sábado, 10 de junho de 2017

Arthur e Kennedy - Os primeiros africanos no Santos FC

Arthur Zwane e Kennedy Nagoli: os primeiros africanos do Santos FC

Por ser um clube conhecido mundialmente, principalmente por causa de seu time da década de 60 e ter tido Pelé, o Santos FC sempre atrai as atenções ao redor do planeta e, não é por acaso, muitos jogadores de outros lugares querem atuar pelo clube. Por isso, o Peixe já teve alguns estrangeiros de lugares inusitados, como na história que vamos contar agora: o atacante sul-africano Arthur Zwane e o meia do Zimbábue, Kennedy Nagoli.

Apesar de serem de países diferentes (porém, ambos no continente africano e vizinhos), Arthur e Kennedy estavam no mesmo clube antes de chegarem ao Brasil, no Jomo Cosmos, na África do Sul, e vieram para o Santos FC ao mesmo tempo, ambos em 1995, e foram indicados por ninguém menos que Edson Arantes do Nascimento, o Pelé.

Arthur Zwane nasceu em Gauteng, na África do Sul, em 20 de setembro de 1973, e até chegar ao Santos FC, tinha feito toda a sua carreira no Jomo Cosmos. Já Kennedy Nagoli (24 de maio de 1973) começou no futebol no Dynamos do Zimbábue e foi descoberto por um olheiro do Jomo Cosmos, onde estreou profissionalmente em 1991. Kennedy, aliás, foi considerado na época, um dos 11 melhores jogadores da South African Soccer League.

Apesar de não terem entrado em nenhum jogo da campanha no Brasileirão de 1995, quando o Alvinegro foi vice-campeão brasileiro, após uma polêmica final contra o Botafogo, tanto Arthur como Kennedy já treinavam com aquela equipe e fizeram suas estreias naquele mesmo ano, mais precisamente em 4 de novembro, em um amistoso contra o Baré de Roraima. Ao final daquele partida, o Peixe venceu por 3 a 2 e Arthur marcou um dos gols do triunfo.

Final do Torneio de Verão de 1996

Em 1996, ambos os jogadores tiveram mais chances na equipe principal. Arthur e Kennedy jogaram o Torneio de Verão, criado pelo SBT na pré-temporada. Na final, contra o Corinthians, o Santos venceu por 3 a 1 e Kennedy caiu nas graças da torcida, já que marcou um belo gol de fora da área.

Ao longo do jogos, os dois foram perdendo espaço. O primeiro foi Arthur, que ao final fez apenas sete jogos com a camisa do Santos e um único gol, o da estreia. Ainda no primeiro semestre de 1996, ele voltou à África do Sul, para defender o Orlando Pirates, de sua terra natal, onde virou ídolo.

Já Kennedy teve um pouco mais de chances pelo Alvinegro Praiano. No total, ele fez 13 jogos com a camisa do Santos FC e marcou dois gols. Ainda chegou a fazer parte do elenco que disputou o Brasileirão de 1996 pelo Peixe, mas logo depois deixou o clube e foi defender o Aris Salonika, da Grécia.

Depois, o Santos FC teve apenas mais dois africanos em sua história e ambos de Camarões. O primeiro foi Ondigui Adams, que veio para o Brasil novo, passou pela base da Portuguesa Santista e chegou ao Sub-20 do Alvinegro em 2006. Chegou a ser inscrito para a Copa Sul-Americana daquele ano com a camisa 25, mas não entrou em campo pelos profissionais. Depois, em 2016, o Peixe teve o centroavante Joel, que já era conhecido por passagens por Londrina, Coritiba e Cruzeiro, e em 2017 foi negociado com o Botafogo.
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

O Curioso do Futebol

O Curioso do Futebol
Site do jornalista Victor de Andrade e colaboradores com curiosidades, histórias e outras informações do mundo do futebol. Entre em contato conosco: victorcuriosofutebol@gmail.com

Facebook

Twitter

YouTube

Aceisp

Total de visualizações