domingo, 12 de fevereiro de 2017

Uruguai campeão e Brasil fora do Mundial Sub-20

Fotos: AFP / Conmebol

Uma Seleção Brasileira apática perdeu a vaga no Mundial Sub-20

Foi encerrado ontem o hexagonal final do Campeonato Sul-Americano Sub-20 de 2017, que foi realizado no Equador. O Uruguai conquistou o título da competição, o oitavo em sua história. Além da Celeste Olímpica, Equador, Venezuela e Argentina também se classificaram para a Copa do Mundo da categoria, que será realizada a partir de maio, na Coreia do Sul. Já a Seleção Brasileira, que precisava de uma vitória simples contra a eliminada Colômbia para cravar a vaga no Mundial, conseguiu apenas um insonso 0 a 0 e ficou de fora da competição.

A última rodada foi interessante. Uruguai, com nove pontos, Equador e Venezuela, ambos com sete, já estavam com as vagas na Copa do Mundo garantidas e brigavam pelo título Sul-Americano. Brasil, com cinco, e Argentina, com quatro, buscavam o último lugar da América do Sul no Mundial. Por isso, o Brasil tinha que vencer a qualquer custo e tinha uma vantagem: enfrentava a Colômbia, lanterna do hexagonal com apenas um ponto e já sem chances, na segunda partida da rodada tripla, já sabendo do resultado do jogo da Argentina.

Os jogos tiveram início ainda na tarde do sábado, no Estádio Olímpico Atahualpa, em Quito. No primeiro embate, a Argentina fez o que precisava, venceu a já classificada Venezuela, por 2 a 0, sendo os dois de Lautaro Martínez, e ficou esperando a partida do Brasil. Na segunda partida, a Seleção Canarinho entrou em campo. Era só uma vitória simples, mas nem foi isso que conseguiram.

O Brasil não conseguiu vencer a eliminada Colômbia

Com jogadores apáticos, parecendo estar sem vontade, a Seleção Brasileira não conseguia passar pela defesa da já eliminada Colômbia, cujo seus jogadores pareciam estar torcendo para o jogo acabar logo e voltarem para o país de origem. Pois é, vergonhosamente o Brasil não conseguiu fazer um gol em um time já eliminado e ficou no 0 a 0, perdendo a vaga na Copa do Mundo Sub-20.

Destaque negativo ficou para o técnico campeão Olímpico, Rogério Micale, que parecia estar mais preocupado em reclamar com a arbitragem durante os jogos do que com o que seu time estava jogando. E olha que há bons valores na equipe, como Vizeu, Richarlison, Arana e Neres, mas a realizada é que não funcionava como time e se não fossem os lampejos destes quatro jogadores citados, talvez o resultado na competição teria sido pior.

E vale ressaltar mais um fato: a postura da Seleção Brasileira durante as partidas, principalmente no segundo tempo. Na competição, ao todo, o Brasil fez nove jogos, sendo três vitórias, quatro empates e duas derrotas. Porém, há algo que precisa ser dito: em seis partidas, a Seleção saiu na frente, mas em três delas o resultado foi diferente da vitória, cedendo o empate para Equador e Argentina, além de ter tomado a virada contra o campeão Uruguai.

Os uruguaios conquistaram o título

Se há dois anos, no Estádio Centenário, todos crucificaram o trabalho de Alexandre Gallo, que foi demitido, à frente da Seleção Sub-20, que não apresentava um bom futebol, é verdade, mas que mesmo assim garantiu a vaga no Mundial naquela oportunidade, é para se questionar o trabalho feito por Micale nesta competição. Tudo bem, é o primeiro fracasso do treinador nas seleções de base, mas o que ocorreu na noite deste sábado não pode acontecer.

Para completar, no jogo de fundo, o Uruguai enfrentou o Equador. Como a Venezuela havia perdido a partida, o último jogo do hexagonal tornou-se uma verdadeira final, já que o vencedor da partida ficaria com a taça e o empate favorecia a Celeste Olímpica. Pois logo no primeiro tempo, Ardaiz, aos 4' e 25', colocou os charruas em vantagem. Lino diminuiu aos 20 da segunda etapa, mas o título ficou mesmo com o Uruguai, o oitavo em sua história.
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

O Curioso do Futebol

O Curioso do Futebol
Site do jornalista Victor de Andrade e colaboradores com curiosidades, histórias e outras informações do mundo do futebol. Entre em contato conosco: victorcuriosofutebol@gmail.com

Facebook

Twitter

YouTube

Total de visualizações