quinta-feira, 2 de fevereiro de 2017

Vai começar o Paulista da Série A-1. Quem será o campeão?

Por Lucas Paes e Matheus Catira

Clique no mapa para vê-lo em alta definição

O Campeonato Paulista da Série A-1 de 2017 começa nesta sexta-feira, com o atual bicampeão, Santos FC, enfrentando o Linense, na Vila Belmiro. Este ano, teremos a volta do Santo André, tradicional time do ABC paulista, campeão da Copa do Brasil em 2004, e do Mirassol. No modo de disputa, haverá algumas mudanças no rebaixamento e no mata-mata: cairão 'apenas' as duas piores equipes da classificação geral e não mais seis como no ano anterior. Todas as partidas da fase eliminatória do certame terão jogos de ida e volta.

Outra novidade é a volta do campeonato do interior: os times que ficarem entre a nona e a 14ª colocação disputarão o troféu, sendo que, se algum dos quatro grandes estiver nesta posição, automaticamente abre-se uma vaga para outra equipe do interior. A forma de disputa será definida após o final da primeira fase.

GRUPO A

CORINTHIANS

Timão venceu a Ferroviária, em amistoso, por 1 a 0
(foto: Daniel Augusto Jr. / Agência Corinthians)

Com 27 títulos em sua estante, o Timão entra mais uma vez como um dos favoritos para a conquista do Paulista. Fora da disputa pela Copa Libertadores, a equipe tem o Paulistão como seu principal torneio no primeiro semestre, ao contrário de Santos e Palmeiras,que estarão preocupados com o torneio continental.

E para apagar a temporada ruim que a equipe teve em 2016, a diretoria alvinegra se mexeu: efetivou o até então auxiliar Fábio Carille para ser o técnico em 2017 e foi ao mercado em busca de reforços, mas sem cometer nenhuma loucura, já que o clube passa por uma situação financeira ruim. A principal contratação ocorreu recentemente: a volta do meia Jadson.

Elenco

Goleiros: Cássio, Walter, Caíque França e Matheus Vidotto
Defensores: Pablo, Balbuena, Vilson, Yago, Pedro Henrique, Guilherme Arana, Léo Príncipe, Moisés, Léo Santos e Fágner
Meias: Mantuan, Gabriel, Guilherme, Giovanni Augusto, Danilo, Marciel, Paulo Roberto, Marquinhos Gabriel, Fellipe Bastos, Maycon, Marlone, Cristian, Rodrigo Figueiredo, Jean, Rodriguinho, Camacho e Warian
Atacantes: Jô, Kazim, Angel Romero, Mendoza, Bruno Paulo, Luidy, Léo Jabá e Carlinhos
Técnico: Fábio Carille

Estádio: Arena Corinthians – São Paulo


SÃO BERNARDO

Apresentação dos zagueiros Iago Maidana, Edimar e Anderson Conceição
(foto: divulgação São Bernardo FC)

Este ano, além da disputa do Paulistão, o Tigre estará na série D do Brasileirão, que deve ser a prioridade do clube. O Paulistão será apenas uma espécie de laboratório de testes, onde a maior pretensão do clube é não cair para a Série A-2.

O principal reforço do São Bernardo é o experiente atacante Edno, que já foi destaque na Lusa, além de passagens por Corinthians e Ponte Preta. O treinador do time é o português Sérgio Vieira, que foi bem falado pelo ótimo futebol praticado pela Ferroviária no ano passado, ainda que o time tenha sofrido na competição.

Elenco

Goleiros: Daniel, Luiz Daniel, Matheus e Diego
Defensores: Anderson Conceição, Edimar, Iago Maidana, João Francisco, Júnior, Breno, Eduardo, Manoel e Paulo Henrique.
Meias: Braga, Geandro, Rodolfo, Túlio, Vinicius Kiss, Willian, Alison, Felipinho, Felipe Matheus, Rafael Costa e Samuel.
Atacantes: Edno, Felipe Ferro, Marcinho, Patrick Vieira, Paulo Marcelo, Rodolfo, Walterson e Wesley.
Técnico: Sérgio Vieira

Estádio: Estádio Primeiro de Maio – São Bernado do Campo


ITUANO
O zagueiro Léo é um dos remanescentes do ano passado

Campeão em 2014, o Ituano montou um elenco recheado de pratas da casa para 2017. Entre os 28 inscritos no Paulistão, nove vieram da equipe de base do Galo de Itú. Entre os destaques, ficam o experiente goleiro Fábio, os atacantes Ronaldo e Marcelinho, além de outros atletas que permanecem no clube, como o zagueiro Léo.

