ao menos, uma última oportunidade ao "Anjo das Pernas Tortas". Empresários ligados ao Olaria resolveram levar Mané Garrincha para o clube suburbano. A estreia do camisa 7 foi em pleno Maracanã, onde mais de 50 mil pessoas viram o empate em 1 a 1 do Olaria em cima do Flamengo. O craque foi discreto, mas chegou a dar um de seus famosos dribles.

Garrincha, com a camisa do Olaria, sendo homenageado por Zagallo

Com Mané Garrincha no clube, o Olaria resolveu aproveitar a oportunidade e levantar um dinheiro a mais, saindo para excursionar pelo Brasil. Em um destes jogos, mais precisamente em 23 de março de 1972, o Azulão da Bariri enfrentou o Comercial, no José de Palma Travassos, em Ribeirão Preto. O empate em 2 a 2 ficou marcado pelo último gol de Garrincha como profissional.

O último jogo de Garrincha foi em 7 de setembro de 1972, em Poços de Caldas. Porém, não foi um dia feliz para Mané: o Olaria acabou sendo goleado pela Caldense por 5 a 1. A curta passagem de Garrincha pelo Olaria acabou tendo como retrospecto oito jogos e apenas um gol marcado.

Matéria da Rede Globo sobre a passagem de Garrincha no Olaria

Em 1972, mais de 130 mil pessoas foram até o Maracanã, na despedida de Garrincha. O jogo foi entre um combinado brasileiro (com base do time tri-campeão em 1970, mais Mané), contra um time formado por jogadores de diversos lugares do mundo. Foi a última vez que o povo viu ele em campo. Garrincha acabou falecendo em 20 de janeiro de 1983, com 48 anos, vítima de cirrose hepática.
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

O Curioso do Futebol

O Curioso do Futebol
Site do jornalista Victor de Andrade e colaboradores com curiosidades, histórias e outras informações do mundo do futebol. Entre em contato conosco: victorcuriosofutebol@gmail.com

Facebook

Twitter

YouTube

Aceisp

Total de visualizações