quinta-feira, 13 de abril de 2017

São José e Jabaquara empatam em 0 a 0 em Guaratinguetá

Em jogo equilibrado, Águia do Vale e Leão da Caneleira ficaram no 0 a 0
(foto: Danilo Sardinha - Globo Esporte.com)

O Jabaquara conseguiu um bom resultado na tarde desta quinta-feira, dia 13. Jogando fora de casa, pelo Campeonato Paulista da Segunda Divisão de 2017, o Leão da Caneleira empatou em 0 a 0 com o São José. O jogo foi realizado no Estádio Dario Rodrigues Leite, em Guaratinguetá, devido a uma punição da Águia do Vale ainda na Série A-3 de 2016.

As duas equipes começaram o campeonato de formas distintas. O São José estreou com o pé direito, vencendo o União Mogi, fora de casa, por 2 a 0. Já o Jabaquara, mesmo jogando em casa e enfrentando um Real Cubatense que já inicicou a partida com 10 jogadores, empatou em 1 a 1, um resultado com sentimento de derrota.

O início do jogo foi de pouca movimentação
(foto: Bruno Leandro Barros)

A verdade é que o jogo, disputado em um clima nublado, começou com um nível de futebol abaixo da crítica. Só para se ter uma ideia, o primeiro chute aconteceu apenas aos 17 minutos, com Carlos Eduardo, atacante do Jabaquara. O lateral esquerdo do Leão da Caneleira, Luan, levava vantagem sobre o lado direito da defesa da Águia do Vale.

Aos 24', a primeira chance do São José. Vitor Feijão viu Anderson entrando sozinho e enfiou a bola. Ele invadiu a área, mas João Vitor foi bem e salvou o Leão da Caneleira. Depois, o jogo foi novamente esfriando e uma chance de perigo aconteceu somente aos 43', quando Carlos Eduardo arriscou chute venenoso e Robert, goleiro do São José, espalmou para escanteio. Sem as redes balançadas, a partida foi para o intervalo com o placar de 0 a 0.

Jabaquara tenta ataque ainda no primeiro tempo
(foto: Felipe Viana)

No segundo tempo, o jogo estava frio novamente. Aos 10', bela jogada do São José, onde Vitor Feijão se esticou todo para finalizar e quase marcou, mas João Vitor fez boa defesa. Aos 18', uma verdadeira blitz do São José na área do Jabaquara e se não fosse o goleiro João Vitor, depois de chute de Paulinho, a Águia do Vale teria aberto o marcador.

O São José, aos poucos, foi dominando a as ações e pressionando o Leão da Caneleira, que se segurava para manter o empate. Porém, o Rubro Amarelo tinha um forte contra-ataque, que sempre levava perigo ao gol defendido por Robert, o arqueiro da Águia do Vale. Aos 22', Lipe, em cobrança de falta, fez Robert trabalhar.

Segundo tempo teve mais chances de gol para ambos os lados
(foto: Bruno Leandro Barros)

O Jabaquara chegou com perigo aos 34'. João Moreira arriscou de fora da área e a bola passou perto da trave defendida por Robert. O São José respondeu aos 37', quando em boa jogada, Ruero e Paulinho tabelaram e o segundo bateu forte, acertando o travessão, pingando no chão e saindo. Os torcedores chegaram a comemorar, mas a arbitragem mandou seguir o jogo. Em seguida, o Jabuca quase marcou com Lucas Ian.

Aos 45', Lipe fez um grande lance, passando por dois marcadores, e bateu forte, mas Robert se esticou todo e salvou o que seria o gol do Jabuca. Este foi o último lance de perigo do jogo, que acabou empatado: São José 0, Jabaquara 0.

Com o resultado, o São José foi a quatro pontos, folga na próxima rodada e só volta à campo no dia 29 de abril, às 15 horas, quando novamente joga em Guaratinguetá, contra o Mauaense. Já o Jabaquara, com dois pontos, encara o União Mogi no dia 23, domingo, às 19 horas, no Estádio Espanha, em Santos.

Ao fim do jogo, placar em branco
(foto: Felipe Viana)

Ficha Técnica
SÃO JOSÉ 0 X 0 JABAQUARA

Data: 13 de abril de 2017
Local: Estádio Dario Rodrigues Leite - Guaratinguetá-SP
Público: 56 pagantes
Renda: R$ 680,00
Árbitro: Paulo Santiago de Medeiros
Assistentes: Claudemir de Araujo Silva e Mauricio Helder Luiz Alexandrino

Cartões Amarelos
São José: Léo Félix, Renan e Ruero
Jabaquara: Talis

São José: Robert; Léo Félix (Sidney), Josué, Kazu e Maicon; Bruno, Anderson, Renan Casemiro e Matheus Carioca; Vitor Feijão (Paulinho) e Rueiro - Técnico: José Francisco Oliveira.


Jabaquara: João Vitor, Marcos Denilson, Natan, Talis e Luan; Bode, Murilo, João Moreira e Lipe; Fabio (Carlos) e Carlos Eduardo (Lucas Ian) - Técnico: Gilberto Costa.
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

O Curioso do Futebol

O Curioso do Futebol
Site do jornalista Victor de Andrade e colaboradores com curiosidades, histórias e outras informações do mundo do futebol. Entre em contato conosco: victorcuriosofutebol@gmail.com

Facebook

Twitter

YouTube

Total de visualizações