O treinador será Tarcisío Pugliese, pelo quarto ano seguido. A pretensão do time da cidade dos exageros é chegar de novo até as quartas de final. 

Elenco

Goleiros: Junior, Wagner e Fábio
Defensores: Lima, Renato, Matheus, Léo, Naylor, Jeferson Feijão, Arnaldo, Luiz Henrique e Peri.
Meias: Romarinho, Walfrido, Igor, Rodrigo Celeste, Dener, Simião, Guly, Guilherme e Rodrigo Bassani
Atacantes: Nena, Marcelinho, Juliano Levak, Ronaldo, Morato e Claudinho.
Técnico: Tarcisio Pugliese

Estádio: Estádio Municipal Dr. Novelli Júnior – Itu


BOTAFOGO DE RIBEIRÃO PRETO

Botafogo fez evento de lançamento dos novos uniformes
(foto: Rogério Moroti / Agência Botafogo)

Uma das principais forças do interior do estado, o Botafogo de Ribeirão está na primeira divisão pelo nono ano consecutivo. Em 2015 foi campeão da Série D e no ano seguinte bateu na trave na Série C, caindo nas quartas de final e ficando próximo de voltar à Série B. 

Sem economizar tanto como em anos anteriores, o Pantera trouxe alguns reforços interessantes, como Bernardo, ex-Vasco e Palmeiras, Marcão, ex-Atlético PR, e Rafael Bastos, que veio do Figueirense. A meta é brigar por uma vaga nas quartas de final e talvez até pelo título.

Elenco

Goleiros: Neneca e João Lucas
Defensores: Fernandinho, Carlos Henrique, Caio Ruan, Gualberto, Samuel Santos, Mancini e Felipe.
Meias: Fernando Medeiros, Marcão, Wesley, Gian, Bileu, Diego Pituca, Bernardo, Rodrigo Thiesen, Victor Hugo e Rafael Bastos.
Atacantes: Marcão, Isaac, Serginho e Francis Júnior.
Técnico: Moacir Júnior.

Estádio: Estádio Santa Cruz – Ribeirão Preto


GRUPO B

SÃO PAULO

Tricolor conquistou a Florida Cup em cima do Corinthians

O maior reforço do Tricolor do Morumbi está no comando técnico: o ídolo Rogério Ceni. O treinador começou com o pé direito, conquistando a Flórida Cup diante de seu maior rival, o Corinthians, nos pênaltis. O clube não conquista o Paulistão desde 2005, são 11 anos de jejum e com o time fora da disputa pela Copa Libertadores, a ambição para levar o estadual será maior. Para esta temporada, o São Paulo manteve a base do ano passado e trouxe quatro reforços para 2017. Os principais destaques vieram do Botafogo: o goleiro Sidão e o atacante Neilton.

Elenco

Goleiros: Denis, Renan Ribeiro e Sidão
Defensores: Bruno, Diego Lugano, Júnior Tavares, Lyanco, Maicon, Lucão, Foguete, Júlio Buffarini, Douglas Bacelar, Breno e Rodrigo Caio
Meias: Cícero, Wesley, Lucas Fernandes, Thiago Mendes, Wellington, Christian Cueva, João Schmidt e Shaylon
Atacantes: Neilton, Wellington Nem, David Neres, Luiz Araújo, Andrés Cháves e Gilberto
Técnico: Rogério Ceni

Estádio: Cícero Pompeu de Toledo (Morumbi) – São Paulo


RED BULL BRASIL

Willian Magrão é um dos reforços do Red Bull
(foto: divulgação / RBB)

Ganhando cada vez mais destaque entre os clubes do interior, o Toro Loko está em seu terceiro ano consecutivo na elite. Nas últimas duas edições, o clube de Campinas conseguiu chegar às quartas de final e tenta ir mais longe nesta temporada. Entre as novidades na equipe, estão o atacante Elton, ex-Vasco e Corinthians, e o zagueiro Willian Magrão, ex-Grêmio. O elenco também conta com o goleiro Saulo, ex-Santos. A equipe será comandada por Alberto Valentim, que fará sua estreia como treinador, após passar três anos como auxiliar técnico do Palmeiras.

