quinta-feira, 12 de outubro de 2017

Estados Unidos 1985 - A última vez que tinham ficado fora de uma Copa

Por Lucas Paes

Os Estados Unidos não deixavam de se classificar para a Copa desde 1985

Considerado um dos países que vive uma evolução nos últimos anos, a Seleção Norte-Americana viveu um drama na terça, dia 10 de Outubro. Depois de 32 anos, o US Team voltou a ficar fora de uma Copa do Mundo. Com a derrota para Trinidad e Tobago e as duas vitórias de Panamá e Honduras nem a vaga na repescagem veio. A campanha foi irregular desde o começo do hexagonal final e isso acabou cobrando um preço caro.

A última vez que algo parecido havia ocorrido foi no distante 1985. Naquela época, apesar de na década anterior a liga nacional ter vivido momentos de ouro com Pelé jogando no New York Cosmos, nenhum reflexo foi obtido na seleção ou na formação de atletas.

Partida entre EUA e Itália, na Olimpíada de 1984
(Foto: Getty Images)

Naquele ano, o Campeonato da CONCACAF serviu como qualificatório para a Copa. Antes, havia uma qualificatória para aquele torneio, que nada mais era que um jogo em ida e volta contra algum adversário sorteado. Os Yankes se classificaram com uma goleada em casa por 4 a 0 sobre as Antilhas Holandesas, após empatar por 0 a 0 fora de seus domínios.

Em 1985, 12 times chegaram naquela fase final e foram divididos em quatro grupos de três equipes. Os Estados Unidos caíram no grupo que tinha Costa Rica e Trinidad e Tobago, o último curiosamente o adversário que causou a “tragédia” de ontem.

Amistoso entre americanos e ingleses, em 1985

No dia 15 de maio, os EUA estrearam vencendo Trinidad por 2 a 1, gols de Borja e Peterson para o Tio Sam e Fonrose para Trinidad. Na volta, Caliguri fez o único gol da vitória de 1 a 0, ambos os jogos foram em território norte-americano. Depois, veio a Costa Rica e o empate fora de casa fez com que os jogadores e a torcida acreditassem. O jogo terminou em 1 a 1, Ramirez fez para os mandantes e Kerr para os visitantes.

A decepção acabou sendo maior e a queda mais dolorida. Jogando em casa, no Mordock Stadium, em Torrance, no dia 31 de maio, a derrota veio num duro golpe, causada por um gol de Coronado após uma cobrança de falta para a área. Os costarriquenhos ficaram com a vaga e a sensação que a derrota causou era que havia sido lançado a última pá de cal no futebol no país da Casa Branca.

Os Estados Unidos até empataram com a Costa Rica, fora

Tal sentimento era causada pela sequência de acontecimentos da época. A NASL, liga de futebol que chegou a ter times com estrelas mundial, perdeu no início dos anos 1980 o contrato de transmissão com a ABC. Isso se somou a uma queda absurda na média de público e na renda dos times. O efeito dominó levou ao fim da liga em 1984, quando apenas dois times manifestaram interesse por voltar em 1985.

Assim, a Major Indoor Soccer League acabou virando a “liga oficial” de futebol do país. Porém, o “futebol indoor”, que basicamente é a mesma coisa que o showbol, tinha regras diferentes e aquilo acabou servindo apenas para manter os jogadores em atividade. O problema é queas diferenças no jogo e a mudança rápida de estilos de futebol causava uma dificuldade no condicionamento físico. Quem escapava um pouco disso eram os atletas que ainda estavam na universidade.

Mas perderam em casa para "Los Ticos" e ficaram de fora da Copa

Tudo isso teve alguma contribuição na dolorosa eliminação de 1985. A Costa Rica, ainda que não fosse um Brasil ou Argentina, tinha um campeonato nacional organizado e profissional, muito no estilo de outros campeonatos da América Latina (Apertura e Clausura). Sem uma liga profissional e com o esporte cada vez mais abandonado, foi até surpreendente que os EUA conseguissem chegar a Copa do Mundo em 1990.

Atualmente, a história é muito diferente. Desde a fundação da MLS, em 1993, causada pela Copa de 1994 e o real inicio de suas disputas em 1996, o futebol vive uma crescente interessante no país. Se inicialmente o público chegou a ter quedas, aos poucos a liga se estabeleceu e a expansão ajudou a aumentar a audiência, o dinheiro, etc. Foi uma bola de neve, só que dessa vez, boa.

Caliguri comemora o gol da classificação para a Copa de 1990

Com esse desenvolvimento, o desempenho em Copas havia melhorado. Desde 1990, foram sete classificações seguidas, sendo que em 2002 (quartas) e em 1994, 2010 e 2014 (oitavas) o Tio Sam teve seus melhores desempenhos na competição. Ficou fora do mata-mata em 1990, 1998 e 2006. Porém nesta eliminatória, a campanha irregular e o final decepcionante deixaram os Estados Unidos de fora pela primeira vez em 32 anos.
←  Anterior Proxima  → Inicio

Um comentário:

  1. Bom, 1985 existia sim um liga profissional nos EUA: chamava-se USL (não confudir com a atual). De caráter regional, a liga não era reconhecida pela FIFA. Outra observação: sempre existiu soccer profissional nos EUA. Mas apenas a NASL e a MLS foram reconhecidas pela FIFA.

    ResponderExcluir

O Curioso do Futebol

O Curioso do Futebol
Site do jornalista Victor de Andrade e colaboradores com curiosidades, histórias e outras informações do mundo do futebol. Entre em contato conosco: victorcuriosofutebol@gmail.com

Facebook

Twitter

YouTube

Aceisp

Total de visualizações