terça-feira, 10 de outubro de 2017

América campeão da Copa Sul-Minas 2000

Por Lucas Paes

Time do América no primeiro jogo da final diante do Cruzeiro

Sempre vivendo a sombra dos gigantes Atlético Mineiro e Cruzeiro, o América Mineiro por vezes incomodou a dupla de BH. No começo dos anos 2000, o Coelho conseguiu montar uma boa equipe, que chegou a primeira divisão nacional e levou a conquista de um título histórico, a Copa Sul-Minas de 2000.

A Sul-Minas teve apenas três edições e a daquele ano foi a primeira. A conquista do Mecão começou a ser desenhada no modo que o time tratava a competição, desde o início com prioridade. Com uma filosofia de jogar uma final a cada jogo, a pretensão era ir longe e quem sabe levar a taça.

Um total de 12 equipes jogavam aquela edição, com três grupos de quatro participantes, com a primeira fase tendo turno e returno. Passavam as semifinais os líderes de cada grupo e o melhor segundo colocado, que faziam as semifinais da competição em dois jogos. A final também rolava em ida e volta.

Pintado e Zé Afonso, dois dos destaques do América

O grupo americano contava com Internacional, Atlético Paranaense e Avaí. A estreia foi no Beira-Rio, diante do Colorado e o Coelho venceu por 1 a 0, gol de Rui. Na segunda rodada, goleada de 4 a 1 sobre o Atlético Paranaense, no Independência, gols de Pintado, Rinaldo e Fabrício duas vezes. Juliano diminuiu para o Furacão. A última partida do primeiro turno foi outra vitória no Independência, dessa vez por 2 a 0 sobre o Avai.

Na abertura do returno, veio uma derrota para o Furacão na Arena da Baixada por 3 a 2. Depois, o empate de 1 a 1 com o Inter, gols de Zé Afonso para os mineiros e Lúcio para os gaúchos, resultado que colocou o time na fase seguinte. Na última rodada, um empate sem gols com o Avaí, no Independência.

Na semifinal, o adversário foi o já conhecido Atlético Paranaense, segundo colocado do próprio grupo do time verde e preto de Minas. No primeiro jogo, na Arena da Baixada, empate por 2 a 2, mesmo resultado da volta, no Independência, Kleber Pereira e Lucas colocam o Furacão em boa vantagem, mas o América busca o empate no segundo tempo, com Palhinha e Zé Afonso. A igualdade nos dois jogos leva a decisão para os pênaltis.

O goleiro Milagres foi outro dos destaques daquele time

Nas penalidades, depois das primeiras cobranças serem perfeitas para cada lado, na terceira Milagres defende o chute de Luizinho Neto. Tucho faz 4 a 2 para o América logo depois e o chute para fora de Marcos Vinicius bota o Decacampeão na final da Copa Sul Minas, diante do Cruzeiro.

A decisão foi feita em dois jogos no Mineirão. No primeiro, Pintado faz de pênalti o único gol da vitória americana. No segundo jogo, em um estádio lotado, bastava a Raposa uma vitória simples, já que os cruzeirenses tinham a melhor campanha da competição.

Naquele dia primeiro de Março, o Cruzeiro pressionou muito e brilhou a estrela do goleiro americano Milagres, ídolo da torcida, que faz diversas defesas espetaculares. Porém, quando o árbitro deu um pênalti a favor dos Celestes, Zé Maria finalmente abre o placar. A primeira etapa termina com o título indo para a Toca.

Vídeo do segundo jogo da final

Mas logo no começo da etapa final, Zé Afonso buscou a igualdade, deixando de novo o título com o América. Aos 34’, a chance de fechar o caixão cruzeirense veio em pênalti sofrido por Zé Afonso, que por sinal foi fora da área, mas Pintado chutou para fora. A confirmação da vitória e do titulo porém veio pouco depois, em rápido contra ataque, Álvaro fez grande jogada individual e marcou o segundo, garantindo a taça para o América.

Comandado por Flávio Lopes, o Coelho tinha o time base formado por Milagres, Estevam, Welligton Paulo, Dênis, Fabrício; Pintado, Edgar, Jean; Palhinha, Zé Afonso e Rinaldo. No gol, Milagres virou idolo do clube por fazer justamente o que o nome sugere debaixo das traves. Os experientes Pintado e Palinha eram os craques da equipe, enquanto Zé Afonso era o homem dos gols e Fabrício o terror dos adversários na bola parada.

Jogadores comemoram o título no Mineirão já vazio

No ano seguinte, o Coelho levaria o estadual, em cima do Atlético Mineiro, com parte daquele time de 2000 ainda remanescente. O time passou por uma crise no final da primeira década do século XVI, sendo inclusive rebaixado para o segundo módulo do Campeonato Mineiro. Porém, desde 2009, a partir do título da Série C, o América vem em um momento bom, frequentando algumas vezes a primeira divisão e conquistando outro estadual no ano passado.
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

O Curioso do Futebol

O Curioso do Futebol
Site do jornalista Victor de Andrade e colaboradores com curiosidades, histórias e outras informações do mundo do futebol. Entre em contato conosco: victorcuriosofutebol@gmail.com

Facebook

Twitter

YouTube

Aceisp

Total de visualizações