Elenco

Goleiros: Saulo e Filipe
Defensores: Bruno Ferreira, Guilherme Lazaroni, Willian Rocha, Garrido e Willian Magrão
Meias: Fernando Carandina, Branquinho, Denner, Gabriel Silva, Milton e Pedro Henrique
Atacantes: Alisson, Caíque, Hiago, Bruno Alves e Misael
Técnico: Alberto Valentim

Estádio: Moisés Lucarelli – Campinas


LINENSE

Carleto é o nome mais conhecido no Linense de 2017

O principal objetivo do Elefante da Noroeste é permanecer na elite e, para isso, o clube manteve a base que disputou o Paulista e a Série D do Brasileiro na última temporada. A equipe conta com três contratações, que são o goleiro Edson Kölln, o atacante Joãozinho, ex-Vila Nova-GO, e o lateral Carleto, ex-Santos e São Paulo. Mas a maior novidade da equipe de Lins é no comando técnico: o treinador será Guilherme Alves, ex-jogador com passagens por São Paulo, Grêmio, Vasco, Atlético-MG, Corinthians, Cruzeiro e Botafogo-RJ. Como técnico, ele tem passagens por Ipatinga, Marília, Novorizontino e Vila Nova-GO, onde em 29 jogos pela Série B do Brasileiro, obteve 12 vitórias.

Elenco

Goleiros: Edson Kölln, Victor Golas, Pegorari e João Paulo
Defensores: Bruno Moura, Felipe Costa, Carleto, Lucas Newiton, Bruno Costa, Magno Alves, Samuel, Rodrigo Lobão e Luis Felipe
Meias: Caíque, Melk, Maycon, Arthur, Pio, Zé António, Tássio e Diego Felipe
Atacantes: Thiago Humberto, Giovanni, Fernando Karanga, Thiago Santos, Gabrielzinho e Joãozinho
Técnico: Guilherme Alves

Estádio: Gilberto Siqueira Lopes (Gilbertão) – Lins


FERROVIÁRIA

Antônio Picoli comanda a Ferroviária no Paulistão
(foto: Thiago Carvalho / AFE)

Apesar de um começo empolgante no Paulistão do ano passado, a Ferrinha caiu de produção e foi seriamente ameaçada pelo rebaixamento, escapando na última rodada. Tentando evitar outra experiência ruim, a equipe usou a Copa Paulista como laboratório e quase levou a taça.

Do time vice campeão da Copa, ficaram 15 jogadores, formando a maior parte do elenco deste ano. A Ferroviária trouxe também alguns reforços, entre eles o meia Alan Mineiro, que estava no Corinthians e foi revelado pelo time grená, o zagueiro Leandro Amaro, ex-jogador do Palmeiras, e o atacante Capixaba, emprestado pelo Atlético Mineiro.

Elenco

Goleiros: Matheus, César e Tadeu.
Defensores: Luan, Raniele, Rafael Castro, Patrick, Leandro Amaro, Ian, William Cordeiro, Jonathan e Sávio.
Meias: Fábio Souza, Renato Xavier, Claudinei, Flávio, Matheus Bertotto, Kaio, Kelvy, Fernadinho, Alan Mineiro, Zé Mario e Juninho.
Atacantes: Bruno Lopes, Leonardo, Tiago Marques, Élder Santana e Capixaba.
Técnico: Antônio Picoli

Estádio: Arena da Fonte Luminosa – Araraquara


GRUPO C

PALMEIRAS

Fernando Prass volta recuperado de contusão
(foto: Cesar Greco / Agência Palmeiras)

Poderia dizer que o Palmeiras é o principal favorito ao título do Paulistão, não fosse o fato de que o Verdão disputará e provavelmente priorizará a Copa Libertadores. Tendo uma grande quantidade de dinheiro a disposição e mantendo a maior parte do elenco campeão do Brasileirão, apesar da perda de Gabriel Jesus, o Porco tem ganhado o status de “galático brasileiro” por causa dos reforços adquiridos por preços recordes.

