quarta-feira, 26 de julho de 2017

10 anos da Seleção Feminina de ouro no Pan de 2007

Com a medalha no peito, cantando o Hino Nacional Brasileiro: ouro mais do que justo

Em 2007, o Rio de Janeiro sediou os Jogos Pan-Americanos e uma das modalidades em destaque era o Futebol Feminino. A Seleção Brasileira vinha com força máxima, inclusive os grandes destaques, como Marta, Cristiane e Formigo, defendia o título (tinha ganho o ouro quatro anos antes, em Santo Domingo) e ainda vinha de um vice-campeonato olímpico em 2004.

O Brasil caiu no Grupo A da competição, ao lado de Canadá, Jamaica, Equador e Uruguai. A estreia, no dia 12 de julho, antes da abertura do evento, no Engenhão, foi um passeio das brasileiras: 4 a 0 em cima da Celeste, com dois de Daniela Alves, um de Cristiane e outro de Rosana. Na segunda rodada, ainda no Engenhão, 5 a 0 na Jamaica, com dois da experiente Kátia Cilene, mais Daniela Alves, Marta e Cristiane completando o marcador (os dois últimos de pênalti).

Daniela Alves foi importante na campanha
(foto: Flávio Florido / UOL)

No terceiro jogo, o grande ápice: 10 a 0 no Equador, também no Engenhão! Cristiane, com seu faro de gol apurado, balançou as redes quatro vezes. Marta também fez quatro. Pretinha e Daniela Alves completaram o marcador. No último jogo da primeira fase, estreando no Maracanã, esperava-se uma dificuldade maior, já que o Canadá sempre monta fortes equipes. Porém, ao fim da partida o placar apontou 7 a 0 para o Brasil, com um show de Marta, que marcou cinco vezes. Rosana e Daniela Alves também balançaram as redes, colocando a Seleção como primeira do Grupo A.

Na semifinal, o adversário era o México, que também veio ao Rio de Janeiro com uma equipe forte. Foi o jogo mais difícil de todo o torneio e o Brasil teve dificuldades para passar pela retranca das mexicanas. Porém, aos 15' do segundo tempo, Rosana marcou o primeiro gol, fazendo o Maracanã explodir de alegria. Seis minutos depois, novamente Rosana, deu números finais à partida: 2 a 0 e o Brasil estava na final.

O adversário na decisão era os Estados Unidos, que passou em primeiro do Grupo B (mesmo sendo derrotado pelo México na última rodada) e passou pelo Canadá na semifinal. Era um jogo difícil, mesmo que as norte-americanas não tinham vindo com sua equipe principal. O Maracanã lotou para ver a equipe dirigida por Jorge Barcellos na decisão.

Seleção Brasileira subindo ao pódio
(foto: Flávio Florido / UOL)

Empurrada pela torcida, o Brasil foi para a pressão e abriu o marcador aos 18 minutos, com Marta, em cobrança de pênalti. O time canarinho continuou em cima dos Estados Unidos e Cristiane, aos 28', fez o segundo. E o Brasil foi para o intervalo com uma boa vantagem.

No segundo tempo, as brasileiras continuaram na pressão e foram marcando mais. Aos 3 minutos, Cristiane foi novamente às redes, marcando o terceiro. Aos 20', mais um pênalti para o Brasil e Marta cobrou com precisão, fazendo o quarto. Mas tinha tempo para mais um: Daniela Alves fechou o marcador aos 30': Brasil 5 a 0 e grande festa no Maracanã.

A cerimônia de premiação foi linda! Marta ganhou asas cenográficas e comemorou o título com ela. Na hora de receber a medalha de ouro, as jogadoras se emocionaram e no hino, a felicidade estava estampada no rosto das atletas. Depois, a festa foi genial! Passados 10 anos, ninguém esquece aquele 26 de julho!

Seleções de Estados Unidos, Brasil e Canadá com suas respectivas medalhas

Ficha Técnica
BRASIL 5 X 0 ESTADOS UNIDOS

Data: 26 de julho de 2007
Local: Maracanã - Rio de Janeiro-RJ
Árbitro: Fernando Cabrera (URU)
Auxiliares: Carlos Pastorino (URU) e Marvin Ramirez (CRC)

Cartão amarelo
Estados Unidos: Taylor

Gols
Brasil: Marta, aos 18', e Cristiane, aos 28' do primeiro tempo. Cristiane (BRA), aos 3', Marta, aos 20', e Daniela Alves (BRA), aos 30' do segundo tempo

Brasil: Andréia Suntaque; Aline, Renata Costa e Tânia Maranhão; Elaine, Daniela Alves, Formiga, Marta e Rosana (Kátia Cilene); Cristiane (Pretinha) e Maycon - Técnico: Jorge Barcellos

Estados Unidos: Naeher; Taylor, Fountain, Marshall e Wilmoth (Enyeart); Heath, Wright, Edwards e Nogueira; Cheney e O'Hara - Técnica: Jillian Jones
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

O Curioso do Futebol

O Curioso do Futebol
Site do jornalista Victor de Andrade e colaboradores com curiosidades, histórias e outras informações do mundo do futebol. Entre em contato conosco: victorcuriosofutebol@gmail.com

Facebook

Twitter

YouTube

Aceisp

Total de visualizações