terça-feira, 5 de setembro de 2017

Com dois de Tostão, 'Feras do Saldanha' derrotam Colômbia em 1969

Tostão marcou os dois gols brasileiros na estreia das Eliminatórias para a Copa de 1970

Em 1969, o futebol brasileiro teve uma das maiores seleções de sua história. O treinador João Saldanha, montou um time usando a base do Santos FC, a melhor equipe do país naquele momento. Craques como Pelé e Edu tiveram os reforços de Jairzinho e Tostão, formando o time que encantou os fãs de futebol e foi chamado de 'As Feras de Saldanha', recuperando o crédito com o torcedor depois de ter perdido a Copa de 1966.

O técnico João Saldanha começou a montar em 1969 o time que ganhou o mundo com a conquista do tricampeonato em 1970 no México. Era o ano das Eliminatórias, competição para a qual o Brasil se preparou em três amistosos.

Nos dias 7 de abril (no Beira-Rio) e 9 de abril (no Maracanã), o Brasil venceu o Peru por 2 a 1 e 3 a 2, respectivamente. No dia 12 de junho, no Maracanã tomado por 105.649 pagantes,o Brasil enfrentou a então campeã do mundo, a Inglaterra. Em jogo muito disputado e com lances bonitos, a Seleção Brasileira venceu o English Team por 2 a 1. Collin Bell abriu o placar, mas Tostão e Jairzinho, este no segundo tempo, viraram para o Brasil.

Foi este grande time que defendeu o escrete canarinho nas Eliminatórias para a Copa de 1970 e a estreia no qualificatório aconteceu no dia 6 de agosto de 1969, encarando a Colômbia, no Estádio El Campín, em Bogotá. O time colombiano não era nem sombra do que é atualmente.

O Brasil jogou com Félix (Fluminense), Carlos Alberto (Santos), Djalma Dias (Santos), Joel Camargo (Santos) e Rildo (Santos); Wilson Piazza (Cruzeiro) e Gérson (São Paulo); Jairzinho (Botafogo, depois Paulo césar Lima, Botafogo), Tostão (Cruzeiro), Pelé (Santos) e Edu (Santos). O time do Santos era a base, com seis jogadores, mas dois do Cruzeiro, um do São Paulo , um do Botafogo e mais um do Fluminense.

Deste time escalado por Saldanha, mais Paulo César, que entrou, mostrando o acerto do trabalho de João Saldanha, 10 jogadores participaram da campanha do tricampeonato, somente Djalma Dias e Rildo ficaram de fora. O Brasil não tomou conhecimento do time colombiano e da torcidas adversária, se impondo e fazendo 2 a 0, com Tostão marcando aos 38 e 44 minutos da primeira etapa.

Este time encantou nas Eliminatórias. Em um grupo que contava também com Venezuela e Paraguai, o Brasil venceu todos os seis jogos, marcando 23 gols e sofrendo apenas dois. Importante ressaltar que João Saldanha já escalara Tostão como centroavante, formando dupla de ataque com Pelé. A mudança tática feita por Zagallo, que assumiu a equipe para a Copa de 1970, após Saldanha brigar com 'meio mundo', foi acabar como 4-2-4, lançando Rivellino no lugar do ponta ofensivo Edu.

Ficha Técnica
COLÔMBIA 0 x 2 BRASIL

Data: 6 de agosto de 1969
Competição: Eliminatórias da Copa do Mundo de 1970.
Local: Estádio El Campin - Bogotá - Colômbia
Público: 40.000 espectadores.
Árbitro: Alberto Tejada Noriega (Peru)
Assistentes: Cesar Orozco Guerero (Peru), Pedro Reyes Chávez (Peru).

Gols
Brasil: Tostão, aos 38' e aos 44' do primeiro tempo.

Brasil: Félix; Carlos Alberto Torres, Djalma Dias, Joel Camargo e Rildo; Wilson Piazza e Gérson; Jairzinho (Paulo César Caju), Tostão, Pelé e Edu - Treinador: João Saldanha.

Colômbia: Largacha; Segovia, Segrera, López e Castro; García e Agudelo; Tamayo, Jorge Ramirez Gallego (Santa) e Ortiz (Brand) - Treinador: Francisco Zuluaga Rodríguez.
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

O Curioso do Futebol

O Curioso do Futebol
Site do jornalista Victor de Andrade e colaboradores com curiosidades, histórias e outras informações do mundo do futebol. Entre em contato conosco: victorcuriosofutebol@gmail.com

Facebook

Twitter

YouTube

Aceisp

Total de visualizações