domingo, 30 de abril de 2017

Olímpia vence, segue às semifinais e Briosa dá adeus à A-3

Por Lincoln Chaves
Colaborações: Leonardo Perez, Matheus Pereira, Lucas Paes e Douglas Teixeira / Futebol Santista

O jogo foi duro, mas o Olímpia conseguiu a classificação em cima da Briosa (foto: Lucas Paes)

O Olímpia fez jus ao posto de melhor campanha e melhor ataque do Campeonato Paulista da Série A-3 e derrotou a Portuguesa Santista por 3 a 1, no Estádio Maria Thereza Breda, diante de 2.661 torcedores, no jogo de volta das quartas de final da competição - na partida de ida, no Ulrico Mursa, empate por 1 a 1. Renatinho (2) e Max Pardalzinho balançaram as redes para o Galo Azul. Washington marcou para a Briosa. O time da casa, agora, encara o Nacional em uma das semifinais. A equipe rubro-verde volta a campo, agora, pela Copa Paulista, no segundo semestre.

O medo de levar um gol e complicar toda uma estratégia de jogo fez os dois times entrarem em campo arriscando pouco e apostando em lançamentos para seus homens de frente. Só na bola parada é que as equipes tentavam subir com mais atletas. A Portuguesa Santista até tomou a iniciativa no início, mas foi o Olímpia teve a primeira chance aos 12, após uma falta batida na área por Vinícius Leite que Thyago defendeu em dois tempos. A Briosa respondeu três minutos depois em uma cabeça de Lucas Lino, defendida por Igor.

Bom público no estádio (foto: Douglas Teixeira/Futebol Santista)

O Olímpia, aos poucos, foi ganhando o meio-campo e ficando com os rebotes que vinham das bolas que sobravam dos tiros livres ou escanteios. O zagueiro Brumati, que completava 100 jogos pelo time da casa, teve duas chances assim, aos 24 e aos 30, mas sem real perigo. Aos 37, Renatinho assustou Thyago com um chute pela direita, que acertou a rede pelo lado de fora.

A Briosa marcava forte, tentando diminuir os espaços, e nos minutos finais tentou se aventurar um pouco mais no ataque. Mas, em um erro de passe pelo meio-campo, Luizinho conseguiu lançar Renatinho, que superou a marcação de Victor Sallinas e tocou por cima de Thyago, já nos acréscimos do primeiro tempo.

Para a etapa final, o técnico Marcelo Fernandes trocou o lateral-esquerdo Tikinho pelo atacante Eric Mamer, com Fernando fazendo a lateral. Mais ofensiva, a Briosa passou a rondar a área do Olímpia. E aos 4 minutos, após cobrança de falta, Washington aproveitou a bola na pequena área e deixou tudo igual. O gol animou a Portuguesa, que teve nova chance aos 8, com Eric Mamer, que recebeu na entrada da área, mas chutou mascado.

Boa jogada do Olímpia pela esquerda (foto: Lucas Paes)

Aos 12, o Galo Azul conseguiu se desvencilhar da pressão rubro-verde e teve boa chance com Naldinho. O atacante dominou perto da entrada da área, girou e bateu cruzado, à esquerda da meta rubro-verde. O lance empologu o Olímpia, que passou a ocupar mais o campo de defesa santista. Aos 19, a equipe da casa ganhou uma falta pelo lado esquerdo - Sallinas levou amarelo pela jogada. O meia Vinícius Leite cobrou e Luizinho, livre, escorou por cima. Tanta pressão deu resultado. Aos 28, Fernando e Thyago bateram cabeça e Max Pardalzinho marcou.

Para complicar a situação rubro-verde, Sallinas fez falta travando o contra-ataque do Olímpia e foi expulso. O time da casa, então, recuou e adotou de vez o contra-ataque como estratégia. Aos 36, Renatinho recebeu na entrada da área e bateu. A bola passou por Thyago e Lucão salvou em cima da linha. A Briosa, mesmo com um a menos, mandou-se toda para o ataque. E o Galo foi fatal. Aos 40, após cruzamento que veio da esquerda, Maranhão ajeitou e Renatinho fez o terceiro, dando números finais à partida e garantindo a equipe azul-anil na semifinal.

Os 3 a 1 deram vaga nas semis para o Olímpia
(foto: Douglas Teixeira/Futebol Santista)

Ficha Técnica
OLÍMPIA 3 x 1 PORTUGUESA SANTISTA

Data: 30 de abril de 2017
Local: Estádio Maria Thereza Breda - Olímpia-SP
Público: 2.661 pagantes
Árbitro: Vinicius Furlan
Assistentes: Alberto Poletto Masseira e Risser Jarussi Corrêa

Cartões Amarelos
Olímpia: Jean Pablo
Portuguesa Santista: Thyago, Vitor Sallinas e Adiel (PSA);

Cartão Vermelho
Portuguesa Santista: Victor Sallinas

Gols
Olímpia: Renatinho, aos 49' do primeiro tempo e aos 40' do segundo tempo; e Max Pardalzinho, aos 28 minutos do segundo tempo.
Portuguesa Santista: Washington, aos 4' minutos do segundo tempo

Olímpia: Igor; Veloso, Jean Pablo, Brumati e Cortez (William); Roger Goiano, Luizinho Melo (Maranhão) e Vinícius Leite; Max Pardalzinho (Álvaro), Naldinho e Renatinho - Técnico: Júlio Sérgio.

Portuguesa Santista: Thyago; Vinícius, Lucão, Victor Sallinas e Tikinho (Eric Mamer); Pedro, Diego Gomes (Adiel) e Ricardinho; Lucas Lino, Fernando e Washington (Kim) - Técnico: Marcelo Fernandes.
←  Anterior Proxima  → Inicio

Um comentário:

  1. Seria bom se a arbitragem fosse isenta como foi la em Olimpia, fazer oq.

    ResponderExcluir

O Curioso do Futebol

O Curioso do Futebol
Site do jornalista Victor de Andrade e colaboradores com curiosidades, histórias e outras informações do mundo do futebol. Entre em contato conosco: victorcuriosofutebol@gmail.com

Facebook

Twitter

YouTube

Aceisp

Total de visualizações