terça-feira, 27 de junho de 2017

El Chanfle – Um filme do Chespirito com futebol

Por Lucas Paes


Chespirito, futebol e cinema: uma combinação dessa já é algo dos sonhos para muita gente, já que o o autor e ator mexicano Roberto Gomes Bolaños marcou a infância de muitos e é adorado por fãs até hoje, criando personagens icônicos como Chaves, Chapolin e o Seu Madruga, que é tema de memes desde o início da internet e já teve até seu rosto pintado em bandeiras de torcidas pelo mundo. É quase óbvio dizer então que o filme “El Chanfle” de 1979 foi um sucesso absurdo de público no México e no mundo.

Antes de mais nada, não podemos esquecer que Roberto Gomes Bolaños sempre deixou claro que era um grande fã de futebol e outros esportes. Chaves, por exemplo, tem diversas citações sobre a modalidade e, inclusive, com os próprios personagens chutando bolas. Além disso, vale lembrar da coleção de flâmulas de clubes do Seu Madruga.

O filme trata do personagem Chanfle, feito pelo próprio Chespirito, roupeiro do América (um dos clubes mais populares do México e do mundo) que passa por dificuldades financeiras e conjugais. Porém, ele tem sempre um jeito honrado de lidar com a vida, mesmo que este jeito lhe coloque em confronto com o treinador da equipe.

O filme mostra todos os bastidores da vida de um roupeiro de um time de futebol na época. Chanfle é respeitado por muitos, mas também é esnobado por outros, como por exemplo o treinador da equipe, Reyes (Feito pelo ator Ramón Valdez, que interpreta o Seu Madruga) e a estrela do time, Valentino, interpretado por Carlos Villagran, o Quico da série Chaves. 

Chanfle sonhando jogar futebol

Já no casamento, a relação entre Chanfle e sua esposa é boa, mas o casal sofre por estar junto há 10 anos e não conseguir ter um filho (algo o que o médico da equipe, Dr. Najera, ajudaria a resolver). Além disso, a falta de dinheiro do protagonista também afeta sua vida. Apesar de todos os problemas, ele mantém sempre seu jeito honrado e honesto com as pessoas. Tal honestidade chegaria a custar o emprego de Chanfle, quando este se recusa a sabotar o adversário para o treinador Reyes.

Apesar de não ter sido lançado no Brasil na época (vale ressaltar que apesar de ser dos anos 70, as séries Chaves e Chapolin só chegaram por aqui nos anos 80 e a película foi lançado em 1979), o filme vale o registro por ser mais uma das produções do “universo” Chaves. Ele segue a tradição do seriado, de passar lições de moral e caráter valendo-se de um humor leve e de qualidade, mesmo que deixe a desejar em alguns aspectos cinematográficos.

Uma curiosidade interessante: o famoso episódio de Chaves passado no cinema, onde eles sempre menciona que seria "melhor ver o filme do Pelé", no original ele se refere ao filme El Chanfle. Como o longa não tinha sido lançado no Brasil, os dubladores fizeram esta adaptação. Outra curiosidade é que El Chanfle ganhou uma continuação em 1982, mas isto é tema para um outro texto.

El Chanfle completo e legendado

Elenco
Roberto Gomes Bolaños (Chespirito) – El Chanfle
Florinda Meza – Teresa (esposa de Chanfle)
Rubén Aguirre – Sr Matube
Maria Antonieta de Las Neves – Diana
Edgar Vivar – Dr. Najera
Ramón Valdez – Moncho Reyes
Carlos Villagran – Valentino Milton
Angelines Fernandes – Cajera
Raúl Padilla – Paco
Horácio Gomes Bolaños – Policial
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

O Curioso do Futebol

O Curioso do Futebol
Site do jornalista Victor de Andrade e colaboradores com curiosidades, histórias e outras informações do mundo do futebol. Entre em contato conosco: victorcuriosofutebol@gmail.com

Facebook

Twitter

YouTube

Aceisp

Total de visualizações