Eduardo Baptista, contratado para substituir Cuca, teve diversos reforços trazidos pela diretoria palmeirense, buscando montar um elenco competente, principalmente para buscar a conquista da Libertadores. Porém, o Palmeiras tem plenas condições de lutar em duas frentes e buscar o título paulista. Entre os vários reforços, se destacam os nomes de Guerra e Felipe Melo.

Elenco

Goleiros: Fernando Prass, Jaílson, Vinicius Silvestre e Fuzato.
Defensores: Mina, Victor Hugo, Edu Dracena, Thiago Martins, Antônio Carlos, Egídio, Fabiano, Jean e Zé Roberto.
Meias: Arouca, Felipe Melo, Guerra, Hyoran, Michel Bastos, Moisés, Raphael Veiga, Rodrigo, Tchê Tchê, Thiago Santos e Vitinho.
Atacantes: Alecsandro, Dudu, Erik, Keno, Lucas Barrios, Rafael Marques, Roger Guedes, Willian. 
Técnico: Eduardo Baptista.

Estádio: Allianz Parque – São Paulo


SÃO BENTO

O São Bento será comandado por Paulo Roberto Santos
(foto: Jesus Vicente / ECSB)

O Bentão teve um ótimo ano de 2016. A equipe fez um excelente Paulista, chegando às quartas de final, e, de quebra, conseguiu o acesso para a Série C do Brasileiro. E para que o time consiga manter a fase de ascensão, a diretoria manteve a base da temporada passada. O elenco conta com jogadores conhecidos, como o meia Morais, ex-Vasco, Atlético-PR, Corinthians, Bahia e Atlético-MG; o volante Moradei, ex-Corinthians e Santa Cruz; o lateral Marcelo Cordeiro, ex-Vasco, Vitória, Internacional, Botafogo-RJ, Portuguesa-SP e Sport; e o atacante Ricardo Bueno, com passagens por Grêmio, Atlético-MG e Palmeiras.

Elenco

Goleiros: Andrey, Jeferson Reis e Rodrigo Viana
Defensores: Lucas Mendes, Pitty, Régis, Bebeto, Rafael Tavares, Marcelo Cordeiro, João Paulo e Denner
Meias: Itaqui, Morais, Maicon Souza, Leandro Melo, Giovanni, Clébson, Moradei, Renan Mota, Fábio Bahia e Rodrigo Dantas
Atacantes: Ricardo Bueno, Anderson Cavalo, Guilherme Queiróz, Magrão, Jobinho e Wilson Júnior
Técnico: Paulo Roberto Santos

Estádio: CIC Walter Ribeiro – Sorocaba


GRÊMIO NOVORIZONTINO

O Novorizontino empatou em 2 a 2 com o Monte Azul em jogo treino
(foto: divulgação GN)

Pelo segundo ano consecutivo na elite, o Tigre busca mais uma vez se manter na Série A-1. Para que isto ocorra, a diretoria conta com o técnico Júnior Rocha, recém-chegado do Luverdense, onde disputou a Série B do Brasileiro. Já o elenco conta com o lateral Railan, ex-Fortaleza; o meia Caíque, ex-Atlético-GO; e o atacante Nilson, ex-Santos e América-MG, além de contar também com garotos promovidos das categorias de base do clube.

Elenco

Goleiros: Everton, Oliveira e Adilson Júnior
Defensores: Moacir, João Lucas, Jeci, Vitor Tormena, Domingues, Guilherme Teixeira, Railan e Igor
Meias: Caíque, Banguelê, Fernando Gabriel, Éder Araújo, Doriva, Rafael e Henrique Santos
Atacantes: Alexandro Créu, Cléo Silva, Klenisson, Gabriel Oliveira, Nilson, Roberto e Henrique
Técnico: Júnior Rocha

Estádio: Jorge Ismael de Biasi – Novo Horizonte


SANTO ANDRÉ

Toninho Cecílio comanda o Ramalhão novamente

Após cinco anos fora da Série A-1, o Ramalhão está de volta a elite. O acesso veio junto com o título da Série A-2. A equipe tenta voltar aos tempos de glória, quando foi campeão da Copa do Brasil em 2004, derrotando o Flamengo em pleno Maracanã. Para isso, a equipe conta com o meia Eduardo Ramos, ex-Corinthians, o atacante Henan, que foi bem no São Bento, e com boa parte da base campeã da Série A-2. O Ramalhão será, de novo, comandado por Toninho Cecílio, que comandou o time na campanha vitoriosa do ano passado.

