sábado, 22 de julho de 2017

Palmeiras campeão da Copa Rio 1951

Com informações do site da Federação Paulista de Futebol

A equipe que conquistou a taça, considerada pelo clube um Mundial

Há exatos 66 anos, o mundo ficava alviverde. No dia 22 de julho de 1951, o Palmeiras empatava por 2 a 2 com a Juventus de Turim no segundo jogo da decisão da Copa Rio de 1951 e sagrava-se campeão. A conquista consagrou a geração vencedora do clube alviverde entre as décadas de 1940 e 1950, e rendeu a honra de Campeão das Cinco Coroas, com cinco títulos em sequência: a Taça Cidade de São Paulo,e o Campeonato Paulista, em 1950, além do Torneio Rio-São Paulo, da Taça Cidade de São Paulo e a Copa Rio, em 1951.

A competição foi organizada pela Confederação Brasileira de Desportos (CBD), atual CBF e, além de Palmeiras e Juventus-ITA, teve como participantes o Estrela Vermelha, da antiga Iugoslávia, Áustria Viena-AUS, Nacional-URU, Nice-FRA, Sporting-POR e o Vasco. Para a disputa da primeira fase, as equipes participantes foram organizadas em dois grupos com quatro integrantes, que se enfrentariam em turno único. Os dois melhores colocados de cada chave seriam classificados para a disputa das semifinais.

Comemorando com a taça

O Palmeiras teve como adversários na primeira fase o Nice, o Estrela Vermelha e a própria Juventus, e todos os jogos desta chave foram disputados na sede de São Paulo, o estádio do Pacaembu. Nas duas primeiras rodadas, uma vitória por 3 a 0 sobre os franceses e outro triunfo, desta vez por 2 a 1, sobre os iugoslavos. Contra os italianos, porém, veio o primeiro revés, pelo placar de 4 a 0. A campanha foi a segunda melhor do grupo, e garantiu os paulistas vivos na competição.

Na outra chave, classificaram-se o Vasco-RJ e o Áustria Viena-AUS, e o Palmeiras teve um rival brasileiro nas semifinais. Desta vez com o estádio do Maracanã como palco, o Palmeiras venceu o primeiro duelo por 2 a 1 e se garantiu na decisão com um empate sem gols. Do outro lado, a Juventus-ITA passou pelos austríacos com um empate por 3 a 3 e uma vitória por 3 a 1, confirmando o duelo da decisão.

No primeiro confronto, com o apoio dos palmeirenses que marcaram presença no Rio de Janeiro, a equipe alviverde levou a melhor por 1 a 0, com gol do atacante Rodrigues. Os italianos vieram com tudo para levar o título no segundo confronto e saíram na frente do placar, com o dinamarquês Praest, logo no início da primeira etapa. Rodrigues, mais uma vez, voltou a aparecer e igualou a conta para o Palmeiras aos dois minutos do segundo tempo, mas mesmo assim não diminuiu o ímpeto dos adversários, que voltaram a estar na frente com Karl Hansen, aos 18 minutos. Foi Liminha quem fechou a conta e, após jogada individual aos 32 minutos, confirmou o título para o Palmeiras.

Comemoração de gol palmeirense

Ficha técnica
PALMEIRAS 2 X 2 JUVENTUS-ITA

Data: 22/07/1951
Local: Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro-RJ

Gols
Palmeiras: Rodrigues, aos 2’, e Liminha, aos 32’ do 2ºT
Juventus: Praest, aos 18’ do 1ºT, e Karl Hansen, aos 18’ do 2ºT.

Palmeiras: Fábio Crippa; Salvador e Juvenal; Túlio, Luiz Villa e Dema; Lima, Ponce de León (Canhotinho), Liminha, Jair Rosa Pinto e Rodrigues - Técnico: Ventura Cambon

Juventus: Viola; Bertucceli e Manente; Mari, Parola e Bizzoto; Muccinelli, Karl Hansen, Boniperti, Johan Hansen e Praest - Técnico: Jasse Carver
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

O Curioso do Futebol

O Curioso do Futebol
Site do jornalista Victor de Andrade e colaboradores com curiosidades, histórias e outras informações do mundo do futebol. Entre em contato conosco: victorcuriosofutebol@gmail.com

Facebook

Twitter

YouTube

Aceisp

Total de visualizações