domingo, 19 de fevereiro de 2017

Um Atletiba em que a bola não rolou e entrou para a história

Por Victor de Andrade

Jogadores de Atlético e Coritiba saúdam os torcedores juntos

Atlético e Coritiba entraram hoje no gramado artificial da Arena da Baixada em Curitiba, na tarde deste domingo, dia 19, para fazer o 370º Atletiba da história. Porém, ele não aconteceu! Os dois clubes, que não fecharam o acordo de televisão com a Rede Globo, resolveram transmitir ao vivo a partida pelo YouTube, mas a Federação Paranaense de Futebol não deixou e a bola não rolou no Joaquim Américo.

O problema entre Rede Globo, Federação Paranaense de Futebol, Atlético e Coritiba vem se acontecendo desde o ano passado. Os dois clubes, os maiores do estado, não aceitaram o repasse de 'apenas' R$ 1 milhão oferecido pelo canal de televisão, chamando a proposta até de 'esmola'. Com isso, as duas diretorias chegaram à conclusão de que como não tinham acordo para a transmissão, poderiam passar a partida em qualquer plataforma e assim tomaram a decisão de usar o YouTube.

Porém, a Federação Paranaense de Futebol, que gostaria que os clubes fechassem o acordo com a Rede Globo, não aceitou o credenciamento de entrada no gramado de nenhum dos profissionais que trabalhariam na transmissão pelo YouTube, alegando que ele foi feito com menos de 48 horas para o início da partida.

Com os profissionais em campo, mesmo sem o credenciamento, o árbitro da partida não iniciou a partida até que os mesmos saíssem de campo. Porém, os clubes não arredaram o pé e tentaram ao máximo manter a transmissão pelo YouTube. Quando viram que a Federação Paranaense não iria aceitar, tiraram as equipes de campo. Em resumo: sem transmissão via web, sem jogo.

Dirigentes dos dois clubes conversam com a arbitragem
(foto: Giuliano Gomes / PR Press)

Aos poucos, os clubes estão percebendo o poder que tem em mãos. Se não aceitam aquilo que quem quer fazer o monopólio oferece, parte para outra via! Se o clube acha viável uma transmissão via web, por que não? O anúncio alvoroçou os fãs de futebol pelo Brasil e o mundo e muita, mas muita gente mesmo estava preparada para ver o jogo via YouTube.

Os dois presidentes deixaram claro que tanto Atlético como Coritiba iniciam, mesmo ainda que de forma tímida, um movimento para que os times brasileiros não aceitem tudo que 'empurrem goela abaixo', principalmente defendendo o interesse de um ou outro grupo. Tudo deve ser negociado e o final deve ser o melhor para ambas as partes. E sabemos que isso nem sempre é o que ocorre.

É bom lembrar que isto pode ter sido uma avant premiere do que pode acontecer em 2019, quando o Esporte Interativo passa a transmitir jogos de uma boa parte dos clubes brasileiros em campeonatos nacionais. Espero e torço para que as agremiações se preparem para isto e já tenham até lá soluções para casos como este, pois é claro que haverá pressão para cima da Confederação Brasileira de Futebol para que se atrapalhe ao máximo a transmissão do canal esportivo ligado ao grupo Turner.

Tomara mesmo que isto seja um início de uma mudança de filosofia no futebol por estas bandas. Os clubes e os jogadores devem sempre procurar aquilo que é melhor para eles e defender o posicionamento, nem que para isto façam atitudes um pouco mais radicais como Atlético e Coritiba fizeram hoje. Os fãs da modalidade esportiva no Brasil agradecem!
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

O Curioso do Futebol

O Curioso do Futebol
Site do jornalista Victor de Andrade e colaboradores com curiosidades, histórias e outras informações do mundo do futebol. Entre em contato conosco: victorcuriosofutebol@gmail.com

Facebook

Twitter

YouTube

Aceisp

Total de visualizações