quinta-feira, 27 de abril de 2017

Ponte Preta - Campeã da divisão de acesso Paulista em 1969

Por Lucas Paes

Em pé: Teodoro, Wilson Quiqueto, Samuel, Henrique, Nelsinho Baptista e Santos
Agachados: Alan, Dicá, Manfrini, Roberto Pinto e Ézio

A Ponte Preta é o time de futebol mais antigo do estado de São Paulo. Porém, nos seus 117 anos de história, jamais conquistou um título da divisão principal do estado. A única conquista da equipe campineira até hoje é o Campeonato Paulista da Primeira Divisão, em 1969. Naquela época, o que hoje equivale a Série A-1 era chamado de Divisão Especial. 

Aquela edição da divisão de acesso marcava a continuidade de uma enorme seca de acessos para a divisão principal do estadual, até porque só o campeão garantia vaga na elite paulista no ano seguinte. Em 1961, a Ponte perdeu o título para a Prudentina e em 1964, com o título sendo definido só em 1965, o algoz da Macaca foi a Portuguesa Santista. Já eram oito anos seguidos fora da divisão especial.

Naquele ano, porém, a Macaca fez uma campanha espetacular: em 15 jogos, foram 13 vitórias, um empate e apenas uma derrota, na partida contra a Francana, quando tanto o acesso, quanto a taça já estavam garantidos. A estreia da Ponte na competição foi numa vitória de 1 a 0 diante do Saad, em Campinas. Depois, vitória sobre o Nacional em São Paulo, também pela contagem mínima. O time campineiro conseguiu seis vitórias em sequência, até que na sétima rodada, empatou com a União Barbarense em casa. Depois, outras sete vitórias consecutivas, já entrando na fase final, que foi jogada no Parque Antártica, até uma derrota na última rodada para a Francana, em casa.

Os campeões de 1969

O título e o acesso conquistados no campo quase foram por água a baixo, quando a Veterana de Franca entrou na justiça, devido a possível escalação irregular do jogador Adilson em uma partida contra o Linense. Mas o recurso acabou “não dando em nada” e o acesso pontepretano foi mantido, assim como a conquista da taça. 

O time base da Nega Véia naquela conquista era formado por Wilson, Nelson, Samuel, Araújo e Luisinho; Teodoro, Roberto Pinto, Alã, Dicá; Djair e Adilson. A maioria do time era formado por jogadores formados dentro do clube. Dicá é, até os dias atuais, considerado o maior jogador da história da alvinegra de Campinas, sendo inclusive o maior artilheiro do clube, com 154 gols marcados. 

Parte daquele time participaria das gigantes campanhas dos anos 1970. Já no ano seguinte a conquista, a Ponte foi vice-campeã estadual, em um campeonato de pontos corridos. Depois, perdeu as finais de 1977 e 1979, além de perder o campeonato de 1981, para o São Paulo. Tentando mudar essa escrita, a Ponte começa a decidir o Campeonato Paulista contra o Corinthians, no Moisés Lucarelli, no domingo, a partir das 16 horas.

Algumas narrações na campanha da Ponte Preta da Rádio Educadora de Campinas

Jogos da Ponte Preta no campeonato da primeira divisão de 1969
Ponte Preta 1-0 Saad (São Caetano do Sul)
Nacional (São Paulo) 0-1 Ponte Preta
Ponte Preta 3-1 Vasco da Gama (Americana)
São Carlos (São Carlos) 0-1 Ponte Preta
Ponte Preta 2-0 Noroeste (Bauru)
União Barbarense (Sta. Bárbara d’Oeste) 0-2 Ponte Preta
Ponte Preta 1-1 União Barbarense (Sta. Bárbara d’Oeste)
Saad (São Caetano do Sul) 1-4 Ponte Preta
Ponte Preta 2-0 São Carlos (São Carlos)
Vasco da Gama (Americana) 1-3 Ponte Preta
Ponte Preta 2-1 Nacional (São Paulo)
Noroeste (Bauru) 0-2 Ponte Preta
Segunda fase – toda disputada no estádio Parque Antárctica, em São Paulo
Ponte Preta 3-1 Linense (Lins)
Ponte Preta 3-0 Noroeste (Bauru)
Ponte Preta 1-3 Francana (Franca)
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

O Curioso do Futebol

O Curioso do Futebol
Site do jornalista Victor de Andrade e colaboradores com curiosidades, histórias e outras informações do mundo do futebol. Entre em contato conosco: victorcuriosofutebol@gmail.com

Facebook

Twitter

YouTube

Aceisp

Total de visualizações