sexta-feira, 23 de junho de 2017

Edmundo no Nova Iguaçu em 2005

Por Lucas Paes e Victor de Andrade

O projeto de Edmundo no Nova Iguaçu envolvia o lado social

Polêmico e brilhante,  Edmundo foi um dos maiores ídolos do futebol brasileiro. Atacante de carreira vitoriosa nos anos 90, teve diversos momentos complicados, devido ao seu temperamento, e até problemas com a Lei. Em 2005, quando estava em baixa no futebol, surpreendeu quando assinou com o Nova Iguaçu. Porém, o sonho do Laranjinha durou apenas duas partidas.

Depois de um 2004 de pouco brilho no Fluminense, onde pela terceira vez, em clubes, reviveu uma dupla de ataque com Romário, mas pouco jogou, Edmundo estava em baixa. Com propostas pouco vantajosas, o Animal ficou sem jogar no início de 2005 e pensou até em parar de jogar, quando Zinho, que foi um dos fundadores do Nova Iguaçu e jogava pelo clube, fez o convite.

Edmundo até chorou na apresentação

A ideia de jogar a Série B do Campeonato do Rio de Janeiro, ao lado do ex-companheiro de Palmeiras, chamou a atenção do craque. O contrato, firmado em maio, duraria até julho, fim da competição. Uma empresa local pagar R$ 20 mil por mês para Edmundo e ela usaria a imagem do jogador para ações sociais, junto com a Prefeitura de Nova Iguaçu. O projeto tinha até slogan: "Edmundo é social!"

Na apresentação, Edmundo até chorou contando sua história familiar (ele perdeu um irmão para as drogas). Mas, a estadia do jogador no Nova Iguaçu foi curtíssima. Edmundo estreou contra o CFZ (triunfo por 1 a 0) e contra o Goytacaz, quando Edmundo marcou o seu único gol com a camisa do Laranjinha, fazendo com que o seu time vencesse por 1 a 0.

Matéria sobre a apresentação do craque no Nova Iguaçu

Após a partida contra o Goytacaz, Edmundo deixou o clube. Ele alegou que a empresa que pagaria o seu salário não cumpriu o combinado e deixou a equipe. Zinho, que também acusou a empresa de não honrar com sua parte, chegou a procurá-lo para que ele continuasse no clube. Logo depois, o Animal se acertava com o Figueirense, para jogar o Campeonato Brasileiro da Série A.

No final, tudo deu certo para ambos os lados. O Nova Iguaçu foi o campeão do acesso do Campeonato do Rio de Janeiro e jogou na elite do estado em 2006. Já Edmundo recuperou o seu futebol no Figueirense, sendo o grande destaque da equipe no Brasileirão 2005, e acabou voltando para o Palmeiras no ano seguinte. Mas isto é história para um outro texto.
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

O Curioso do Futebol

O Curioso do Futebol
Site do jornalista Victor de Andrade e colaboradores com curiosidades, histórias e outras informações do mundo do futebol. Entre em contato conosco: victorcuriosofutebol@gmail.com

Facebook

Twitter

YouTube

Aceisp

Total de visualizações