terça-feira, 2 de maio de 2017

Bragantino bate Água Santa nos pênaltis e está na A-1 de 2018

Mesmo com a derrota no tempo normal, o Bragantino conseguiu o acesso nos pênaltis
(foto: Breno Lima / FPF)

O Bragantino garantiu o retornou à elite paulista na tarde desta terça-feira, dia 2. Dois anos depois de ser rebaixado, a equipe campeã estadual em 1990 selou sua classificação no Distrital do Inamar após a vitória por 5 a 3 nos pênaltis diante do Água Santa. No tempo normal, o time da casa venceu por 1 a 0, devolvendo o resultado da ida no Nabi Abi Chedid.

A partida começou bem movimentada. Em desvantagem, os donos da casa buscavam mais o ataque, porém, em um belo chute de fora da área, Rafael Chorão levou perigo, obrigando o goleiro Richard a fazer uma grande defesa e manter o placar inalterado.

Richard comemora o gol de William, no final do primeiro tempo
(foto: Twitter FPF)

Empurrado pela torcida, o Água Santa apostou em cruzamentos na área e consegiu duas chances seguidas: a primeira, aos 25, e a segunda, aos 26 minutos. Contudo, a defesa do Bragantino abafou o perigo. A melhor chance do clube de Bragança Paulista veio com Rafael Grampola, em chute forte da entrada da área aos 31.

O técnico Jorginho colocou Bruno Smith para dar mais ofensividade ao time mandante ainda na primeira etapa. E a alteração deu resultado. Aos 45 minutos, o experiente atacante William, surpresa na escalação, aproveitou o rebote após a cabeçada de Diogo no travessão e só teve o trabalho de mandar para o fundo da rede.

Logo após o intervalo, Rafael Grampola apareceu sozinho na área e desviou para o gol, mas o atacante estava impedido e o lance foi anulado. Pouco depois, o árbitro Luiz Flávio se contundiu e teve que deixar o gramado para que Roberto Pinelli apitasse.

Mais de 6 mil pessoas no Distrital Inamar
(foto: Twitter FPF)

Com a decisão indo para as penalidades, coube ao Água Santa controlar o embate, mas sem chutar muito ao gol. Raphael Toledo, em duas oportunidades, foi quem ameaçou a meta defendida por Renan Rocha. O Água Santa pressionou bastante e os visitantes tiveram apenas uma chance aos 42 minutos. Contudo, a decisão foi mesmo para as penalidades máximas.

Nos pênaltis, Rafael Grampolla abriu a série marcando para o Bragantino. Romão empatou. Vitor, Guilherme Mattis e Wellignton fizeram para o Bragantino. Robson Duarte e Raphael Toledo também balançaram as redes, mas, na quarta cobrança, Bruno Smith mandou para fora. Coube então a decretar a vitória e a classificação do Alvinegro.

Bragantino comemora o acesso após as penalidades
(foto: Twitter FPF)

Ficha Técnica
ÁGUA SANTA 1 X 0 BRAGANTINO
(nos pênaltis, 3x5)

Data: 2 de maio de 2017
Local: Estádio Distrital do Inamar - Diadema-SP
Público: 6.907 pagantes
Renda: R$ 36.015,00
Ábritro: Luiz Flavio de Oliveira;
Assistentes: Daniel Paulo Ziolli e Evandro de Melo Lima;

Cartões amarelos
Água Santa: William e Patrick Silva
Bragantino: Bruno Oliveira

Gol
Água Santa: William, aos 45 do primeiro tempo

Água Santa: Richard; Ivan (Bruno Smith), Leandro Silva, Luizão e Julinho; Rodrigo Sam, Raí, Raphael Toledo e Diogo Campos; Patrick Silva e William (Romão) - Técnico: Jorginho.

Bragantino: Renan Rocha; Bruno Oliveira (Juliano), Gilberto, Guilherme Mattis e Fabiano; Adenilson, Daniel Pereira, Adriano Paulista (Welliton) e Rafael Chorão (Rodrigo Paulista); Vitor e Rafael Grampolla - Técnico: Alberto Félix.
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

O Curioso do Futebol

O Curioso do Futebol
Site do jornalista Victor de Andrade e colaboradores com curiosidades, histórias e outras informações do mundo do futebol. Entre em contato conosco: victorcuriosofutebol@gmail.com

Facebook

Twitter

YouTube

Aceisp

Total de visualizações