terça-feira, 23 de maio de 2017

Wilson Mano - O coringa do Coringão!

Com informações do site oficial do Corinthians

Foram 405 jogos com a camisa do Timão, onde só não atuou como goleiro

Um dos jogadores mais ovacionados pela torcida do Corinthians, por sua raça e por atuar em todas as posições do campo, faz aniversário. Wilson Mano completa neste 23 de maio 53 anos de idade. O atleta, que começou no XV de Jaú, ficou marcado por sua passagem pelo Timão.

São 405 jogos, uma marca muito expressiva. Wilson Mano é o 15º jogador a mais vestir a camisa do Corinthians, mas certamente é o que mais vestiu números diferentes. Coringa, apelido dado pela versatilidade em atuar em diversas posições, ostenta a marca de ter representado o Timão em todas as posições de linha. Com exceção do gol, o ex-jogador atuou nas duas funções laterais, na zaga, meio-campo e ataque.

“Isso foi uma necessidade da época, tínhamos um grupo reduzido. A confiança do treinador (Nelsinho Baptista) em mim ajudou, e eu conseguia me adaptar rapidamente. Só não fui goleiro”, contou, rindo.

Início de carreira no XV de Jaú

Contratado junto ao XV de Jaú, Wilson Mano chamou a atenção do Corinthians após uma vitória da equipe do interior sobre o Palmeiras em plena capital. Então sondado e dado como certo pelo arquirrival, o polivalente jogador chegou ao Parque São Jorge para ser campeão paulista em 1988 e brasileiro em 1990. Autor do gol da vitória sobre o São Paulo por 1 a 0, na primeira partida decisiva da conquista, Wilson Mano rasga elogios a Neto, craque daquela equipe.

“O Neto foi um jogador importantíssimo. Muitos sabem que as condições físicas dele não eram as ideais, mas ele tinha uma arrancada fantástica, muita sorte dentro da área e uma bola parada impecável. A bola do meu gol foi venenosa, ensaiávamos muito essa jogada”, relembrou.

Na segunda e decisiva partida, Wilson Mano foi substituído. Mas antes mesmo do fim do jogo, já desfilava com a faixa de campeão e fazia a festa com a torcida no lotado estádio do Morumbi. “O time do São Paulo era tecnicamente superior, mas o Corinthians, na pegada, raça e empolgação, superou todas as dificuldades e conquistou o título”, sentenciou.

Comemorando o gol na primeira partida da decisão de 1990

Em 1992, Wilson Mano foi para o Japão, onde jogou no início da profissionalização do esporte na terra do sol nascente. Por lá, defendeu o Jubilo Iwata e o Shonan Bellmare. Voltou ao Brasil em 1994, onde jogou novamente no Corinthians e depois defendeu Grêmio Sãocarlense, Bahia, novamente XV de Jaú e encerrou a carreira no Fortaleza, em 1996.

Homenageado na calçada da fama do Memorial do Corinthians, Wilson Mano ressaltou, no dia, a importância de fazer parte da história do clube. “É sempre muito gratificante receber um convite como esse. Poder participar, como um ídolo de uma equipe tão poderosa, é uma honra. Fazer parte do maior clube do futebol brasileiro, com títulos no Paulista e no Brasileiro, e uma marca no Memorial que só vem pra me coroar”, finaliza.
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

O Curioso do Futebol

O Curioso do Futebol
Site do jornalista Victor de Andrade e colaboradores com curiosidades, histórias e outras informações do mundo do futebol. Entre em contato conosco: victorcuriosofutebol@gmail.com

Facebook

Twitter

YouTube

Aceisp

Total de visualizações