Elenco

Goleiros: Zé Carlos, Roberto, Hugo e Diego Salgado
Defensores: Diogo Borges, Heliton, Reniê, Leonardo, Samuel Teram, Cicinho, Jean e Paulo
Meias: Tiago Ulisses, Fernando Neto, Diogo Orlando, Dudu Vieira, Baraka, Lucas Pires Helton Luiz e Eduardo Ramos
Atacantes: Guilherme Garré, Edmílson, David Ribeiro, Siloé e Deivid
Técnico: Toninho Cecílio

Estádio: Bruno José Daniel – Santo André


GRUPO D

SANTOS

Em amistoso, o Peixe venceu o Kenitra, do Marrocos, por 5 a 1
(foto: Ivan Storti / SFC)

Dominante no campeonato estadual nos últimos anos, chegando nas últimas oito finais e ganhando cinco delas, o Santos chega teoricamente sem ter o Paulista como prioridade, devido à Copa Libertadores. Só que o possível tri-campeonato paulista pode elevar os ânimos dos santistas.

O bom time foi reforçado e virou um elenco de qualidade. Dorival Júnior terá em suas mãos um plantel digno para buscar mais de um título no ano. Foram feitas diversas contratações em todos os setores do campo. Assim como o Palmeiras, o Peixe agora tem jogadores suficientes para lutar forte em duas competições. 

Elenco

Goleiros: Vanderlei, Vladmir, John Victor e João Paulo
Defensores: Luiz Felipe, Gustavo Henrique, David Braz, Lucas Veríssimo, Cleber, Noguera, Victor Ferraz, Matheus Ribeiro, Daniel Guedes, Caju e Zeca.
Meias: Thiago Maia, Renato, Yuri, Leandro Donizete, Yan, Vitor Bueno, Lucas Lima, Thaciano, Rafael Longuine, Léo Cittadini, Vecchio, Matheus Oliveira, Vladmir Hernandez, Jean Mota e Serginho
Atacantes: Ricardo Oliveira, Kayke, Rodrigão, Arthur Gomes, Thiago Ribeiro, Bruno Henrique e Copete.
Técnico: Dorival Júnior

Estádio: Urbano Caldeira (Vila Belmiro) – Santos


AUDAX

Fernando Diniz comanda o Audax em mais um campeonato

Finalista da temporada passada e com o comando de Fernando Diniz, a equipe de Osasco tenta repetir a campanha de 2016. Do elenco vice-campeão restaram apenas seis jogadores. Entre eles está o atacante Ytalo, que teve destaque após o Paulista do ano passado e foi vendido ao São Paulo, mas como foi pouco aproveitado pelo Tricolor, volta por empréstimo. Alguns atletas que disputaram a Série B pelo Oeste foram aproveitados. Além disso, o Audax contratou Heltton Mathues, o jogador do “Caso Brendon”. Porém, nem é certo que ele jogue pela equipe, pois além de ter sido suspenso preventivamente por usar documentos falsos na Copa São Paulo, ele pode ser cedido ou para o Grêmio Osasco, da A-3, ou até para o Osasco FC, da Segunda Paulista.

Elenco

Goleiros: Felipe Alves, Jeferson Romário e Gabriel Miotti
Defensores: Francis, Sávio, Bruno Lima, Velicka, Eduardo e Heltton Matheus
Meias: Gustavo Marmentini, Diego Lorenzi, Léo Cereja, Kallyl, Danielzinho, Pedro Carmona, Magal, Rafinha, Matheuzinho, Denílson, Gabriel Leite e Matheus Vargas
Atacantes: Crysan, Ytalo, Rafinha, Hugo, Thiago Seiji, Marcus Vinícius, Marco Damasceno e Léo Artur
Técnico: Fernando Diniz

Estádio: Prefeito José Liberatti – Osasco


PONTE PRETA

Apesar das sondagens, Willian Pottker continua na Ponte Preta

Por motivos óbvios, a Macaca é a principal equipe do interior no campeonato. Oitava colocada no último brasileiro, chegando a brigar pelo G6, a equipe vive incomodando os quatro grandes (nunca perdeu para o Palmeiras no Allianz Parque, por exemplo). Com a permanência de Willian Pottker e a contratação de alguns reforços, a Ponte tenta o inédito titulo paulista, onde já bateu na trave cinco vezes. Além do estadual, a Ponte Preta disputa a Copa Sul-Americana, competição onde também já foi vice-campeã.

