sexta-feira, 15 de setembro de 2017

O Santos jogando com o patrocínio da Kalunga na camisa

Por Victor de Andrade, com as colaborações de Wesley Miranda e Gabriel Santana

Em pé, da esquerda para a direita: Evandro Baladi, César Sampaio, Pedro Paulo, Celso, Carlos Alberto Borges e Paulo Robson. Agachados: Gersinho, Ribamar, Serginho Chulapa, Paulo Leme e Zé Sérgio. O jogo foi contra o Guarani, na Vila Belmiro (foto: arquivo Wesley Miranda)

Alguns patrocinadores, principalmente entre as décadas de 80 e 90, ficaram marcados e ligados a algum clube, pela duração da marca na camisa. No Brasil, temos dois exemplos clássicos: o Flamengo com a Petrobras (Lubrax) e o Corinthians com a Kalunga. Aliás, a parceria entre o Timão e a rede de papelarias durou entre 1985 e 1994.

Porém, o que poucos sabem é que a Kalunga patrocinou também o Santos FC. Com o sucesso de sua marca na camisa do Corinthians, a rede de papelarias, fundada por Damião Garcia, resolveu expandir seu investimento em patrocínio no futebol e estampou seu logo na camisa do Peixe.

Dunga contra o Corinthians. Os dois times patrocinados pela Kalunga

Na verdade, isto aconteceu em alguns jogos. Em 1986, o Santos abusou dos famosos patrocinadores pontuais. Ao invés de fechar com alguém a temporada inteira, o clube acertou estampar a marca de uma empresa por um pequeno período ou jogo específico. Além da Kalunga, estamparam sua logo na camisa do Alvinegro Praiano os papéis Kleenex, Afonso Veículos e Dankel. Todos eles no Campeonato Paulista, disputado naquele ano no primeiro semestre.

Alguns jogos marcantes com a camisa patrocinada pela Kalunga foram uma vitória contra o Guarani, na Vila Belmiro, por 2 a 1, em 28 de maio, e o principal deles: uma vitória contra o Corinthians, no Pacaembu, por 1 a 0, em 20 de abril, gol de Serginho Chulapa, de pênalti. Neste clássico, as duas equipes estampavam a marca da papelaria na camisa.

De León levando cartão

Já no Campeonato Brasileiro de 1986, a Suvinil passou a patrocinar o Santos FC, fechando depois um patrocínio de temporada inteira com o clube no ano seguinte. A partir de 1988, o Peixe fechou com a Coca-Cola (que era o grande patrocinador do futebol brasileiro na época), ficando até 1993.
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

O Curioso do Futebol

O Curioso do Futebol
Site do jornalista Victor de Andrade e colaboradores com curiosidades, histórias e outras informações do mundo do futebol. Entre em contato conosco: victorcuriosofutebol@gmail.com

Facebook

Twitter

YouTube

Aceisp

Total de visualizações