quarta-feira, 2 de agosto de 2017

Masakiyo Maezono no Santos FC

Maezono logo após o gol que fez em sua estreia pelo Santos FC

Imagine a cena: um japonês contratado para jogar em um time grande no futebol brasileiro. Faz sua estreia jogando em casa, entrando no segundo tempo de uma partida do campeonato nacional e na primeira vez que toca na bola, manda ela para o fundo das redes. Pois é, isto aconteceu com o japonês Masakiyo Maezono no Santos FC.

O meia atacante Maezono, nascido em Kagoshima, no dia 29 de outubro de 1973, e começou no futebol profissional no Yokohama Flügels, onde fez 157 jogos e marcou 33 gols. Suas atuações o levaram aos Jogos Olímpicos de Atlanta, 1996, e ele foi titular na estreia do Japão no Torneio de Futebol, quando venceram o Brasil por 1 a 0.

Em seguida, Maezono foi para o Verdy Yomiuri Kawasaki, onde atuou em 54 jogos e marcou nove gols até meados de 1998. E a partir deste momento começa a sua história com o futebol brasileiro, mais precisamente com o Santos FC.

O técnico do Peixe à época, Emerson Leão, tinha muitos contatos no futebol nipônico, tanto que alguns atletas brasileiros que vieram para o clube da Baixada em 1998 estavam jogando por lá, como o zagueiro Argel. Segundo o próprio treinador, ele vinha atuando bem, foi recomendado, e ele resolveu indicá-lo. E, desta forma, Maezono veio para o Santos FC.

É claro que a torcida estranhou de início. Tudo bem, japonês no Santos não era novidade. Kazuo Miura até fez boas partidas pelo Peixe na virada da década de 80 para 90 (outro nipônico que havia atuado pelo clube, Musashi Mizushima, fez apenas dois jogos), mas não era comum asiáticos virem assim, como contratação. No máximo, faziam testes e, caso aprovados, entravam na equipe.

Sendo abraçado pelos companheiros, entre eles Elder

Maezono demorou para estrear no Santos FC, até que no dia 18 de outubro de 1998 ele foi relacionado para a partida contra a Portuguesa de Desportos, na Vila Belmiro. Era um jogo disputado, entre duas equipes que estavam na parte de cima da tabela do Brasileirão daquele ano (sim, a Lusa tinha um belo time, com Leandro Amaral, Evair, Carlinhos, Emerson e César) e o primeiro tempo terminou com o placar de 0 a 0.

A torcida do Peixe começou a gritar: "um, dois, três! Coloca o japonês!". Emerson Leão aceitou os pedidos e sacou Messias para a entrada de Maezono. E não é que aos 21 minutos da segunda etapa, ele foi lançado, saiu na cara de Fabiano e marcou o primeiro gol da partida? Pois é, Maezono balançou as redes no que foi, praticamente, o seu primeiro toque na bola.

Aquela partida terminou com o placar de 1 a 1, pois Ailton empatou 10 minutos depois. Maezono fez apenas mais quatro jogos pelo Santos naquele campeonato, inclusive entrando na semifinal em que o Peixe foi eliminado pelo Corinthians na competição, foi para o Goiás em 1999 e voltou ao Japão em 2000, onde defendeu Shonan Bellmare, Tokyo Verdy e ainda encerraria a carreira na Coreia do Sul, atuando por Anyang LG Cheetahs e Incheon United.

Já o Santos, no Campeonato Paulista do ano seguinte e novamente através de Emerson Leão, resolveu trazer outro japonês, o volante Sugawara, que passou 1999 inteiro no clube e pouco jogou. Porém, isto é tema para um outro texto por aqui.
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

O Curioso do Futebol

O Curioso do Futebol
Site do jornalista Victor de Andrade e colaboradores com curiosidades, histórias e outras informações do mundo do futebol. Entre em contato conosco: victorcuriosofutebol@gmail.com

Facebook

Twitter

YouTube

Aceisp

Total de visualizações