Elenco

Goleiros: Aranha, Ivan e João Carlos.
Defensores: Fabio Ferreira, Kadu, Marcelo, Marllon, Jeferson, Nino Paraiba, Breno Lopes e Gabriel Araújo.
Meias: Elton, Fabio Braga, Jadson, João Vitor, Naldo, Wendel, Erick Salles, Matheus Jesus e Ravanelli
Atacantes: Clayson, Lins, Lucca, Ramon e Pottker.
Técnico: Felipe Moreira

Estádio: Moisés Lucarelli – Campinas


MIRASSOL

Xuxa defende o Mirassol em mais uma competição
(foto: Vinicius de Paula)

Foram dois anos tentando voltar para Série A-1, até que ano passado o Mirassol finalmente conseguiu o acesso, com o vice-campeonato da A-2 no ano passado. O time tentará permanecer na elite paulista em 2017, sem nenhuma pretensão mais alta. O grande destaque da equipe é o meia Xuxa, ídolo do Leão da Alta Araraquarense. O time será comandado por Moisés Egbert e também contará com jogadores que disputaram a Copinha e foram promovidos ao profissional.

Elenco

Goleiros: Vagner, André Zuba, Matheus Aurélio e Douglas.
Defensores: Edson Silva, Riccieli, Wallace, Wellington, Mario Sergio, Tony, Rafael Santos, Raul e Rodrigo Biro.
Meias: Luis Oyama, Maldonado, Marcos Paulo, Paulinho, Willian, Carlos Alberto, Ícaro, Lui\ Fernando, Ricardinho, Rodolfo e Xuxa.
Atacantes: Bruno Sávio, Gabriel Justino, Lucas Rodrigues, Rafhael Lucas e Welinton Junior
Técnico: Moisés Egbert

Estádio: José Maria de Campos Maia – Mirassol/SP


REGULAMENTO

O campeonato será disputado por dezesseis clubes divididos em quatro grupos. Na primeira fase, os times enfrentam apenas os clubes dos outros grupos, totalizando doze rodadas. Os dois melhores classificados de cada chave avançaram às quartas-de-final, que serão disputadas em dois jogos, com o mando de campo do clube de melhor campanha na primeira fase. Em caso de empate no tempo regulamentar, o confronto será decidido nas penalidades. As semifinais e finais acontecem em dois jogos e, em caso de empate em pontos (uma vitória para cada time ou dois empates), o primeiro critério de desempate será o saldo de gols na fase final.

Em 2016, o Santos conquistou o bicampeonato paulista
(foto: Facebook Oficial SFC)

Os dois primeiros colocados e o vencedor do Troféu do Interior ganham o direito de disputar a Copa do Brasil de 2018. Os dois times que somarem menos pontos na primeira fase serão rebaixados, independentemente dos grupos em que jogarem. Também ficou decidida a volta do Troféu do Interior, que ganhou uma importância maior, ao dar para o time vencedor uma vaga na Copa do Brasil, sendo que os quatro grandes (Palmeiras, Corinthians, São Paulo e Santos) não poderão participar do torneio. Os classificados terão que ficar entre a 9ª e a 14ª colocação na tabela de classificação. Além disso, os três clubes mais bem classificados que não pertençam a nenhuma divisão do Campeonato Brasileiro terão vaga na Série D de 2018. Caso entre esses estejam os times da capital (Palmeiras, Corinthians e São Paulo) ou o Santos, eles estarão automaticamente fora da disputa, abrindo espaço para um time do interior.

Critérios de desempate - Caso haja empate de pontos entre dois clubes, os critérios de desempates são aplicados na seguinte ordem:

1. Número de vitórias
2. Saldo de gols
3. Gols marcados
4. Número de cartões vermelhos
5. Número de cartões amarelos
6. Sorteio

Confira tabela completa da competição aqui.
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

O Curioso do Futebol

O Curioso do Futebol
Site do jornalista Victor de Andrade e colaboradores com curiosidades, histórias e outras informações do mundo do futebol. Entre em contato conosco: victorcuriosofutebol@gmail.com

Facebook

Twitter

YouTube

Aceisp

Total de visualizações