domingo, 30 de julho de 2017

Carlos Maldonado - Um venezuelano no Fluminense


O Fluminense teve dois meias estrangeiros que se tornaram ídolos da torcida. O primeiro deles, na década de 80, é um dos grandes ídolos da história no clube, o paraguaio Romerito. O outro, de passagem mais recente, é Conca (apesar de atualmente estar no rival Flamengo). Porém, este artigo vai falar de um meia da Venezuela, Carlos Maldonado, que é o único jogador daquele país a ter vestido a camisa tricolor.

Carlos Maldonado, na verdade, é uruguaio de nascimento (Montevidéu, dia 30 de julho de 1963), mas foi para a Venezuela ainda novo e começou no futebol por lá. Seu primeiro clube foi o Deportivo Portugués, em 1981, indo em seguida para o Atlético San Cristóbal e depois tendo a primeira passagem pelo Unión Atlético Táchira (atual Deportivo Táchira). Aliás, Maldonado é um dos grandes ídolos da história do clube, tendo, inclusive, uma estátua na sede da agremiação.

Entre idas e vindas no Atlético Táchira, ele passou por Deportivo Armenio, da Argentina, e Independiente Santa Fé, da Colômbia. Além disso, Carlos Maldonado foi o principal jogador da Seleção Venezuelana na segunda metade da década de 80, tendo, inclusive, feito o primeiro gol da história da Vinho Tinto sobre o Brasil, na abertura da Copa América de 1989, em Salvador.

A taça de Carlos Maldonado pelo Táchira

Suas boas atuações pela sua seleção, que era muito abaixo das concorrentes, em outra Copa América, em 1991, realizada no Chile, chamaram a atenção dos dirigentes do Fluminense, que o tiraram de mais uma passagem pelo Unión Atlético Táchira e o trouxeram para o Brasil no meio de 1992, quando ele tinha 29 anos. O venezuelano foi apresentado junto com um pacotão de atletas, entre eles o lateral direito Zé Teodoro.

A passagem de Carlos Maldonado pelo Fluminense ficou longe de ser satisfatória. Ele nem completou um ano no clube, indo embora no fim de 1992, tendo disputado apenas o Campeonato Carioca e a Copa do Brasil, onde foi vice-campeão com o clube. Em 15 jogos pelo Tricolor, Maldonado marcou apenas dois gols.

Após sair do Flu, o meia voltou para a Venezuela, para defender o Caracas. Acabou encerrando a carreira em 1995, no Atlético San Cristóbal. Depois, fez uma carreira de treinador e atualmente está sem clube. Apesar de não ter feito sucesso no Fluminense, ainda é o único venezuelano a ter defendido o Tricolor das Laranjeiras.
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

O Curioso do Futebol

O Curioso do Futebol
Site do jornalista Victor de Andrade e colaboradores com curiosidades, histórias e outras informações do mundo do futebol. Entre em contato conosco: victorcuriosofutebol@gmail.com

Facebook

Twitter

YouTube

Aceisp

Total de visualizações